Menu
sexta, 19 de julho de 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Em 1ª declaração após prisão, Delcídio nega ameaça a colegas e delação

23 fevereiro 2016 - 13h18Campo Grande News
Em sua primeira declaração, depois de quase três meses preso, o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) nega a informação de ameaça de entregar colegas do Senado, caso tenha seu mandato cassado. Corre, no Conselho de Ética, representação contra ele por quebra de decoro parlamentar. As informações foram publicadas na Folha de São Paulo nesta terça-feira (23). Seu retorno ao parlamento, inclusive com declarações na tribuna, que estava previsto para hoje, será adiado, de acordo com a assessoria do senador. Segundo Delcídio, que estaria 12 quilos mais magro, seus colegas de Senado o conhecem bem. “Posso não ser uma Brastemp, mas não sou burro, nem louco de botar o Senado contra mim”, teria dito. Cogitações sobre uma possível delação premiada também foi descartada por ele. “Não há delação premiada alguma. Minha defesa é boa. Será feita nos tribunais superiores”, disse. Pouco tempo depois da prisão do senador, a imprensa nacional divulgou notícias sobre a possibilidade de Delcídio aceitar acordo de colaboração premiada, desde sempre negada pela defesa. Ainda segundo a Folha de São Paulo, o senador explicou que não está em prisão domiciliar e, sim, em “recolhimento noturno”, que seria uma medida cautelar. Essas e demais informações serão explicadas durante seu primeiro pronunciamento na tribuna. Na sua volta, o senador também fara 'corpo a corpo' com os demais colegas, no intuito de se defender, enquanto na tribuna afirmará ser inocente e vítima de armação. A assessoria de comunicação confirmou que o senador não voltará aos trabalhos no Senado nesta terça-feira. Delcídio passará por "uma série de exames" e a definição do horário que ele terá de voltar para casa, em virtude da medida cautelar. Ainda conforme a assessoria, o senador "não pedirá licença, reassumirá o mandato e todas as comissões das quais faz parte". Prisão - O petista foi detido em 25 de novembro em desdobramento da operação Lava Jato. Desde então, o parlamentar, mantido inicialmente na superintendência da Polícia Federal, em Brasília, foi transferido para o presídio militar, teve a prisão mantida pelo STF e Senado. Segundo a PGR (Procuradoria Geral da República), que já denunciou o senador ao STF, ele teria agido de forma a dificultar a colaboração premiada de Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobras, com o objetivo de evitar que fosse divulgado seu envolvimento nas possíveis irregularidades da Petrobras. O petista ainda foi gravado oferecendo um plano de fuga ao ex-diretor.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Oportunidade
Parceria com a Coca-Cola oferece capacitação gratuita para empreendedoras em MS
Tempo
Sexta-feira registra temperaturas acima da média e sol é destaque na previsão para o Estado
Corumbá dia inicia com 20°C e chega aos 33°C nos horários mais quentes
Policial
Operação conjunta recupera objetos furtados na Igreja Nossa Senhora da Candelária
Participação Popular
Responda a pesquisa que vai deixar o Capital do Pantanal com a sua cara
Mais do que informar, queremos estar presentes na vida dos leitores com pautas que sejam interessantes e importantes para o dia a dia
Oportunidade
Concurso público unificado da Justiça Eleitoral: prazo de inscrição termina hoje (18)
Em Campo Grande
Fazenda da família de Michel Teló é multada por desmatamento ilegal
Consumidor
Preço do etanol sobe média de R$ 0,40 em uma semana no estado
Empreendedorismo
Etapa estadual do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios está com inscrições abertas em MS
Moda
Estilista de MS cria coleção com famosas onças da artista visual Lúcia Martins
Direitos Humanos
Mortes violentas no Brasil diminuem 3,4% em 2023

Mais Lidas

5 mandados
Operação da PF combate tráfico de drogas e lavagem de dinheiro em Corumbá
Últimas 24h
Plantão registra facada, agressão física e resgate fluvial no Pantanal
Atualização
Equipes mantém monitoramento nas regiões Maracangalha e Morro do Urucum
Em Campo Grande
Fazenda da família de Michel Teló é multada por desmatamento ilegal