Menu
quarta, 21 de outubro de 2020
Prefeitura 1
Prefeitura 2 mobile
Geral

Sobrevoo identifica fogo em mata fechada a 30 quilômetros do perímetro urbano

18 setembro 2020 - 09h16Gesiane Sousa com informações dos Bombeiros

Sobrevoo realizado no início da tarde desta quinta-feira (17), em helicóptero da Marinha do Brasil, fez reconhecimento de focos de incêndio na região pantaneira, ao norte do município de Corumbá. A localidade fica em mata fechada, a quase 30 quilômetros do perímetro urbano da cidade. As equipes foram deslocadas de aeronave e em seguida tiveram que enfrentar as dificuldades de acesso dfa mata para atingir o foco. 

1ª tenente Luisiana dos Bombeiros do Paraná, comenta dificuldade da topografia do Pantanal. Foto: Divulgação

Para 1ª tenente Luisiana do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Paraná, a maior dificuldade é para acessar o foco do incêndio. “O Pantanal é uma região diferente da que a gente conhece, foi nos passado as condições, mas somente quando se está no local conseguimos ter uma visão diferenciada da vegetação. O mais difícil é acessar o foco pela mata fechada”, explica a tenente que completa valorizando o uso da tecnologia, através de drone, para localizar focos.

A operação Pantanal II conta com 273 homens em atuação, entre eles, 68 efetivos do Corpo de Bombeiros de Corumbá, 15 Bombeiros Militar do Estado do Paraná, 28 brigadistas do Prevfogo/Ibama e 162 militares do 6° Distrito Naval da Marinha do Brasil. A movimentação do contingente é feita por meio de transporte aéreo, terrestre e fluvial com o objetivo de extinguir e minimizar os danos que os incêndios estão causando à fauna e bioma pantaneiro de Corumbá.

Combatentes encaram caminhadas exaustivas até acessar o foco do incêndio. Foto: Guilherme Pimentel/Governo MS 

Nas últimas 16horas, após reunir e recepcionar os Bombeiros Militares do Estado do Paraná,  as equipes de combate a  incêndio florestal composta por brigadistas do Prevfogo/Ibama e militares do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul e Marinha do Brasil dividiram esforços em pontos estratégicos da região da Manga, onde bombeiros do Mato Grosso do Sul e Paraná fizeram frente aos avanços das queimadas.

O Prevfogo/Ibama se deslocou para a região da Odila, onde não foi constatado incêndio em vegetação, sendo necessária a realocação dos brigadistas na região da Manga.

Nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (18) as equipes se reúnem para definidos os pontos de combates e a composição das equipes em seus deslocamentos e missões a serem realizadas, durante este dia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Operação Ceuci
Extração de madeira e pecuária estão entre ilegalidades praticadas em área de reserva indígena em MS
Evento
Visita virtual a Feiras de Ciência e Tecnologia do IFMS segue até sexta-feira
Economia
Produção industrial de MS tem melhor resultado para o mês de setembro desde 2010
Atualização Covid-19
MS registra óbito de adolescente de apenas 15 anos na Capital por coronavírus
Infraestrutura
Mais uma obra é licitada para implantação do corredor rodoviário no Pantanal
Descumpriu medida protetiva
Homem é preso por violência doméstica e ameaça na zona sul
Geral
Donos de frigorífico admitiram ‘medo de cadeia’ no grupo da família
Variedades
As maiores loterias do mundo
Bolívia
“Eu não sou Evo”, afirma Luis Arce em resposta as críticas de que o ex-presidente terá cargo em seu governo
Dependência Química
Usuário tenta esfaquear a própria mãe para comprar drogas

Mais Lidas

Reflexão Crítica
Quem são os candidatos "invisíveis" no horário político de Corumbá
Região Central
Homem é preso em cumprimento a dois mandados de prisão
Tecnologia nas Eleições
E-Título passa a ter foto do eleitor e pode ser usado como documento oficial para votar
Atualização Covid-19
Corumbá registra 12 positivos nas últimas 24 horas