Menu
quarta, 27 de outubro de 2021
Cassems - Melhores e Maiores - Edição 2021
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Delcídio retoma atividades no Senado nesta segunda-feira

21 fevereiro 2016 - 14h48Gilmar Lisboa
O senador Delcídio do Amaral (PT-MS), liberado da prisão na última sexta-feira (19) depois de ficar 87 dias preso, deverá passar o fim de semana em casa com a família em Brasília e nesta segunda-feira voltará a dar expediente no Senado e até mesmo reassumir a presidência da Comissão de Assuntos Econômicos, uma das mais importantes do Legislativo. Segundo o jornal O Globo, o senador foi orientado pela banca de advogados que o acompanha desde a prisão em novembro passado a retomar as atividades do mandato sem qualquer inibição, mesmo diante da resistência de alguns colegas. Delcídio, lembra o jornal,  foi preso em 25 de novembro passado a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. O pedido foi acolhido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e ratificado pelo plenário do Senado. O senador é acusado de tentar manipular a delação e, ao mesmo tempo, tramar a fuga do ex-diretor de Internacional da Petrobras Nestor Cerveró, um dos principais acusados e, agora, réu colaborador da Operação Lava-Jato. A reportagem diz que a trama teria a participação ou conivência do chefe de gabinete Diogo Ferreira e do advogado Edson Ribeiro. — Ele é o presidente da CAE. Ele vai exercer o mandato sem constrangimento. Eu sei que ele vai fazer isso porque ele é muito tranquilo, muito respeitado — afirma Gilso.  Dipp ex-ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e hoje um dos advogados de Delcídio. Segundo Dipp, a única dúvida sobre o exercício do mandato do senador está relacionada a jornada de trabalho. Pela decisão do ministro Teori Zavascki, relator da Lava-Jato no STF, Delcídio pode comparecer normalmente ao Senado, mas deve se recolher em casa à noite. Dipp lembra, no entanto, que em geral as sessões mais importantes do Senado costumam terminar tarde da noite ou até mesmo de madrugada. — Algumas sessões terminam de madrugada. Como é que fica? Ele tem o direito ao exercício pleno do mandato. São questões que vão sendo postas. Com o tempo, isso vai ser esclarecido — disse o advogado ao jornal O Globo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Formalização
Corumbá lança campanha de incentivo ao cadastro de profissionais do setor de turismo
Apelo Popular
MPT-MS vai investigar assédio moral de gerente que humilha funcionário em Carrefour da Capital
Justiça
Após 18 horas, 7 membros do PCC são condenados a 105 anos por decapitar jovem em Campo Grande
Operação Hot Point
Idoso é preso e multado em R$ 2 mil por pesca proibida no Rio Formoso
Qualificação
Senac Corumbá abre inscrições para cursos nas áreas da informática, saúde e beleza
Acidente
Motociclista sofre ferimentos em colisão com carro no bairro Aeroporto
Fronteira
Câmara busca apoio Federal para agilizar o Transporte Internacional de mercadorias
Deanópolis
Operação "Inescrupulosos" da PF combate esquema de fraude no Auxílio Emergencial em MS
Violência Doméstica
Marido ameaça mulher com dispositivo de choque no Popular Nova
Consulta Pública
Audiência pública revisa tarifa de abastecimento de água e esgoto sanitário em MS

Mais Lidas

Presente Inesperado
Policiais Militares de Corumbá fazem surpresa em aniversário de criança que sonha em ser PM
Péssimas Condições
Morte de motorista na BR 262 é mais um alerta para o perigo do tráfego na rodovia
Nova Corumbá
Foragido é preso com diversos itens suspeitos na mochila
Reivindicação
Vereadores pedem retorno das aulas presenciais na Rede Municipal