Menu
terça, 30 de novembro de 2021
Cassems - Rede Amo
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Mais 780 mil hectares do Pantanal já foram destruídos pelas queimadas

28 julho 2020 - 08h39Gesiane Sousa

O Ibama recalculou o que foi destruído pelo fogo este ano no Pantanal, são mais de 780 mil hectares, área cinco vezes maior que a cidade São Paulo. Não há previsão de chuva pelos próximos dias e as altas temperaturas aliadas a ventos com tendência de elevação, aumentam a potência do fogo, que se mantém resistente as ações dos Bombeiros, Brigadistas do PrevFogo/Ibama e militares à bordo das quatro aeronaves empenhadas na operação de guerra para salvar a biodiversidade da maior planície alagável do planeta. 

Na tarde desta segunda-feira, 27 de julho, após o avião Hercules da Força Aérea ser incluído na linha de combate, com lançamentos de 12 mil litros de água sobre os incêndios, um sobrevoo de avaliação capturou imagens da situação que ainda está muito longe de ser amenizada.

Essa é a primeira vez que o Hércules saiu do Rio de Janeiro para atuar no no combate a incêndios no Pantanal. O maior desafio nesse tipo de voo em incêndios florestais é que o avião voa a 50 metros do chão, e por causa do calor e da neboulosidade, não pode atravessar a nuvem de fumaça que tem sobre o Pantanal, porque senão o ar pode ficar sem oxigênio, e sem oxigênio os motores podem parar de funcionar. É uma atividade arriscada.

O sobrevoo de avaliação realizado ontem determinou as ações de hoje no pantanal. Logo pela manhã, o Hércules vai realizar o primeiro de seus quatro sobrevoos planejados para esta terça-feira (28). No período da manhã, serão dois lançamentos a cerca de 5 quilômetros da área urbana de Corumbá e um outro próximo a Serra do Amolar. À tarde, o último do dia será na região do Jatobazinho.

As aeronaves Pantera e Blackhalk irão transportar Bombeiros e Brigadistas para áreas de difícil acesso, onde realizarão trabalho de combate em terra, na região próxima a Serra do Amolar. Haverá também lançamento de água com o Bambi Backet pelo Cougar, em região próxima à cidade. No final do tarde, um novo sobrevoo com a aeronave UH-15, vai avaliar o resultado das ações empenhadas.

A fumaça das queimadas no Pantanal atingem a zona urbana da cidade que chegou ater chuva de foligem nesta segunda-feira (27). Foto: Marinha do Brasil

Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais(INPE), do começo do ano até o dia 24 de julho de 2020, Mato Grosso do Sul registrou 3.829 mil focos de incêndio e está em segundo lugar no ranking dos Estados. Corumbá (MS) tem mais de 2.600 mil focos registrados e lidera o ranking das cidades no país. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Delegacia de Polícia Civil
Com emenda parlamentar de Evander, Ladário inaugura "Sala Lilás" em Dezembro
Cidade
Briga de casal termina com marido ferido por faca
Política
Paulo Duarte toma posse dia 03 com transmissão ao vivo
Transporte Coletivo
Vereador pede mais ônibus circulando para reduzir espera e evitar superlotação
Além de mais veículos circulando, a reivindicação incluiu a instalação de cobertura e banco no ponto de ônibus da Firmo de Matos
Sem festa
Depois de cancelar o Carnaval, Trad diz que Capital também não terá festa de Réveillon
Farsa
Bolivianos são presos ao tentavam ir para a Europa com documentos paraguaios
Doe Vida
Nesta terça e quarta Corumbá realiza campanha de doação de sangue
Economia Local
Servidores municipais recebem salário de novembro hoje e 13º no dia 15 de dezembro
Transporte Aéreo
Voo ligando Corumbá a Campo Grande é solicitado durante sessão da Câmara
Vigilância
Nota técnica alerta população para doença mão-pé-boca

Mais Lidas

Oportunidade
IFMS abre 482 vagas em cursos de graduação gratuitos
No Pantanal
Estrada que liga ponte do Naitaca a rodovia tem previsão de entrega antecipada para janeiro de 2022
Corumbá
Bombeiros evitam explosão de gás de cozinha em casa do centro
Corumbá
Motorista abandona condutor de moto ferido após colisão