Menu
quinta, 18 de abril de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Risco de desmoronamento tira bombeiros de dentro do Atacadão de Campo Grande

14 setembro 2020 - 10h54Anahi Zurutuza e Bruna Marques, Campo Grande News

Já passam de 15 horas do início do incêndio na unidade do Atacadão da Avenida Duque de Caxias, em Campo Grande, e agora, o risco de desmoronamento do prédio impede que bombeiros façam o rescaldo no interior do que sobrou do mercado.

Imagens feitas do alto pelo Campo Grande mostram a estrutura metálica do teto toda retorcida e muito fumaça. Numa das laterais, é possível ver que a cobertura cedeu e foto da parte de dentro mostra além das montanhas de produtos queimados, placas de metal caídas.

As equipes foram tiradas de dentro do prédio às 3h, depois que já era possível finalizar o combate direto às chamas, segundo o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros, Fernando Carminatti.

Das 17h de ontem até às 5h30 de hoje, os bombeiros tinham usado 360 mil litros de água no combate e 1.850 litros de espuma.  Só isso mostra a dimensão do fogo em comparação com outros desastres do tipo na Capital. Considerado o pior incêndio até ontem, as chamas no Planeta Real, em 2013, consumiram 70 mil litros de água, 5 vezes menos.

No interior da loja, as chamas, que começaram nas prateleiras contendo produtos inflamáveis – álcool em gel e líquido, outros frascos com materiais de limpeza – se espalharam rápido e a fumaça densa nesta manhã, se deve a quantidade de material de fácil combustão, como madeira, papelão, também explicou o coronel.

No interior da loja, há montanhas de produtos queimados e placas de metal caídas do teto. Foto: Henrique Kawaminami

Por volta das 8h, as equipes que passaram a noite e madrugada no local foram substituídas. Cerca de 50 militares ainda trabalham no local, metade deles estava de folga e foi convocada para reforçar o time no combate.

A Avenida Duque de Caxias continua interditada no sentido Aeroporto Internacional de Campo Grande/Centro, para que as viaturas possam se movimentar facilmente e para evitar acidentes caso a estrutura venha abaixo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

4ª convocação
Atleta corumbaense disputa Pan-Americano de Basquete Máster no México
Destaque
Plano de Combate a incêndios prevê instalação de 13 bases avançadas no Pantanal
Obrigatório
FUNPREV convoca aposentados e pensionistas por invalidez para perícia médica bianual
Assistência
Povo das Águas atende moradores da região do Baixo Pantanal a partir de segunda, dia 22
Destaque
Corumbá promove, na 6ª feira, 2ª Conferência de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde
Economia
Exportação de industrializados de MS atingem US$ 434,7 milhões em março
Mudança
Novo sistema de cadastro no Programa Precoce MS já está disponível
Abril Verde
Campanha promove conscientização contra assédio a mulheres no trabalho
Plantão
Moradores do Centro América acionam os Bombeiros para conter Pitbull agressivo
Eleições 2024
Em novo partido, vereador Luciano Costa confirma pré-candidatura à prefeitura de Corumbá

Mais Lidas

Prata da Casa
Campanha arrecada doações para estudante competir em provas de atletismo na Capital
Segurança Alimentar
Supermercado de Ladário recebe autorização para manipular alimentos de origem animal
Segurança
Em 1º mês de atuação, Gafip recupera 100% das tornozeleiras rompidas em Corumbá
Corumbá
Banda faz apresentação cultural em celebração aos 376 anos do Exército