Menu
domingo, 28 de novembro de 2021
Cassems - Rede Amo
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Equipes de saúde de unidades penais de MS participam de treinamento sobre metodologia

01 dezembro 2020 - 06h40Portal de Notícias do Governo de MS

Para auxiliar as equipes de saúde das unidades prisionais de Mato Grosso do Sul, foi desenvolvida uma oficina regional, por meio de videoconferência, sobre a conscientização acerca da prevenção da Tuberculose, HIV e Covid-19. A intenção foi orientar os servidores sobre o desenvolvimento das ações de educação em saúde, bem como, a distribuição dos materiais da campanha.

O trabalho integra o projeto nacional denominado “Prisões Livres de Tuberculose”, idealizado pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e apoio técnico do Ministério da Saúde. As ações educativas também se estendem aos custodiados, profissionais da saúde e servidores dos estabelecimentos penais.

Além disso, conta com apoio logístico da Agepen, por meio da Diretoria de Assistência Penitenciária e sua Divisão de Saúde Prisional, além do Ministério Público e Secretaria Estadual e municipais de Saúde.

Conforme a apoiadora institucional regional, Natália Trindade Azevedo Marques, a ideia principal foi apresentar modelos de ações que já foram executadas pelo projeto no estado para incentivar e sugerir ideias para que as equipes de saúde possam adequar à realidade de cada local.

“Foi um momento de troca de experiências muito bacana, com os integrantes das equipes dando ideias de atuação. A intenção era que todos participassem, tirassem as dúvidas e estabelecessem esse vínculo, para que pudéssemos auxiliar na execução das atividades mesmo que remotamente”, informou Natália.

Durante a live, também foi apresentado o projeto como um todo, a importância de cada material, além de explicar sobre os conteúdos audiovisuais que ainda estão sendo desenvolvidos pelo Depen, devido à pandemia.

Participaram do treinamento online a diretora de Assistência Penitenciária da Agepen, Elaine Arima Xavier Castro; a chefe da Divisão de Saúde Prisional, Maria de Lourdes Delgado Alves; a gerente de Saúde do Sistema Prisional da SES, Martha Maria Torres Soares Goulart; a promotora de justiça, Renata Ruth Goya Marinho, que atua no Núcleo Criminal e Corregedoria do MPMS, além de participar da Comissão do Sistema Prisional do Conselho Nacional do Ministério Público; a infectologista, Mariana Croda, que coordenada o projeto de rastreamento da tuberculose entre os reeducandos; além de integrantes das equipes de saúde das unidades penais do estado e gestores de saúde municipais.

Conscientização

Com a distribuição de materiais informativos, o foco da iniciativa é orientar sobre os sintomas e formas de tratamento das doenças como Tuberculose, HIV e Covid-19, além de prevenir a proliferação, já que é de fácil transmissão. Com a pandemia do novo coronavírus, o tema também foi incluído no projeto, que já realiza campanhas de conscientização pelo segundo ano consecutivo no estado.

 

Para aproximação e melhor compreensão do público, estão sendo distribuídas canecas, canetas, agendas, cadernetas, pranchetas e fixação de cartazes nas unidades penais de todo o estado.

No Estabelecimento Penal Feminino de São Gabriel do Oeste foi realizada palestra de orientação e prevenção da tuberculose para as reeducandas. No encontro, foram abordados sintomas, prevenção e importância do tratamento. Ao final, foram distribuídas canecas da campanha a todas as internas que cumprem pena na unidade.

A ação foi organizada pelo setor de saúde e psicossocial e também contou com a participação de servidores durante a palestra, os quais receberam kit educativo com informações sobre a doença.

 

Em Dois Irmãos, o assunto foi abordado juntamente com ações alusivas ao Novembro Azul

Em Jardim (foto principal), o tema foi abordado juntamente com a saúde do homem, em alusão à campanha Novembro Azul. Organizada pela Agepen, em parceria com a Secretaira Municipal de Saúde, a programação conscientizou os reeducandos sobre o câncer de próstata e a tuberculose.

Para o diretor do Estabelecimento Penal “Máximo Romero”, Júlio César Góes da Silva, através da parceria foi possível desenvolver atividades voltadas para a saúde, com foco na prevenção e orientação das doenças, seguindo o calendário nacional das campanhas de conscientização de doenças.

Já na Penitenciária de Dois Irmãos do Buriti, a saúde masculina também foi destaque nas ações educativas. Em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, foi oferecido atendimento especializado aos internos com médico urologista; além disso, foram fornecidas orientações sobre prevenção e tratamento do câncer de próstata, sanadas dúvidas e realizados exames.

Durante o mês, também foram abordados sobre a tuberculose, visto que, em 17 de novembro, comemora-se o Dia Nacional de Combate à doença.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Bombeiros atendem dois acidentes na BR 262
Esporte
Corumbaense e ladarense vencem campeonato de Fisiculturismo em Bonito
Policial
Jovem é assassinado após discussão no bairro Jardim dos Estados
Ele é irmão de um outro rapaz assassinado no Dom Bosco há 26 dias
Policial
PM apreende 47kg de cocaíma no bairro Aeroporto
Policial
Travesti é assassinada a golpes de faca na Edú Rocha
Curiosidades
A história de Owen
Campo Grande
Após 90 dias, Cassems registra primeira internação por Covid
Educação
Enem continua no domingo com conteúdos de Ciências da Natureza e Matemática
Naviraí
Rádio clandestina é fechada e um homem é pela Polícia Federal
Até 5 de dezembro
Marinha do Brasil abre inscrições para concurso de nível superior

Mais Lidas

Naviraí
Rádio clandestina é fechada e um homem é pela Polícia Federal
Até 5 de dezembro
Marinha do Brasil abre inscrições para concurso de nível superior
Furtada em 2015
Estátua de Bronze furtada do cemitério há seis anos era vendida em grupo de trocas na cidade
Sonho realizado
Casal de idosos ribeirinhos comemoram chegada de energia elétrica em casa