Menu
terça, 19 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Sobrevoo identifica fogo em mata fechada a 30 quilômetros do perímetro urbano

18 setembro 2020 - 09h16Gesiane Sousa com informações dos Bombeiros

Sobrevoo realizado no início da tarde desta quinta-feira (17), em helicóptero da Marinha do Brasil, fez reconhecimento de focos de incêndio na região pantaneira, ao norte do município de Corumbá. A localidade fica em mata fechada, a quase 30 quilômetros do perímetro urbano da cidade. As equipes foram deslocadas de aeronave e em seguida tiveram que enfrentar as dificuldades de acesso dfa mata para atingir o foco. 

1ª tenente Luisiana dos Bombeiros do Paraná, comenta dificuldade da topografia do Pantanal. Foto: Divulgação

Para 1ª tenente Luisiana do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Paraná, a maior dificuldade é para acessar o foco do incêndio. “O Pantanal é uma região diferente da que a gente conhece, foi nos passado as condições, mas somente quando se está no local conseguimos ter uma visão diferenciada da vegetação. O mais difícil é acessar o foco pela mata fechada”, explica a tenente que completa valorizando o uso da tecnologia, através de drone, para localizar focos.

A operação Pantanal II conta com 273 homens em atuação, entre eles, 68 efetivos do Corpo de Bombeiros de Corumbá, 15 Bombeiros Militar do Estado do Paraná, 28 brigadistas do Prevfogo/Ibama e 162 militares do 6° Distrito Naval da Marinha do Brasil. A movimentação do contingente é feita por meio de transporte aéreo, terrestre e fluvial com o objetivo de extinguir e minimizar os danos que os incêndios estão causando à fauna e bioma pantaneiro de Corumbá.

Combatentes encaram caminhadas exaustivas até acessar o foco do incêndio. Foto: Guilherme Pimentel/Governo MS 

Nas últimas 16horas, após reunir e recepcionar os Bombeiros Militares do Estado do Paraná,  as equipes de combate a  incêndio florestal composta por brigadistas do Prevfogo/Ibama e militares do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul e Marinha do Brasil dividiram esforços em pontos estratégicos da região da Manga, onde bombeiros do Mato Grosso do Sul e Paraná fizeram frente aos avanços das queimadas.

O Prevfogo/Ibama se deslocou para a região da Odila, onde não foi constatado incêndio em vegetação, sendo necessária a realocação dos brigadistas na região da Manga.

Nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (18) as equipes se reúnem para definidos os pontos de combates e a composição das equipes em seus deslocamentos e missões a serem realizadas, durante este dia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Flexibilidade
Com redução dos casos de Covid-19, Prefeitura altera Toque de Recolher em Corumbá
Monumento Histórico
Vereadores defendem resgate de antigo Farol do Balduíno no Rio Paraguai
Sem Emendas
Câmara aprova Moção em Apoio à regulamentação da profissão de podologia
Pobreza Menstrual
Vereadora pede apoio de deputados para derrubar veto presidencial na distribuição de absorventes
Em tramitação
Proposta cria programa de apoio a catadores de recicláveis em Corumbá
Briga Antiga
Anatel convoca a Oi para reunião sobre internet em Corumbá
Na Câmara
Vereador questiona índices do ICMS Ecológico estabelecidos para 2022
Desdobramento
Denúncia contra os nove indiciados pelo Dracco na Operação "Dark Money" vira processo judicial
Desdobramentos
PF apreende arma, munição e faz termo de conduta durante operação Mercês
Crime na Capital
Após disparos, polícia prende ladrões que fizeram idosa e cuidadora de reféns na Capital

Mais Lidas

Capital e Chapadão do Sul
SAD divulga abertura de Processo Seletivo da Agepan
Crime
Motorista de aplicativo é sequestrada e tem carro roubado; dois dos assaltantes foram presos
Prisão
Homem é preso após invadir e roubar escola no centro
Impressionante
Moto Titan com débitos de R$ 107 mil é aprendida em blitz do Detran-MS no fim de semana