Menu
sábado, 08 de maio de 2021
Governo - O Estado que cresce - Maio
Andorinha - Maio
Geral

Justiça Federal condena réus da operação Serra Nevada

24 janeiro 2019 - 14h39MPF/MS

A 3ª Vara Federal de Campo Grande (MS) condenou 14 pessoas denunciadas pelo Ministério Público Federal (MPF) em caso criminal que envolvia rede de tráfico internacional de drogas. O caso chamou atenção pelo volume das ações de tráfico e lavagem de dinheiro, em especial pela ostentação da riqueza auferida com os crimes. Os principais líderes de um dos grupos criminosos, os irmãos Odir Fernando dos Santos Correa e Odacir Santos Correa foram condenados a 51 anos e 14 anos de reclusão, respectivamente.

Entenda o caso - A investigação realizada pela Polícia Federal no bojo da operação Serra Nevada descortinou ações de grupos organizados ligados ao tráfico internacional de drogas com logística que envolvia ingresso de cocaína boliviana para o Brasil. A droga era arremessada por aeronaves em área rural e posteriormente transportada em rodovias com destino final ao Estado de São Paulo, onde se localizava o núcleo criminoso dos compradores.

Durante as investigações, foram realizadas diversas apreensões de drogas, dinheiro e prisões em flagrante. No contexto geral da investigação ganham destaque uma apreensão de carregamento de mais de 427 kg de cocaína e apreensões de altas somas em dólares (num dos casos, mais de U$ 1,3 milhão).

O comércio transnacional de entorpecentes garantiu aos membros da organização uma vida de luxo e ostentação que incluía imóveis de alto padrão e veículos importados. Além de dinheiro em espécie, joias, armas e munições, a Justiça Federal decretou perdimento de um apartamento em São Paulo e de 16 veículos, que vão desde um Fiat Pálio até uma Land Rover Vogue, avaliada em mais de R$ 200 mil. Há ainda bens que já foram a leilão, cujo valor arrecadado também está à disposição da Justiça.

Parte significativa dos lucros do tráfico de drogas foi submetida a atos de lavagem de dinheiro. Boa parte dos bens foram adquiridos em nome de terceiros com o nítido intento de ocultação de sua propriedade e de sua origem ilícita. Com o mesmo propósito de ocultação, valores foram movimentados em contas bancárias de terceiros.

A sentença não abrange todos os denunciados pelo MPF, já que alguns réus tiveram seus processos desmembrados. Com relação a essas pessoas, ainda se aguarda o desfecho do processo penal. Na condição encontram-se os réus Adriano Moreira da Silva (identificado com o principal comprador da droga em São Paulo), André Luiz de Almeida Anselmo (sócio da revenda de veículo I9, utilizada para lavagem de dinheiro), Felipe Martins Rolon e Wesley Silverio dos Santos.

Além da imposição de penas privativas de liberdade, os réus forma condenados a penas de multa. No caso de Odir, o valor da multa é próximo a R$ 1 milhão.

Confira abaixo o nome, os crimes e as penas de cada um dos condenados.

 

Odir Fernando dos Santos Correa

Associação para o tráfico

Tráfico de drogas

Lavagem de dinheiro

51 anos, 1 mês e 15 dias

Odacir Santos Correa

Associação para o tráfico

Lavagem de dinheiro

14 anos, 8 meses e 15 dias

Odair Correia dos Santos

Associação para o tráfico

Tráfico de drogas

Lavagem de dinheiro

16 anos, 2 meses e 25 dias

Severina Honório de Almeida

Associação para o tráfico

4 anos e 2 meses

Gustavo da Silva Gonçalves

Associação para o tráfico

Lavagem de dinheiro

12 anos, 5 meses e 12 dias

Luciano Costa Leite

Associação para o tráfico

Tráfico de drogas

11 anos, 11 meses e 22 dias

Ronaldo Couto Moreira

Associação para o tráfico

Tráfico de drogas

Posse irregular de munições

33 anos, 10 meses e 17 dias

Oldemar Jacques Teixeira

Associação para o tráfico

Tráfico de drogas

26 anos, 6 meses e 15 dias

Ary Arce

Associação para o tráfico

Posse irregular de armas e munições

7 anos e 1 mês

Glauco de Oliveira Cavalcante

Associação para o tráfico

Tráfico de drogas

11 anos e 10 meses

Alessandro Fantatto Encinas

Associação para o tráfico

Tráfico de drogas

12 anos e 10 meses

Odilon Cruz Teixeira

Associação para o tráfico

Tráfico de drogas

13 anos e 1 mês

Paulo Hilário de Oliveira

Associação para o tráfico

Tráfico de drogas

8 anos e 11 meses

Antônio Marcos Machado

Associação para o tráfico

4 anos e 1 mês

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
PM presenteia criança que sonha ser policial militar em seu aniversário
POLICIAL
PM de Corumbá Intensifica Patrulhamento e Fiscalização em Área Rural
GERAL
Em visita ao Governo do Estado Bia Cavassa acompanha projetos para a região pantaneira
SAÚDE
MS recebe neste sábado novo lote de vacinas da Coronavac para aplicação da segunda dose
CORONAVÍRUS
Levantamento mostra que 17% das mortes por covid em MS eram de pacientes sem comorbidade
GERAL
Detentos bolivianos em Corumbá recebem assistência de Consulado
GERAL
Energisa alerta para consumo consciente da energia elétrica em tempos de home office e aulas on-line
Com mudança na bandeira tarifária, consumidores precisam adotar práticas sustentáveis para evitar desperdício e fazer o uso consciente da energia
EDUCAÇÃO
Reforma e adequação da escola Pedro Paulo de Medeiros começa nesta segunda
POLICIAL
PMA e Bombeiros resgatam anta com mais de 200 kg de piscina em clube
ESPORTE
Vereadores sugerem construção de pista de Mountain Bike em área no Dom Bosco

Mais Lidas

POLICIAL
Jovem é preso com 483 unidades de maconha no Cristo Redentor
OPERAÇÃO PF
PF deflagra Operação Grão Branco de combate ao tráfico internacional de drogas
TRÁFICO DE DROGAS
PRF apreende 494 Kg de maconha e 7 Kg de skunk na BR-262
GERAL
PMA de Corumbá recebe doação de viatura da Vale para uso na fiscalização no Pantanal