Menu
domingo, 25 de julho de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Promoção de Junho
Geral

Programa Pró Pantanal é lançado oficialmente para recuperar bioma

13 julho 2021 - 10h36Assessoria de Comunicação do Sebrae

Nesta segunda-feira (12), foi lançado oficialmente o Pró Pantanal – Programa de Apoio à Recuperação Econômica do Bioma Pantanal. A iniciativa foi apresentada em live do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), que lançou um conjunto de ações para mitigação, prevenção e combate a incêndios e queimadas nas áreas rurais do Pantanal brasileiro. 
  
Formatado pelo Sebrae nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, o programa Pró Pantanal visa reduzir o impacto das queimadas na economia local por meio da dinamização das atividades econômicas e do estímulo às micro e pequenas empresas localizadas nos dois estados. A iniciativa conta com o apoio do MAPA e com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). 
  
Durante o evento de lançamento, a ministra Tereza Cristina reforçou a atuação integrada entre as instituições. "Acredito muito nessa parceria, e juntos vamos longe, trazendo programas de educação e empreendedorismo. Os estados estão se antecipando num cenário de preocupação, e estamos a frente com ações que são tão importantes”, comentou. 
 
O governador do Estado de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, também destacou este trabalho em conjunto, inclusive para ações futuras. “Esse trabalho em conjunto, não tenho dúvidas de que é o fundamento desses programas, e essa integração vai fazer avançarmos gerando oportunidades para esses ribeirinhos e os próprios pantaneiros, no combate as queimadas”. 
 
Para o diretor-superintendente do Sebrae/MS, Claudio Mendonça, a proposta do Pró Pantanal é levar melhorias para as comunidades, por meio do fomento ao empreendedorismo, garantindo emprego e renda. “O Sebrae colabora para geração de renda, para que os ribeirinhos possam ter mais renda, serem mais sustentáveis, e fazerem o uso de uma tecnologia de sustentabilidade, disponibilizada pelo Sebrae para atender ao pequeno empresário”, disse. 
  
Segundo o diretor-superintendente do Sebrae/MT, José Guilherme Ribeiro, existem oportunidades únicas no Pantanal, que serão exploradas dentro do programa. “Nós temos que criar alternativas, e mecanismos para que venhamos utilizar a Bioeconomia. O bioma Pantanal é riquíssimo e pouco explorado no que tange à bioeconomia. Portanto, certamente, através de pesquisa aliadas à tecnologia, vamos buscar alternativas”, afirmou. 
 
Também presente de forma virtual no lançamento das ações, o presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles, reforçou a atuação da instituição pelo fomento do empreendedorismo, diante de diferentes projetos. “O nosso papel, como Sebrae, será de ser educativo e levar educação empreendedora, inovação e prevenção”. 
 
Em Mato Grosso do Sul, o programa abrange os municípios de Aquidauana, Anastácio, Bodoquena, Corumbá, Corguinho, Coxim, Ladário, Miranda, Porto Murtinho, Rio Verde de Mato Grosso, Rio Negro e Sonora. Já em Mato Grosso, o trabalho contempla Barão de Melgaço, Cáceres, Itiquira, Lambari d'Oeste, Nossa Senhora do Livramento, Poconé e Santo Antônio do Leverger. 
  
Ainda na live, foi lançado o Painel Risco de Incêndio do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que irá auxiliar nas estratégias de prevenção a queimadas. A ferramenta digital monitora e divulga os locais com maior probabilidade de ocorrência de incêndio no Brasil. “É o primeiro lançamento de produto do sistema nacional de meteorologia, agora será lançado com todos os órgãos o painel de risco de incêndio, o aplicativo já está disponível”, explicou o diretor do Instituto Nacional de Meteorologia (INMEP), Miguel Ivan Lacerda de Oliveira. 
  
Participaram ainda do evento o secretário de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação do MAPA, Fernando Camargo e o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul, coronel Hugo Djan Leite. O presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae/MS e titular da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck, também acompanhou a live. 
  
Sobre o Pró Pantanal 
Neste momento, são realizadas pesquisas com grupos focais que incluem produtores rurais, comerciantes locais, empresários do trade turístico e artesãos para identificar qual é a realidade de cada público, as dificuldades enfrentadas e as ações de melhorias e capacitação que podem ser feitas para promover a transformação. A partir dos levantamentos, serão traçadas as ações voltadas para cada público. 
  
Outras ações do programa incluem governança local estabelecida comprometida e criação de novos núcleos de lideranças; promoção de um clima favorável para execução das atividades nos ambientes de negócios; oportunidades para o desenvolvimento dos pequenos negócios; a desão de parceiros estratégicos como prefeituras, sindicatos, associações, cooperativas, organizações do terceiro setor, ONGs, instituições de pesquisas e de ensino. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Seguiriam para Bolívia
Dois veículos que seriam atravessados para Bolívia são recuperados
Mais tempo
Exame toxicológico na emissão de CNH tem prazo ampliado para utilização do laudo
Empreendedorismo
Cinco erros que o empresário deve evitar no Marketing e Vendas
Imunização
Sábado tem vacinação contra Covid até 12h no drive do Poliesportivo
Investigaçã
Famosos em MS, grupos de venda estão 'recheados' de produtos roubados
Saúde
Anvisa suspende estudos clínicos da Covaxin no Brasil
Sorte
Mega-Sena pode pagar R$ 7 milhões no sorteio deste sábado
Cidade Tranquila
Operação conjunta combate crimes fronteiriços em Corumbá e Ladário
Tempo
Ar seco e quente pode marcar o sábado em Mato Grosso do Sul
Acidente
Motociclista fratura clavícula após perder controle em lombada

Mais Lidas

Seguiriam para Bolívia
Dois veículos que seriam atravessados para Bolívia são recuperados
Imunização
Sábado tem vacinação contra Covid até 12h no drive do Poliesportivo
Cidade Tranquila
Operação conjunta combate crimes fronteiriços em Corumbá e Ladário
Mais tempo
Exame toxicológico na emissão de CNH tem prazo ampliado para utilização do laudo