Menu
sexta, 05 de março de 2021
Andorinha Fevereiro
Andorinha Fevereiro
Geral

Enem: o que levar no dia da prova e o que é proibido durante o exame

03 novembro 2016 - 09h50Agência Brasil

Após a rotina de estudos e em meio à ansiedade nos dias que antecedem o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o estudante deve ficar atento ao material que precisa levar no dia da prova e ao que não é permitido durante a aplicação do exame.

Para fazer as provas, a redação e preencher o cartão de respostas o candidato terá de usar caneta esferográfica de tinta preta, fabricada com material transparente. Outra cor de tinta impossibilita a leitura óptica do cartão de respostas.

Não é autorizado o uso de celular ou qualquer aparelho eletrônico durante as provas. Os aparelhos terão de ser colocados em um porta-objetos com lacre, que deverá ficar embaixo da cadeira até o final das provas.
Nas últimas edições do Enem, candidatos foram eliminados por postar imagens da prova em redes sociais.

O diretor do Colégio Concórdia, de São Paulo, Edson Wander Eller, alerta os estudantes para o risco de tirar fotos e usar redes sociais no exame. “Hoje, com a moda dos selfies, é comum o aluno entrar na sala e querer fotografar a prova e publicar nas redes sociais. É importante lembrar que o Ministério da Educação e outros órgãos do governo fazem o acompanhamento disso e podem fazer com que o aluno seja desclassificado”, diz o professor.

O candidato também não poderá usar lápis, lapiseira, borrachas, livros, manuais, impressos, anotações, óculos escuros, boné, chapéu, gorro e similares e portar armas de qualquer espécie, mesmo com documento de porte. Se estiver com um desses objetos, eles deverão ser colocados no porta-objetos.

Neste ano haverá, pela primeira vez, identificação biométrica dos estudantes. O objetivo é prevenir fraudes. As impressões digitais serão colhidas durante as provas. O Ministério da Educação informou que também haverá fiscalização dos lanches dos candidatos.

Ao receber a prova, é importante que o estudante verifique se o caderno de questões e o cartão de respostas têm a mesma quantidade de itens e se não há defeito gráfico. É recomendado ler e conferir as informações no caderno de questões, no cartão-resposta, na folha de redação e na lista de presença.

O aluno poderá deixar o local após duas horas do início da prova. Só é possível sair com o caderno de questões nos últimos 30 minutos antes do fim das provas. Caso descumpra qualquer uma dessas regras, será eliminado.

O documento de identidade com foto é obrigatório para fazer o exame. Pode ser apresentada a carteira de identidade, a identidade expedida pelo Ministério da Justiça para estrangeiros, as carteiras expedidas por ordens ou conselhos de classes validadas por lei, a carteira de trabalho, o certificado de reservista, o passaporte ou a carteira de habilitação.

Se tiver perdido o documento, o estudante deve apresentar boletim de ocorrência com data de, no máximo, 90 dias antes da prova.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BOLETIM COVID
SES registra 23 novos óbitos por Covid, e MS já acumula 3.416 vidas perdidas
GERAL
Senadora Soraya Thronicke lembra que aprovação da PEC Emergencial também vai salvar vidas
POLÍTICA
Brasil passa a fazer parte do Protocolo de Nagoia sobre biodiversidade
PMA
Arrendatário e agrônoma são autuados em R$ 50 mil por uso de licença ambiental falsificada
SAÚDE
Com mais doses, Corumbá abre vacinação para idosos a partir de 76 anos
INCÊNDIO
Consultório Odontológico pega fogo no Maria Leite
POLICIAL
Polícia Militar de Corumbá prende homem por violência doméstica no Dom Bosco
CULTURA
Dia Nacional da Música Clássica celebra o legado de Villa-Lobos
ECONOMIA
Indústria brasileira cresce 0,4% de dezembro para janeiro
DETRAN
Número de CNHs emitidas pelo Portal Meu Detran cresce 45%

Mais Lidas

GERAL
Ministério Público denuncia servidores de Ladário por corrupção passiva
POLICIAL
Adolescente infratora é presa no bairro Maria Leite
ACIDENTE DE TRÂNSITO
Colisão de carro e moto deixa mulher ferida no Maria Leite
GERAL
Bombeiros continuam buscas por homem desaparecido na região do Paiaguás