Menu
sábado, 16 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Com duas categorias, Prefeitura divulga resultado do Concurso de Andores Juninos

23 junho 2021 - 13h31PMC

A Prefeitura de Corumbá, por meio da Fundação da Cultura e do Patrimônio Histórico, divulga o resultado final do Concurso de Andores de São João 2021. Neste ano, o evento foi totalmente online e dividido em duas categorias: Tradicional e Originalidade. Em ambas, a premiação do 5º ao 1º colocado vai de R$ 500 a R$ 1.000,00.

Na categoria Tradicional, o vencedor foi o andor Andor “Tradição e fé”, de Karla Helena Bastos dos Santos (Dona Epifânia), que somou 1.616 pontos. Em segundo ficou o “São João de fé, alegria, paz esaúde”, de Alisson Assunção Vieira da Cunha, com 1.388 pontos. Com 785, o “Festa de São João de volta às origens”, de Dilza Maria Franco, foi o terceiro.

Na quarta colocação ficou o andor “São João, rogai por nós”, de Tatiana Amorim, com 688 pontos, e na quinta o “São João milagroso”, de Denilce Fátima de Oliveira Rojas, que somou 647 pontos.

Já na categoria Pluralidade, o vencedor foi o andor “São João da Terra”, de Bianca Machado “Shá Onça”, com 1.614 pontos. Na segunda colocação ficou “Nhô Zamo”, de Catarina de Souza Nunes, com 780 pontos. Nilza Hellensberger, com o andor “A nossa vitória”, ficou a na terceira colocação com 739 pontos.

Com 732 pontos, o andor “São João, o maior casamenteiro da cidade”, de Mayara Luíza Silva Gonçalves, foi a quarta colocada e o andor “São João imuniza Corumbá”, de Elisangela Pinto de Oliveira, foi a quinta classificada com 718 pontos. Os primeiros cinco colocados de cada categoria devem comparecer à sede da Fundação da Cultura e do Patrimônio Histórico de Corumbá, no MUHPAN (entrada pela ladeira José Bonifácio) para uma premiação simbólica.

Classificação

O Concurso de Andores de São João 2021 contou com a participação de 23 andores concorrentes, divididos nas duas categorias. A eleição dos cinco premiados de cada categoria contou com Votação Popular e, também, da análise e respectivos votos dos 10 membros da Comissão Avaliadora. Os dois processos de votação tiveram pesos iguais, portanto cada etapa equivaleu a 50% para o cômputo da nota final.

Foram registradas 2831 respostas ao formulário eletrônico de votação. Como havia a possibilidade de um mesmo eleitor votar em até três andores em cada categoria, a total de votos recebidos foi 3.399 (Categoria Tradicional) e 3.428 (Categoria Pluralidade).

Já os membros da Comissão Avaliadora receberam todas as informações constantes no Edital 004/2021 FCPH, bem como um formulário eletrônico de votação específico para o seu julgamento. Como material de base para avaliação, todos receberam as mesmas fotografias colocadas no site do Banho de São João 2021 e um vídeo curto de cada um dos andores concorrentes, para visualização melhor dos detalhes.

Além de votar, obrigatoriamente, em três andores de cada categoria, os membros da Comissão Avaliadora tinham a opção de tecer comentários no final de cada etapa do formulário. A comissão avaliadora foi composta por 10 membros:

Adelino Antônio da Silva Junior, Artista Plástico; Aguinaldo Tiburcio Soares, Jornalista da TV Morena Corumbá; André Vilela Pereira, Arquiteto e Urbanista, representante da Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em Mato Grosso do Sul (IPHAN/MS); Carlos Augusto Espíndola, Professor e Gestor de Projetos da Fundação de Turismo do Pantanal e membro do Conselho Municipal de Política Cultural de Corumbá;

Cryseverlin Dias Pinheiro Santos, Professora de História do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul, Campus de Corumbá; Douglas Alves da Silva, Historiador, servidor da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS); João Carlos de Souza, Doutor em História e Professor aposentado da Universidade Federal da Grande Dourados;

Lucia Monte Serrat Alves Bueno, Mestre em Arte Educação e coordenadora do Museu de Arte Contemporânea (MARCO) de Mato Grosso do Sul; Luciana Scanoni Gomes, Cientista Social e Pesquisadora do Banho de São João; e Márcia Raquel Rolon, Mestre em Estudos Fronteiriços, Educadora Social, e Diretora-Executiva do Instituto Moinho Cultural Sul-Americano.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Atualizações
Dois dos corpos encontrados no rio Paraguai são identificados
Inédito
Tempestade de areia: Energisa recebeu 4 mil chamados em Campo Grande
Dia Mundial da Alimentação
Em MS, 69% da população está com excesso de peso e 36% com obesidade
Ensino Superior
UEMS investe mais de R$ 13 milhões em bolsas e auxílios para estudantes
Transporte
Expresso Queiroz tem autorização suspensa por incapacidade de atender passageiro
Defesa Civil
Tempestade de poeira e vendaval causaram estragos em pelo menos sete nos municípios
Cidade em alerta
Ventos de 64 km/h destelharam 20 casas em Corumbá
Previsão Meteorológica
Tempo continua fechado com chance de mais chuva para grande parte do Estado
Tragédia
Naufrágio no Rio Paraguai fez sete vítimas; cinco corpos foram encontrados até o momento
Dia do Professor
Façanha destaca papel do professor no período pós-pandemia

Mais Lidas

Monitoramento
Defesa Civil alerta para chance de novos temporais
Estudo em andamento
Plano de transporte intermunicipal de MS vai passar por mudanças em 2022
Corumbá
Dupla é presa com 20 quilos de maconha
Reforço
Saúde de Corumbá e Ladário recebem mais de 500 equipamentos doados pela Vale