Menu
quarta, 01 de dezembro de 2021
Cassems - Rede Amo
Mobile - Andorinha Dezembro
Geral

Obra do anel viário que atenderá portos em Murtinho terá conclusão antecipada

17 julho 2020 - 10h18Sílvio de Andrade da Comunicação de MS

Com 50% dos serviços preliminares concluídos, como abertura do arruamento, limpeza do terreno e implantação da base para receber o pavimento, segue em ritmo acelerado a obra de implantação do contorno rodoviário de Porto Murtinho, município situado no extremo sudoeste do Estado. O investimento do Governo do Estado atenderá aos portos em construção no Rio Paraguai e futuras instalações alfandegárias.

O anel viário terá 7,19 km de extensão, do entroncamento com a BR-267, na entrada da cidade, à área portuária, contornando lateralmente ao dique de contenção de cheias construído na década de 1980. As faixas de rolamento terão 3,5 metros de largura e os acostamentos de 2,5 metros, com uma rotatória próxima a bomba que drena as águas da área interna ao dique. A estrutura também terá ligação asfáltica com o centro da cidade.

Em execução pela empresa Bandeirantes, o anel viário deverá ser concluído antecipadamente, informou o engenheiro responsável pela obra, Sidney José Carvalho. “Estamos trabalhando em várias frentes, com 140 operários, e a meta é concluir em outubro deste ano, embora o prazo contratado seja para dezembro”, garantiu. Algumas dificuldades de solo (argiloso) e de ordem jurídica (ocupação irregular da área) já foram superadas, segundo o engenheiro.

Ação de governo

Cumprindo o cronograma de investimentos em infraestrutura viária e urbana em Porto Murtinho, garantindo suporte aos empreendimentos de transporte rodoviário e hidroviário que estão se instalando na região, o Governo do Estado iniciou a construção do contorno viário para acesso aos portos que margeiam o Rio Paraguai. A obra de R$ 25,2 milhões beneficia também a cidade, tirando o tráfego pesado da área central.

Com a retomada dos embarques no terminal da APPM (Agência Portuária de Porto Murtinho) e o início das operações do novo porto, da FV Cereais, a movimentação de caminhões com cargas de soja é intensa na BR-267 em direção a Porto Murtinho. Próximo à entrada da cidade, também iniciou atividades o Centro de Triagem Mecari, megaestrutura privada que disciplinará o fluxo de veículos aos portos, com um estacionamento para 400 caminhões.

“O contorno rodoviário é uma necessidade para evitar transtornos à cidade, e faz parte de uma estrutura logística fundamental para atender ao fluxo de veículos, que agora só tende a aumentar”, disse o empresário Peter Feter, sócio-proprietário da FV Cereais. “É uma obra que também demonstra o compromisso do Estado e dá garantias e confiabilidade ao investidor, pois a logística é um dos gargalos que hoje travam os nossos negócios”, completou.

Obra estratégica

Conforme o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck, a pavimentação do acesso é parte de um plano para reforçar a estrutura logística de Murtinho e toda a região Sudoeste. Além da nova estrutura portuária em operação e projetada, o município será o eixo da Rota Bioceânica, que abrirá caminho para os produtos brasileiros ao mercado asiático, via portos do Chile.

O investimento que o Estado faz na construção do contorno rodoviário consolida o projeto de expansão da capacidade portuária e de incremento da hidrovia, que se transforma em importante rota para escoamento da produção, via portos da Argentina e do Uruguai, ao resto do mundo. “Essa obra melhora o acesso à região portuária, facilita o dia a dia na cidade, que já não estava suportando o tráfego pesado, e dá qualidade de vida à população”, finaliza Verruck.

Do total da obra já executada, 20% estão com base pronta para receber o lançamento da massa asfáltica, a partir da rotatória que disciplina a entrada e saída dos caminhões da área portuária em sentido à BR-262, segundo a empreiteira. Uma das dificuldades na execução do projeto é o transporte de material para terraplenagem, distante até 20 km. O serviço está sendo acompanhado pela Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos).

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Crescimento
MS tem 37,9 mil trabalhadores formais a mais que antes da pandemia
Polícia
'Deu Zebra' não chega nem perto de donos do jogo do bicho e policiais se revoltam em Campo Grande
Meio Ambiente
Sanesul é cobrada para eliminar descarte de lodo na região do Porto Geral
Benefício
Nascidos em dezembro têm até o dia 31 para aderir ao saque-aniversário
Infraestrutura
Recuperação de galeria no bairro cervejaria é urgente
Acidente
Motociclista sofre ferimentos em queda acidental
Inédito
Bonito recebe primeiro voo em conexão direta com Congonhas nesta quinta-feira (02)
Habitação
Decreto regulamenta projeto Lote Urbanizado e cria novas regras e prazos
Rio Brilhante
Empresários que tiveram prisão decretada na operação 'Dark Card' estão foragidos
Jovens Empreendedores
Alunos de Escolas Municipais de Porto Murtinho expõem produtos desenvolvidos em sala

Mais Lidas

Alerta
Estudantes de medicina denunciam faculdade boliviana por aulas presenciais com casos de Covid
Desdobramentos
Universidade de medicina na Bolívia responde denúncia e concede exame virtual
Farsa
Bolivianos são presos ao tentavam ir para a Europa com documentos paraguaios
Cidade
Briga de casal termina com marido ferido por faca