Menu
quinta, 18 de abril de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Considerado eleito, Luis Arce promete prioridade no pagamento do Bônus da Fome

19 outubro 2020 - 11h37El Deber com traduação e adaptação da Redação Capital do Pantanal

Os resultados não oficiais das empresas de pesquisa dão como virtual vencedor, Luis Arce, que já é considerado eleito presidente da Bolívia por autoridades políticas no país. Em declaração Arce, garante que a primeira coisa que fará em sua administração será pagar o Bônus de Fome, aprovado pela Assembleia Legislativa Plurinacional.

"A primeira coisa que vamos fazer é pagar o Bônus de Fome. Isso é aprovado pela Assembleia. O financiamento está garantido. O Órgão Executivo não o fez. É um capricho não cancelá-lo", disse Arce em um programa de televisão da Rede A na madrugada de segunda-feira.

O bônus

A Lei 1330 cria o Bônus de Fome. A iniciativa foi apresentada pelo MAS à Assembleia Legislativa. Prevê o pagamento de R$ 1.000 por uma única vez a todos os bolivianos maiores de 18 anos que não recebem um salário do setor privado ou do público. O benefício atinge mães que recebem o Bônus Juana Azurduy, pessoas com deficiência e beneficiários do Bônus Universal.

O Governo havia afirmado que a lei era inviável, pois previa o pagamento do título com recursos dos empréstimos concedidos pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e pelo Banco Mundial (WB), quando esses fundos já eram destinados para outros fins relacionados à emergência de saúde coronavírus. Mas esses recursos também não foram aprovados pela Assembleia.

Demanda e produção domésticas

O presidente eleito, que aguardará os resultados oficiais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até sexta-feira (23), disse que entre as principais medidas que começará a tomar após assumir o comando do Governo, estará o fortalecimento da demanda interna, como prometeu durante sua campanha.

"Esta é uma questão central. Para o nosso modelo é importante fortalecer essa demanda doméstica via vínculos e transferências. Ao mesmo tempo, vamos iniciar a reconstrução da produção que também foi afetada pelas medidas que (o atual governo) tomaram. Estaremos alinhados com o que temos criado para o país", disse.

Ele disse que não ia fazer nada que não levantasse e o que está embutido no programa do governo. Enquanto aguarda os resultados oficiais da eleição, Arce começou a preparar uma equipe para organizar a transição e recepção do aparato estatal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

4ª convocação
Atleta corumbaense disputa Pan-Americano de Basquete Máster no México
Destaque
Plano de Combate a incêndios prevê instalação de 13 bases avançadas no Pantanal
Obrigatório
FUNPREV convoca aposentados e pensionistas por invalidez para perícia médica bianual
Assistência
Povo das Águas atende moradores da região do Baixo Pantanal a partir de segunda, dia 22
Destaque
Corumbá promove, na 6ª feira, 2ª Conferência de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde
Economia
Exportação de industrializados de MS atingem US$ 434,7 milhões em março
Mudança
Novo sistema de cadastro no Programa Precoce MS já está disponível
Abril Verde
Campanha promove conscientização contra assédio a mulheres no trabalho
Plantão
Moradores do Centro América acionam os Bombeiros para conter Pitbull agressivo
Eleições 2024
Em novo partido, vereador Luciano Costa confirma pré-candidatura à prefeitura de Corumbá

Mais Lidas

Prata da Casa
Campanha arrecada doações para estudante competir em provas de atletismo na Capital
Segurança Alimentar
Supermercado de Ladário recebe autorização para manipular alimentos de origem animal
Segurança
Em 1º mês de atuação, Gafip recupera 100% das tornozeleiras rompidas em Corumbá
Corumbá
Banda faz apresentação cultural em celebração aos 376 anos do Exército