Menu
quinta, 29 de julho de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Promoção de Junho
Geral

Reunião acerta detalhes e Polícia confirma reforço de Campo Grande para segurança no carnaval

20 janeiro 2016 - 14h47Gesiane Medeiros
    Reunião com representantes de Escolas de Samba, Cordões e Blocos (oficiais, independentes e de sujo) se reuniram na manhã desta quarta-feira (20), em auditório da Polícia Civil, com Fundação de Cultura, Polícia Civil, Polícia Militar, Agetrat, Bombeiros e Seinfra, para os acertos finais da organização e segurança da maior festa popular do centro-oeste. A definição dos horários de saída dos blocos e cordões ainda são motivos de desentendimentos, alguns grupos desejam iniciar seu desfile mais tarde do que o horário estipulado pela Fundação de Cultura, e por isso ficou definido que até amanhã, quinta-feira, os representantes das agremiações e da Fundação irão se reunir para equacionar as pendências. O portal de saída dos blocos será na rua Treze de Junho e a linha de chegada na Major Gama, o presidente-diretor da Fundação de Cultura, Joílson silva, avisou ainda que será proibida a subida da bateria pela rua Major Gama, "no final do desfile a bataria deverá seguir direto para Avenida General Rondon", especifica Joílson. O Corpo de Bombeiros deixou claro que a fiscalização dos carros e trios utilizados nos desfiles será intensa, e as agremiações devem respeitar o número máximo de componentes que poderão desfilar encima e a frente do trio. "Quando detectado um número acima do estabelecido para segurança dos foliões, a polícia será acionada para auxiliar na retirada do excedente", disse Fernando  Jorge, coordenador municipal de segurança pública. Diretor-Presidente da Agretrat, Agência Municipal de Trânsito e Transporte, Alexandre do Carmo, assegurou que as vias por onde as Escolas de Samba e demais entidades desfilarão, não terão carros estacionados. “Será divulgado um mapa com as interdições que ocorrerão nos dias das festividades”, afirma o diretor. Este ano o horário limite para liberação das ruas pertencentes ao circuito carnavalesco será 16h.  Reforço no policiamento Em conversa com a delegada da mulher Paula Ribeiro, responsável pela regional até o retorno das férias do Delegado titular Gustavo Vieira, foi confirmado o reforço de policiamento para o período do carnaval 2016. “O reforço virá da delegacia especializada de Campo Grande, todas as equipes contarão com aumento de policiais para o trabalho, além da recente chegada de uma nova turma de efetivos no ano passado”, afirma a delegada. Além do reforço entre as equipes policias, os foliões poderão contar com a utilização de câmeras de segurança, instaladas pelo circuito carnavalesco, “ao todo a cidade já está com cinco dos equipamentos afixadas e até o início do carnaval a previsão é que totalize sete câmeras”, indicou Fernando Jorge, coordenador municipal de segurança pública. A Guarda Municipal é a responsável pelo videomonitoramento, que em conjunto com a Polícia Militar e Civil terão uma ferramenta poderosa para o enfrentamento da violência durante os dias de festividade na cidade.   Folia com saúde A secretária de saúde do município, Dinaci Vieira, também esteve presente na reunião e alertou a todos sobre os cuidados relacionados à saúde durante os dias da folia, para com o alto risco de endemias na cidade. “Peço que os representantes das agremiações, divulguem entre os componentes que não esqueçam de levar sacolas para armazenarem os lixos corretamente”, solicitou a secretária, alertando que a cidade está em situação preocupante e o aumento de pessoas circulando no município causa um alerta à saúde pública. Ainda segundo a secretária os números de ocorrências deste ano já assustam, “são mais de 823 casos de dengue, seis de chikungunya, zika vírus e leishmaniose e ainda quatro casos de H1N1, o poder público não consegue solucionar sozinho, precisa da ajuda da população”, afirma Dinanci. A saúde confirmou que durante os dias de folia, uma viatura do Samu e uma da Vigilância Sanitária estarão disponíveis para atendimento.   Proibição para menores Também presente da reunião, Delegado da Infância, Juventude e Idoso, Sam Ricardo Aranha, reforçou as obrigatoriedades a serem respeitadas quanto a proibição da venda de bebidas alcoólicas para menores de idade, a portaria que define os termos é a 001 de 2016. "Os órgãos fiscalizadores, Policias e Conselho Tutelar, estarão atentos as infrações, que serão devidamente cobraras com rigor", diz o delegado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Imunização
Veja quem pode se vacinar nesta quinta (29)
Dia mais frio do ano
MS registra geada em 26 cidades e tem sensação térmica de -6ºC
Operação Vostok
Polaco volta a MS para depor na PF sobre crimes fiscais
Alerta
Prazos para regularização de infrações, veículos e habilitação voltam a ser cobrados
Após 4 anos parada
Além de produzir energia, usina termelétrica reativada vai gerar empregos e ICMS
Investigação
Acusado ganhava confiança das vítimas para praticar crimes de estelionato
Tempo
Frio ganha força e aumenta chance de geada nesta quinta-feira
Agricultura
Colheita do milho deve sofrer queda de mais de 2 milhões de toneladas
Destaque
MS mantém liderança no ranking da OPAS como melhor Estado que vacina contra Covid-19 no país
Olímpiadas
Tóquio: seleção brasileira vence a Arábia Saudita e avança às quartas

Mais Lidas

Na Capital
Júri absolve assassino confesso por ele ter agido em "ato de desespero"
Ilumina Pantanal
Projeto leva energia solar para sete municípios e mais de 2 mil famílias no Pantanal
340 vagas
Matrículas para cursos de línguas do IFMS começam nesta quarta (28)
Monitoramento
Ladário sai da bandeira vermelha e volta para laranja