Menu
domingo, 25 de fevereiro de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Geral

PF cumpre diligências em laboratório da família Iunes e na casa do prefeito

10 novembro 2020 - 08h58Redação Capital do Pantanal com informações do CGNews

A Polícia Federal (PF) faz hoje, terça-feira (10) a terceira ofensiva em pouco mais de 1 mês contra o desvio de dinheiro público na Prefeitura de Corumbá. Equipe amanheceu o dia em frente ao laboratório que pertence a um dos irmãos do prefeito e candidato à reeleição Marcelo Iunes (PSDB). Em nota, a PF confirmou a diligência, que ocorre por determinação do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, mas não divulgou qualquer informação. A investigação está sob sigilo absoluto.  

Novas apurações do Capital do Pantanal confirmam que além da diligência cumprida no laborário Citolab, localizado na rua XV de Novembro, no centro da cidade, a PF também visitou a casa do prefeito Marcelo Iunes, a Secretaria Municipal de Cidadania e Direitos Humanos, a qual é coordenada pela primeira-dama Amanda Iunes e um apartamento no centro comercial da cidade. Em resposta, o prefeito confrmou que a diligência em sua casa ocorria em busca de informações sobre o laboratório que atualmente pertence a seu irmão, Márcio Iunes, porém já esteve em nome de sua esposa.

Em junho, a Justiça determinou suspensão imediata de contrato, sem licitação, entre a prefeitura e o Citolab. Em outubro, a PF fez duas operações que tiveram como alvos integrantes do governo de Iunes. No dia 6, a Operação Offset esteve na casa do secretário de Infraestrutura de Serviços Públicos de Corumbá, o engenheiro Ricardo Ametlla, do ex-secretário municipal de Segurança Pública, Edson Panes de Oliveira Filhos, que tem cargo de assessor especial na administração municipal e de outro irmão do prefeito, Márcio Iunes.

Nove dias depois, a Operação Cornucópia 2 mirou esquema criminoso de R$ 60 milhões que consistia no aumento ilegal da folha de pagamento de servidores cooptados pela organização, com consequente aumento na margem para contratação de empréstimos consignados.

O site Campo Grande News, da Capital, tentou mais detalhes sobre as ações de hoje, mas o delegado Alan Givigi, da PF em Corumbá, não atendeu às ligações. O prefeito Marcelo Iunes também não atendeu às chamadas. Funcionário da prefeitura afirma que não há buscas no local e no laboratório, e funcionária disse apenas que não podia comentar nada com a reportagem.

*Matéria atualizada às 10h40 para inclusão de novas informações

Deixe seu Comentário

Leia Também

Contra a Dengue
Bairros de Ladário recebem força-tarefa de limpeza neste sábado (24)
Reitoria
Ainda sem eleição direta, UFMS escolhe novo reitor em maio
Hoje
Grupo Vozes Especiais realiza workshop no Moinho Cultural
Localizado e preso
Diretora impede entrada de homem armado com faca em creche no Guatós
Imunização
Confira horário de vacinação contra dengue em Corumbá e Ladário neste sábado
Seguia para Capital
Mulher é presa com 2,3 kg de maconha na BR 262
Planejamento
MPT propõe parceria estratégica para prevenir trabalho escravo contemporâneo em MS
Fiocruz
Especialistas alertam para aumento da taxa de suicídio entre crianças e jovens
Aposta
Mega-Sena pode pagar hoje prêmio de R$ 110 milhões
Operação Ágata
Passageiro é flagrado transportando cocaína de Corumbá para Capital

Mais Lidas

Localizado e preso
Diretora impede entrada de homem armado com faca em creche no Guatós
Na entrada
Perícia estima que morte de homem encontrado em mata na cidade tenha ocorrido há 4 dias
Vindo do RJ
Boliviano de 21 anos é detido com 35 celulares sem nota fiscal
Últimas 24h
Plantão dos Bombeiros registra resgate no Pantanal, óbito e acidente de trânsito