Menu
sábado, 13 de abril de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Sobrevoo identifica fogo em mata fechada a 30 quilômetros do perímetro urbano

18 setembro 2020 - 09h16Gesiane Sousa com informações dos Bombeiros

Sobrevoo realizado no início da tarde desta quinta-feira (17), em helicóptero da Marinha do Brasil, fez reconhecimento de focos de incêndio na região pantaneira, ao norte do município de Corumbá. A localidade fica em mata fechada, a quase 30 quilômetros do perímetro urbano da cidade. As equipes foram deslocadas de aeronave e em seguida tiveram que enfrentar as dificuldades de acesso dfa mata para atingir o foco. 

1ª tenente Luisiana dos Bombeiros do Paraná, comenta dificuldade da topografia do Pantanal. Foto: Divulgação

Para 1ª tenente Luisiana do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Paraná, a maior dificuldade é para acessar o foco do incêndio. “O Pantanal é uma região diferente da que a gente conhece, foi nos passado as condições, mas somente quando se está no local conseguimos ter uma visão diferenciada da vegetação. O mais difícil é acessar o foco pela mata fechada”, explica a tenente que completa valorizando o uso da tecnologia, através de drone, para localizar focos.

A operação Pantanal II conta com 273 homens em atuação, entre eles, 68 efetivos do Corpo de Bombeiros de Corumbá, 15 Bombeiros Militar do Estado do Paraná, 28 brigadistas do Prevfogo/Ibama e 162 militares do 6° Distrito Naval da Marinha do Brasil. A movimentação do contingente é feita por meio de transporte aéreo, terrestre e fluvial com o objetivo de extinguir e minimizar os danos que os incêndios estão causando à fauna e bioma pantaneiro de Corumbá.

Combatentes encaram caminhadas exaustivas até acessar o foco do incêndio. Foto: Guilherme Pimentel/Governo MS 

Nas últimas 16horas, após reunir e recepcionar os Bombeiros Militares do Estado do Paraná,  as equipes de combate a  incêndio florestal composta por brigadistas do Prevfogo/Ibama e militares do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul e Marinha do Brasil dividiram esforços em pontos estratégicos da região da Manga, onde bombeiros do Mato Grosso do Sul e Paraná fizeram frente aos avanços das queimadas.

O Prevfogo/Ibama se deslocou para a região da Odila, onde não foi constatado incêndio em vegetação, sendo necessária a realocação dos brigadistas na região da Manga.

Nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (18) as equipes se reúnem para definidos os pontos de combates e a composição das equipes em seus deslocamentos e missões a serem realizadas, durante este dia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Destaque
Referência mundial em prevenção e combate aos incêndios florestais, Prevfogo completou 35 anos
Carreira
Cerca de 40 mil bacharéis em direito participam do ENAM neste domingo
Ação de Cidadania
Equipe técnica visita o Alto Taquari para planejar realização do Juizado Itinerante em junho
Destaque
Alunos de MS são premiados em terceiro lugar em desafio internacional de programação
Meio Ambiente
Lançado em 2023, SIFAU auxilia Mato Grosso do Sul na identificação de áreas para queima prescrita
Cidade
Vítima de ferimento por faca é destaque no plantão dos Bombeiros
Pacto de Cooperação
Governo e Sebrae/MS vão fomentar o empreendedorismo indígena em no estado
Evento
Turismo de MS leva capacitação, gastronomia pantaneira e lançamentos à 11ª WTM Latin America
Mercado Internacional
MS quintuplica potencial de abate e exportação de carne bovina para a China
Concretagem
Ponte fecha às 17 horas de hoje e reabre às 5h de domingo (14)

Mais Lidas

Morte à Esclarecer
Idoso é encontrado morto com marcas de mordidas de cachorro em Corumbá
Últimas 24 horas
Incêndio em casa no centro é destaque no plantão dos Bombeiros
Qualificação
Cursos técnicos com alta demanda no mercado são opções de qualificação no Senac Corumbá
Decisão Judicial
Ribeirinhos são despejados de terras no Morrinho