Menu
sexta, 17 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Ibama não gastou nem 20% dos milhões destinados à prevenção de incêndios florestais

14 agosto 2020 - 11h01Redação

A economia de verba do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais), que até 30 de julho deste ano, gastou apenas 19% da verba anual destinada à contenção e prevenção de incêndios florestais, implica diretamente na situação de emergência ambiental que Mato Grosso do Sul (MS) enfrenta com as queimadas no Pantanal. Desde o final de julho, a região arde em chamas e a população vêm pagando o preço de um ar poluído e prejudicial à saúde.

Levantamento divulgado pelo jornal o Globo, nesta sexta-feira (14), releva que enquanto as queimadas consomem milhões de hectares no Pantanal e na Amazônia, o Ibama gastou, nos sete primeiros meses deste ano, apenas R$ 6,8 milhões dos R$ 35,5 milhões destinados para iniciativas que poderiam conter o avanço do fogo nos ecossistemas.

O comparativo dos gastos em medidas preventivas nos anos anteriores mostra um abismo de diferença. Durante todo o ano de 2016, o Ibama gastou 90,1% dos R$ 43.890.752 previstos para o combate às queimadas em áreas federais. Em seguida, foram 49,6% dos R$ 42.445.604 fixados pela LOA em 2017; 54,4% de R$ 52.301.296 em 2018; e 85,5% dos R$ 44.547.828 previstos no ano passado.

Ambientalistas consultados pelo Campo Grande News alertam que a maioria dos investimentos contra queimadas em florestas devem ser realizados antes da estação seca nos biomas, ou seja, entre abril e junho. Nos meses seguintes, os incêndios proliferam e já não há mais tempo para tomar medidas preventivas.

A contratação de brigadistas é apenas uma das ações preventivas que o Ibama pode tomar. Foto: Divulgação Bombeiros

Entre os programas recomendados para preparar os ecossistemas contra incêndios estão a contratação e o treinamento de brigadistas, a realização de convênios com órgãos ambientais e a instituição de medidas de educação ambiental, especialmente junto a agricultores que vivem nas bordas da floresta.

Em resposta ao jornal O Globo, o Ibama afirma que os recursos para queimadas são executados principalmente a partir de julho, quando elas ocorrem, “e, portanto, através das ações de combate, via brigadistas, aeronaves e viaturas. Todo o orçamento será executado conforme previsto”.

Ribeiros deixam suas casas para figir do fogo

Um outro levantamento, realizado pelo Instituto Homem Pantaneiro (IHP), mostra que pelo menos 200 ribeirinhos do Porto da Manga, em Corumbá, se sentiram obrigados a abandonar suas casas e migrarem para a zona urbana da cidade, em casas de parentes, por medo do fogo.  A pesquisa feita em oito comunidades ribeirinhas foi divulgada pelo jornal O Globo nesta sexta-feira (14).

Segundo o presidente do IHP, Ângelo Rabelo, nestas comunidades vivem cerca de 1.110 pessoas, distribuídas em cerca de 240 famílias que recorreram aos parentes que vivem na zona urbana. “Vimos relatos de pessoas que sofriam dor de cabeça e problemas respiratórios agravados pelos incêndios”, conta o Ângelo Rabelo.

Números das queimadas

Nas últimas 48 horas, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) detectou 193 focos no Pantanal sul-mato-grossense. A queimada já destruiu um milhão e cem mil hectares, causando a destruição da vegetação e a morte de centenas de animais.

.

Matéria produzida com informações do Jornal o Globo e site Campo Grande News  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tentativa de Homicídio
Adolescente é socorrido com perfuração de bala na coxa
Auditoria
Brechas favorecem corrupção em mais de 90% das organizações públicas de MS, revela TCU
Espancamento
Rapaz vítima de agressão é socorrido inconsciente no bairro Camalote
Trânsito
Motociclista é socorrido com fratura na perna
Limpeza
Centro e Aeroporto recebem mutirão da dengue
23 vagas
Inscrição para o processo seletivo da Saúde de Corumbá termina às 17h de hoje
Imunização
Veja quem pode se vacinar nesta sexta (17) em Corumbá
PMA
Usina é multada em quase R$ 2 milhões por incêndio em áreas protegidas por lei
Cursos Grátis
Confira programação das carretas do Cidade Empreendedora em Corumbá
Repasses
MEC lança Painel de Investimentos em Educação Básica

Mais Lidas

"Branca Pura"
Operação apreende 47 quilos de cocaína; carga é avaliada em R$ 650 mil
Criminoso
Polícia investiga incêndio na ponte do Saran na Estrada Parque
Bodoquena
Assentamento é multado em R$ 60 mil por incêndio no Pantanal
Campo Grande
Tesouro Nacional reprova administração do prefeito Marquinhos Trad e secretário