Menu
quinta, 29 de julho de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Promoção de Junho
Geral

MPF recomenda que IFMS aumento de vagas para candidatos negros em concurso público para professor

Certame prevê menos vagas para pessoas pretas ou pardas do que determina a lei

15 junho 2019 - 09h58Sylma Lima

O Ministério Público Federal (MPF) recomendou ao Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) que publique um edital complementar ao 089/2018, que regulamenta o concurso público de provas para o cargo de Professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico da instituição de ensino, aplicando o percentual legal de reserva para negros, que é de 20% sobre a totalidade de vagas oferecidas. O edital prevê 14 vagas destinadas à ampla concorrência e apenas duas vagas para pessoas pretas ou pardas.

A reserva de 20% das vagas de concursos públicos para pessoas pretas e pardas é garantida pela lei nº 12.990/2014. Das sete áreas previstas no edital, duas destinam 3 vagas para a ampla concorrência: administração e arquitetura, prevendo também, cada uma delas, uma vaga para pretos ou pardos e uma vaga para pessoas com deficiência. As demais áreas preveem apenas vagas destinadas à ampla concorrência: biologia (1 vaga), educação física (2),

informática/redes (1), português/inglês (2) e química (2).O próprio edital do IFMS especifica que “somente haverá reserva imediata de vagas para os candidatos negros nos cargos com número de vagas igual ou superior a 3”, aplicando o percentual de reserva para negros sobre cada área oferecida e não sobre o número total de vagas, contrariando a legislação. O MPF destaca que, uma vez aplicados os percentuais de reserva sobre o número total de vagas, chegaria a 4 o número de vagas destinadas a pessoas autodeclaradas pretas e pardas, o dobro do que foi efetivamente disponibilizado.

Outro problema detectado pelo MPF no certame é que a sistemática adotada pelo IFMS na convocação para a prova de desempenho didático, pautada na ordem de classificação geral, sem fazer qualquer distinção entre as listas das vagas de ampla concorrência, pessoas negras e pessoas com deficiência, impactou desproporcionalmente sobre os candidatos cotistas, já que os percentuais de reserva de vagas devem ser aplicados sobre todas as fases do concurso público.

Por isso o MPF recomenda, além de uma sessão pública de sorteio com o objetivo de distribuir as duas novas vagas para negros entre as áreas que não foram contempladas no edital de abertura, a publicação de outro edital complementar com a finalidade de convocar um número maior de candidatos negros e com deficiência para a realização da prova de desempenho didático. O documento destaca ainda a observação desses critérios nos futuros concursos públicos a serem promovidos pelo IFMS.

O Instituto Federal tem o prazo de 15 dias, a partir do recebimento, para informar se acatará os termos da recomendação e comprovar as medidas adotadas.

Acesse a íntegra da recomendação no site do MPF: http://www.mpf.mp.br/ms/sala-de-imprensa/noticias-ms/mpf-recomenda-que-ifms-aumente-o-numero-de-vagas-para-candidatos-negros-em-concurso-publico-para-professor

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Após 4 anos parada
Além de produzir energia, usina termelétrica reativada vai gerar empregos e ICMS
Investigação
Acusado ganhava confiança das vítimas para praticar crimes de estelionato
Tempo
Frio ganha força e aumenta chance de geada nesta quinta-feira
Agricultura
Colheita do milho deve sofrer queda de mais de 2 milhões de toneladas
Destaque
MS mantém liderança no ranking da OPAS como melhor Estado que vacina contra Covid-19 no país
Olímpiadas
Tóquio: seleção brasileira vence a Arábia Saudita e avança às quartas
Calendário
Comprovação para a primeira chamada do Prouni termina hoje
Na Capital
Júri absolve assassino confesso por ele ter agido em "ato de desespero"
28 de julho
Dia do Agricultor: data valoriza papel dos trabalhadores rurais na economia
Com restrições
Visitas presenciais são retomadas a partir de 1º de agosto nos presídios de MS

Mais Lidas

Na Capital
Júri absolve assassino confesso por ele ter agido em "ato de desespero"
Ilumina Pantanal
Projeto leva energia solar para sete municípios e mais de 2 mil famílias no Pantanal
340 vagas
Matrículas para cursos de línguas do IFMS começam nesta quarta (28)
Monitoramento
Ladário sai da bandeira vermelha e volta para laranja