Menu
domingo, 17 de janeiro de 2021
Andorinha - campanha dezembro
Andorinha - Dezembro
Geral

Gasto de energia em MS aumentou o equivalente ao consumo de Corumbá

14 fevereiro 2019 - 10h03Campo Grande News

Mato Grosso do Sul registrou um novo recorde no consumo de energia no início do verão em dezembro. O aumento é equivalente ao consumo mensal de uma cidade do porte de Corumbá, com 110 mil habitantes, e gerou diversas reclamações, audiências públicas e parcelamento nas contas.

De acordo com a Energisa, o aumento foi de 5% comparado com o mês de dezembro de 2017 e se explica com o intenso calor que tem feito nos últimos dias. 2018 teve o dezembro mais quente desde 2006 e janeiro registrou calor recorde em 100 anos. Ainda em fevereiro, várias cidades do Estado bateram calor de 40° e o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), divulgou que das 20 cidades mais quentes do país, 10 são de Mato Grosso do Sul, sendo a campeã Porto Murtinho que registrou 41°C na última sexta-feira (8).

“Com temperaturas mais elevadas ocasiona um maior consumo de aparelhos de ar condicionado e também de equipamentos de refrigeração como freezers, geladeiras, câmeras frias, refletindo assim em um maior consumo elétrico. Verificamos também que no mês de Dezembro o maior consumo de energia se dá no período da tarde, sendo seu máximo por volta das 15h. Tal período coincide com necessidade de uma maior utilização dos equipamentos de refrigeração nos comércios e nas residências, o que é bem típico de meses de verão”, explicou a concessionária em nota.

Depois do susto ao perceber o aumento real nas contas, a população se mobilizou e diversas reuniões e audiências foram feitas para tratar do assunto que gerou até reclamação no Procon (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor), totalizando 814 só em janeiro. No final do mesmo mês, o coordenador comercial da Energisa, Jonas Ortiz Rudis, afirmou durante uma reunião na Câmara Municipal, que entre dezembro e janeiro, a empresa identificou 23 picos no consumo de energia no Estado.

A concessionária alertou ainda que os picos continuam durante fevereiro que também é quente, e reforçou que neste mês a bandeira tarifária é verde, ou seja, sem custo para os consumidores. Contudo, para que a bandeira de fato seja “sentida no bolso” é necessário o uso eficiente da energia e evitar desperdício. Só de 20 de janeiro a 5 de fevereiro, 355 consumidores pediram para parcelar as contas de energia em Mato Grosso do Sul. Conforme a Energisa, o Estado bateu recorde de consumo no início do verão e deve bater outro pico em fevereiro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EMPREGO
Eldorado Brasil oferece mais de 800 vagas para início imediato
Em Mato Grosso do Sul, são ofertadas novas posições para atuar nas unidades de Água Clara, Inocência e Selvíria
Coronavírus
Em 24 horas MS registra 1.316 exames positivos de Covid-19 e 13 mortes
CONCURSO DA PF
Polícia Federal publica edital de concurso com 1,5 mil vagas
POLICIAL
Com facada no coração, rapaz é deixado em frente padaria em cidade MS
SERVIÇOS
Em período chuvoso, saiba como receber alertas da Defesa Civil por SMS
PROCESSO SELETIVO
Sebrae abre processos seletivos com vagas na Capital e interior
São dois editais, sendo um para Pessoas com Deficiência. Salários chegam a R$ 4.802,92
ASSISTÊNCIA SOCIAL
Povo das Águas atende ribeirinhos da parte alta do rio Paraguai a partir do dia 19
TURISMO
Turismo de MS espera vacinação e já planeja duas campanhas para fomentar o setor
SAÚDE
Decreto reabre crédito de R$ 1,6 bi para aquisição de vacinas
CONCURSO PÚBLICO
Edição extra do Diário Oficial traz editais do processo seletivo para contratação de médico

Mais Lidas

POLICIAL
Com facada no coração, rapaz é deixado em frente padaria em cidade MS
CONCURSO DA PF
Polícia Federal publica edital de concurso com 1,5 mil vagas
Coronavírus
Em 24 horas MS registra 1.316 exames positivos de Covid-19 e 13 mortes
GERAL
INSS: prazo para recorrer de auxílio-doença negado termina hoje