Menu
quinta, 20 de junho de 2024
Governo - Detran MS
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Marquinhos diz apoiar Contar, e André Puccinelli aguarda decisão partidária coletiva para apoio

08 outubro 2022 - 08h23Portal G1

Os ex-candidatos ao governo de Mato Grosso do Sul (MS), André Puccinelli (MDB) e Marquinhos Trad (PSD) se pronunciaram sobre como vão se manifestar quanto aos possíveis apoios nos 2º turnos no estado e na corrida presidencial.

O ex-governador, André Puccinelli ainda vê os possíveis apoios como impasses. O emedebista espera decisão de todos da ala executiva do partido para expressar a opinião.

Porém, em coletiva de imprensa, o representante do partido disse que os filiados e candidatos estão "livres" para apoio individualizado, seja para qual lado for.

“Deixar livre para apoiar os candidatos. Não precisamos rezar o ‘beabá’. Iremos reformular os nossos pensamentos. Liberamos cada uma das pessoas do partido a se posicionar individualmente. Alguns antes das eleições do primeiro turno já saíram apoiando. Vamos ouvir todos, temos que voltar com o sentimento partidário. Quem quiser continuar com o MDB, continuará com as nossas orientações. Eu ainda não sei, vou tomar minha decisão junto ao partido”, ressaltou Puccinelli.

O ex-governador recebeu 247.093 votos no primeiro turno das eleições ao governo de MS, permanecendo com 17,18% dos votos.

Derrotado em 1º turno, Marquinhos Trad, que recebeu 124.795 votos (8,68%), anunciou que vai apoiar o deputado estadual Capitão Contar (PRTB), na eleição estadual, e defendeu a reeleição do presidente da República Jair Bolsonaro (PL).

“Comecei uma campanha disputando bem próximo ao André, entorno de 30%. Depois, vieram as armações, as mentiras, e eu cai pra 18%. Me sustentei até o debate no presidente da República. Todas as pesquisas, inclusive as qualitativas, apontavam que quem estava optando por uma mudança no estado, estava em dúvida entre a minha pessoa e o Contar. Eles (eleitores) viam, em todas as posições no plano de governo e em todos os debates, que haviam duas pessoas firmes contra tudo o que está acontecendo nesses oito anos no estado. Ou era o Marquinhos, ou era o Renan Contar”, afirmou em entrevista coletiva.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Destaque
Atleta, empresário e servidor público são homenageados pela Câmara de Corumbá
Evento
Corumbá recebe etapa Pantanal do Diálogo sobre Patrimônio Cultural e Ações Climáticas
Destaque
Corumbá debate o Paradesporto em Festival da Inclusão na Apae
No Pantanal
Vereador pede instalação de hidrante para combate a incêndios em Forte Coimbra
Assistência
Abertas as inscrições para Casamento Civil Comunitário 2024 em Corumbá
50% + que 2023
Governo de MS libera R$ 72 milhões das emendas parlamentares de 2024
Paredão de fogo
Equipes atuam em cinco frentes de combate ao fogo no Pantanal
Economia
Conselho aprova 86 cartas consulta que pleiteiam R$ 175 milhões em financiamentos pelo FCO
Meio Ambiente
ONGs destacam importância do trabalho conjunto no combate à incêndios no Pantanal
Tempo
Quinta-feira tem chance de chuva em parte do estado, mas em Corumbá o calor continua

Mais Lidas

Queimadas
Fogo destrói ponte de madeira na Estrada Parque
Ladário
Incêndio atinge região da Apa Baía Negra
Queimada
Fogo cresce na região do Bracinho e brigada da Apa Baía Negra fica sob alerta
Fronteira
Operação conjunta apreende 2 toneladas de mercadorias irregulares, Ilhamas empalhadas e cocaína