Menu
sexta, 19 de julho de 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Força Nacional continua em MS, mas conflito indígena fica sem solução

27 junho 2016 - 10h52Campo Grande News

As tropas da Força Nacional deverão permanecer por mais duas semanas na área de conflito entre indígenas e produtores rurais, no município de Caarapó, de acordo com publicação no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 27. A ocupação das terras por indígenas completou 15 dias, e a situação segue sem solução. 

A Força Nacional foi acionada à pedido do governo estadual, e chegou à área de conflito na semana retrasada com 50 agentes. De acordo com a nova determinação, os agentes nacionais deverão atuar em apoio às atividades da Polícia Militar do Mato Grosso do Sul, com o objetivo de garantir a incolumidade das pessoas, do patrimônio e a manutenção da ordem pública, na área de ocorrência de conflitos entre índios e não índios.

O estado deverá dispor de infraestrutura necessária à instalação de base administrativa, bem como permissão de acesso aos sistemas de informações e ocorrências, no âmbito da Segurança Pública. Os profissionais a serem disponibilizados pelo Ministério da Justiça e Cidadania trabalharão em módulo mínimo de pelotão e obedecerão ao planejamento definido pelos entes envolvidos na operação.

Conflito - A fazenda Yvu, em Caarapó, alvo de uma disputa territorial, foi ocupada no dia 12 de junho, por cerca de 300 indígenas em ação de retomada. Durante o conflito entre índios e produtores rurais, o índio Clodiode Aquileu Rodrigues de Souza, de 26 anos, morreu e mais seis indígenas ficaram feridos.

A área integra o estudo realizado pela Fundação Nacional dos Índios (Funai) para compor a Terra Indígena Dourados Amambaipeguá I, que está em processo de demarcação há anos. Embora o estudo da Funai comprove que a área pertence aos índios da etnia Guarani-Kaiowá, ainda falta o reconhecimento do Presidente interino Michel Temer, a quem cabe aprovar a criação da terra indígena.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Policial
Operação conjunta recupera objetos furtados na Igreja Nossa Senhora da Candelária
Participação Popular
Responda a pesquisa que vai deixar o Capital do Pantanal com a sua cara
Mais do que informar, queremos estar presentes na vida dos leitores com pautas que sejam interessantes e importantes para o dia a dia
Oportunidade
Concurso público unificado da Justiça Eleitoral: prazo de inscrição termina hoje (18)
Em Campo Grande
Fazenda da família de Michel Teló é multada por desmatamento ilegal
Consumidor
Preço do etanol sobe média de R$ 0,40 em uma semana no estado
Empreendedorismo
Etapa estadual do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios está com inscrições abertas em MS
Moda
Estilista de MS cria coleção com famosas onças da artista visual Lúcia Martins
Direitos Humanos
Mortes violentas no Brasil diminuem 3,4% em 2023
Educação
Prouni 2º semestre: inscrições começam na próxima terça-feira
Gestão
Economista Cristiane Schmidt assume a presidência da MSGÁS

Mais Lidas

5 mandados
Operação da PF combate tráfico de drogas e lavagem de dinheiro em Corumbá
Últimas 24 horas
Óbito de motociclista em Ladário é destaque no plantão dos Bombeiros
Últimas 24h
Plantão registra facada, agressão física e resgate fluvial no Pantanal
Atualização
Equipes mantém monitoramento nas regiões Maracangalha e Morro do Urucum