Menu
segunda, 21 de junho de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

PF cumpre diligências em laboratório da família Iunes e na casa do prefeito

10 novembro 2020 - 08h58Redação Capital do Pantanal com informações do CGNews

A Polícia Federal (PF) faz hoje, terça-feira (10) a terceira ofensiva em pouco mais de 1 mês contra o desvio de dinheiro público na Prefeitura de Corumbá. Equipe amanheceu o dia em frente ao laboratório que pertence a um dos irmãos do prefeito e candidato à reeleição Marcelo Iunes (PSDB). Em nota, a PF confirmou a diligência, que ocorre por determinação do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, mas não divulgou qualquer informação. A investigação está sob sigilo absoluto.  

Novas apurações do Capital do Pantanal confirmam que além da diligência cumprida no laborário Citolab, localizado na rua XV de Novembro, no centro da cidade, a PF também visitou a casa do prefeito Marcelo Iunes, a Secretaria Municipal de Cidadania e Direitos Humanos, a qual é coordenada pela primeira-dama Amanda Iunes e um apartamento no centro comercial da cidade. Em resposta, o prefeito confrmou que a diligência em sua casa ocorria em busca de informações sobre o laboratório que atualmente pertence a seu irmão, Márcio Iunes, porém já esteve em nome de sua esposa.

Em junho, a Justiça determinou suspensão imediata de contrato, sem licitação, entre a prefeitura e o Citolab. Em outubro, a PF fez duas operações que tiveram como alvos integrantes do governo de Iunes. No dia 6, a Operação Offset esteve na casa do secretário de Infraestrutura de Serviços Públicos de Corumbá, o engenheiro Ricardo Ametlla, do ex-secretário municipal de Segurança Pública, Edson Panes de Oliveira Filhos, que tem cargo de assessor especial na administração municipal e de outro irmão do prefeito, Márcio Iunes.

Nove dias depois, a Operação Cornucópia 2 mirou esquema criminoso de R$ 60 milhões que consistia no aumento ilegal da folha de pagamento de servidores cooptados pela organização, com consequente aumento na margem para contratação de empréstimos consignados.

O site Campo Grande News, da Capital, tentou mais detalhes sobre as ações de hoje, mas o delegado Alan Givigi, da PF em Corumbá, não atendeu às ligações. O prefeito Marcelo Iunes também não atendeu às chamadas. Funcionário da prefeitura afirma que não há buscas no local e no laboratório, e funcionária disse apenas que não podia comentar nada com a reportagem.

*Matéria atualizada às 10h40 para inclusão de novas informações

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROCURADOS
Mato Grosso do Sul tem 8 dos criminosos mais importantes na lista da Interpol
CORONAVÍRUS
Vacinação e sequenciamento genômico são destaques de MS no enfrentamento à Covid-19, diz OPAS
GERAL
SPPM e UEMS assinam acordo de cooperação para projeto de extensão
ECONOMIA
Caixa paga 3ª parcela do auxílio para nascidos em fevereiro e março
RESGATE DE ANIMAL
PMA de Corumbá resgata filhote de veado em condomínio no Aeroporto
POLICIAL
PMA prende infrator por porte ilegal de arma de caça
ESPORTE
Invictos, Flamengo e Bragantino duelam pelo Brasileiro no Maracanã
Embate tem início às 21h e será transmitido ao vivo da Rádio Nacional
GERAL
Mega-Sena pode pagar R$ 7 milhões neste sábado
LEI SECA
Lei seca completa 13 anos e PRF alerta para os perigos da combinação álcool e direção
UEMS
UEMS está com inscrições abertas para bolsas de iniciação científica no valor de R$ 400

Mais Lidas

PROCURADOS
Mato Grosso do Sul tem 8 dos criminosos mais importantes na lista da Interpol
GERAL
Com lotes a partir de R$ 200, SAD fará leilão de 38 lotes de veículos e sucatas de veículos em julho
RESGATE DE ANIMAL
PMA de Corumbá resgata filhote de veado em condomínio no Aeroporto
POLICIAL
PMA prende infrator por porte ilegal de arma de caça