Menu
domingo, 24 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Focos de incêndios no Pantanal aumentam e diminuem como numa gangorra

31 julho 2020 - 09h02Gesiane Sousa

Os relatórios do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (CENSIPAM), utilizados como mapeamento pela Operação Pantanal II, em combate às queimadas em Corumbá mostram que os números de focos de incêndio aumentam e diminuem com muita rapidez. O vento pode ser o grande vilão e responsável por espalhar o fogo na vegetação seca.

No último sábado, 25 de julho, quando a operação foi deflagrada, eram 21 focos registrados, em dois dias de ações efetivas, 8 deles foram controlados, porém novos pontos surgiram e os índices chegaram a ultrapassar o número inicial. Segundo a coordenação da operação, do inicio das ações até hoje, 19 focos já foram controlados. O último relatório aponta para 6 pontos de queimadas atualmente na regiião.

Em pensar que todo esse desastre ambiental, que já destruiu mais de 820 mil hectares do bioma pantaneiro, teve inicio por ação humana. A mesma pessoa que depende do Meio Ambiente para sobreviver, inicia o fogo, acreditado que tem controle sobre a chama.

Apostando na conscientização, policiais militares ambientais se deslocaram até o Pantanal, nesta quinta-feira (30), para fiscalizar e alertar ribeirinhos e pequenos agricultores sobre os danos que podem ser provocados a partir de pequenas queimadas.

PMA conversou e orientou ribeirinhos nesta quinta-feira, 30 de julho. Foto: Divulgação Marinha do Brasil

A Coordenação da Operação avalia que a educação ambiental é importante para prevenir novos focos de incêndio e influenciar no senso de responsabilidade das pessoas.

As aeronaves das Forças Armadas continuam atuando no combate direto aos focos de incêndio, com voos de reconhecimento, lançamento de água e transporte de bombeiros, brigadistas e militares.

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Flagrante
Dois turistas são multados em R$ 1,8 mil por pesca predatória no rio Miranda
Alerta
Últimos dias para inscrições em editais da Funarte
Imunização
Quem pode se vacinar contra Covid neste fim de semana
1 hora a menos
Agepan defende o retorno do horário de verão para economia de energia em MS
74 vagas
Concurso público da Sanesul recebe inscrições até 11 de novembro
Boletim Epidemiológico
MS volta a registrar mortes por Covid-19
Orientação
O que fazer para prevenir problemas durante e após temporais
CNH MS Social
Programa de habilitação gratuita já tramita na Assembleia Legislativa
Tempo
Chuva ganha força a partir deste sábado e pode trazer nova tempestade para MS
Precaução
Tradicional Procissão Fluvial é cancelada devido previsão de mal tempo

Mais Lidas

Causa não definida
Motorista de ônibus fretado com 42 passageiros perde o controle e colide na mureta da ponte
Dom Bosco
Homem baleado pede socorro em escola, mas não resiste e morre
Desdobramento
Embarcação que naufragou e fez sete vítimas no rio Paraguai não era de transporte turístico
Boletim Epidemiológico
MS volta a registrar mortes por Covid-19