Menu
segunda, 22 de abril de 2024
Governo - Fazer Bem Feito - Abril 24
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Câmara Federal quer governo mais firme no combate as queimadas no Pantanal

30 setembro 2020 - 10h22Redação Capital do Pantanal

A Comissão Externa da Câmara dos Deputados, destinada a acompanhar e promover estratégia nacional para enfrentar as queimadas em biomas brasileiros (CEXQUEI), se reuniu pela primeira vez na manhã desta quarta-feira (30).

Criada no dia 22 de setembro pelo presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ), a Comissão é presidida pela deputada Professora Rosa Neide (PT-MT) e composta por mais 20 deputados. O deputado Vander Loubet (PT-MS) é o único representante de Mato Grosso do Sul.

A Comissão definiu como um de seus objetivos discutir a situação do Pantanal após as queimadas que têm atingido a região. A ideia é cobrar do governo uma ação mais efetiva no combate aos incêndios e debater o futuro do bioma, especialmente com as populações locais, como os ribeirinhos.

"Eu diria que temos três objetivos centrais. O primeiro é extinguir o fogo, ou seja, cobrar do governo federal o emprego de recursos e pessoal que possam definitivamente acabar com os incêndios que assolam o Pantanal neste momento. O segundo é cobrar das autoridades a identificação e punição daqueles que agiram de forma criminosa, ateando fogo no Pantanal. E o terceiro é buscar a elaboração de um plano que englobe o trabalho de recuperação do que foi destruído e que garanta uma estrutura adequada para os órgãos que cuidam do combate a incêndios em biomas do nosso país, como o Ibama, o ICMBio, as brigadas de incêndios, a Defesa Civil, entre outros", explica o deputado Vander Loubet.

Segundo o deputado Paulo Teixeira (PT-SP), o colegiado deverá apresentar um conjunto de medidas que envolverá mudanças legislativas, recursos e políticas públicas para a região. "Estamos muito perto de perder o bioma caso não tenhamos uma atitude muito firme na direção da sua recuperação."

A deputada Rosa Neide, que visitou a região do Pantanal Mato-Grossense afetada pelos incêndios, afirmou que os parlamentares vão "trabalhar para que, no próximo ano, tenhamos o Pantanal em sua plenitude".

O tema da reunião da CEXQUEI desta quarta contou com a participação de diversos convidados: Prof. Dr. José de Souza Nogueira, do Instituto de Física da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT); Prof. Dr. Claumir César Muniz e Profa. Dra. Solange Ikeda Castrillon, representantes da Universidade do Estado do Mato Grosso (Unemat); Alexandre de Matos Martins Pereira, analista ambiental do Ibama/Prevfogo de Mato Grosso do Sul; Izabelly Carvalho da Costa, pesquisadora do Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe); Dr. Alberto Setzer, coordenador substituto do Programa de Queimadas do Inpe; Prof. Dr. Geraldo Alves Damasceno Junior, do Instituto de Biociências da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (Inbio/UFMS) e um dos fundadores da organização não governamental Ecoa - Ecologia e Ação; Dr. Walfrido Moraes Tomas, pesquisador da Embrapa Pantanal; e Vinícius Silgueiro, coordenador de Inteligência Territorial do Instituto Centro de Vida e membro fundador do Observa MT.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Em táxi
Brasileiro é preso com 16 kg de maconha na fronteira
Expedição
"Juizados em Ação" suspende em navio da Marinha para atender comunidades indígenas
Obrigatório
Aposentados e pensionistas por invalidez têm até julho para perícia médica bianual
Segurança Pública
4ª Fase da Operação Mute avança com telamento de presídios em MS
Trânsito
Motorista atropela casal em moto e foge sem prestar socorro
Ministério Público
Empresa alega que "poeira de minério" tem causado morte de animais na zona rural de Corumbá
MPMS instaurou inquérito para apurar a denúncia apresentada por empresa proprietária de Fazenda na região de Maria Coelho
Campeonato
Torneio Centro-Oeste de Natação atrai 470 atletas para Campo Grande
Calendário
Caixa paga Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 4
Em Jardim
Ação conjunta apreende 12 toneladas de maconha; a maior do ano
Plantão
Acidentes de trânsito fazem quatro vítimas nas últimas 24 horas

Mais Lidas

Em táxi
Brasileiro é preso com 16 kg de maconha na fronteira
Expedição
"Juizados em Ação" suspende em navio da Marinha para atender comunidades indígenas
Obrigatório
Aposentados e pensionistas por invalidez têm até julho para perícia médica bianual