Menu
quinta, 04 de março de 2021
Governo do Estado - Campanha de Março
Geral

Força Nacional continua em MS, mas conflito indígena fica sem solução

27 junho 2016 - 10h52Campo Grande News

As tropas da Força Nacional deverão permanecer por mais duas semanas na área de conflito entre indígenas e produtores rurais, no município de Caarapó, de acordo com publicação no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 27. A ocupação das terras por indígenas completou 15 dias, e a situação segue sem solução. 

A Força Nacional foi acionada à pedido do governo estadual, e chegou à área de conflito na semana retrasada com 50 agentes. De acordo com a nova determinação, os agentes nacionais deverão atuar em apoio às atividades da Polícia Militar do Mato Grosso do Sul, com o objetivo de garantir a incolumidade das pessoas, do patrimônio e a manutenção da ordem pública, na área de ocorrência de conflitos entre índios e não índios.

O estado deverá dispor de infraestrutura necessária à instalação de base administrativa, bem como permissão de acesso aos sistemas de informações e ocorrências, no âmbito da Segurança Pública. Os profissionais a serem disponibilizados pelo Ministério da Justiça e Cidadania trabalharão em módulo mínimo de pelotão e obedecerão ao planejamento definido pelos entes envolvidos na operação.

Conflito - A fazenda Yvu, em Caarapó, alvo de uma disputa territorial, foi ocupada no dia 12 de junho, por cerca de 300 indígenas em ação de retomada. Durante o conflito entre índios e produtores rurais, o índio Clodiode Aquileu Rodrigues de Souza, de 26 anos, morreu e mais seis indígenas ficaram feridos.

A área integra o estudo realizado pela Fundação Nacional dos Índios (Funai) para compor a Terra Indígena Dourados Amambaipeguá I, que está em processo de demarcação há anos. Embora o estudo da Funai comprove que a área pertence aos índios da etnia Guarani-Kaiowá, ainda falta o reconhecimento do Presidente interino Michel Temer, a quem cabe aprovar a criação da terra indígena.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BOLETIM COVID
O mês começa com média de 6 mortes por Covid a cada 24 horas
SAÚDE
MS é o estado que mais aplicou as duas doses da vacina contra a Covid-19
GERAL
Ministério Público denuncia servidores de Ladário por corrupção passiva
GERAL
Bombeiros continuam buscas por homem desaparecido na região do Paiaguás
CONSUMIDOR
Vereador pede relatório ao Procon sobre processos, multas e empresas penalizadas em 2020
ESPORTE
Fluminense estreia no Carioca de olho na final da Copa do Brasil
ECONOMIA
Governo adia para dia 31 reinício de bloqueio e suspensão de benefício
OPORTUNIDADE
Máscara + Renda já beneficiou mais de 1.900 costureiras em todas as regiões do país
RECONHECIMENTO
Câmara vai prestar homenagem às corumbaenses pelo Dia Internacional da Mulher
ACIDENTE DE TRÂNSITO
Colisão de carro e moto deixa mulher ferida no Maria Leite

Mais Lidas

GERAL
PMA realiza trabalhos de orientação sobre minhocas em casas de iscas no MS
ABANDONO
Ladário sofre com descaso e abandono das autoridades municipais
INFRAÇÃO ADMINISTRATIVA
PMA autua morador de Corumbá por transporte ilegal de pescado
GERAL
Reinaldo Azambuja autoriza concurso público com 250 vagas para Polícia Civil