Menu
terça, 26 de outubro de 2021
Cassems - Melhores e Maiores - Edição 2021
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Câmara aprova Projeto de Lei que institui REFIS para amenizar crise causada pela pandemia

13 abril 2021 - 10h23ASCOM

A Câmara Municipal de Corumbá aprovou Projeto de Lei que institui o Programa de Recuperação Fiscal para com a Fazenda Pública Municipal (REFIS/2021), encaminhado pelo Poder Executivo como forma de amenizar a crise econômica causada pela pandemia da Covid-19.

A proposta foi apreciada na sessão ordinária de ontem, segunda-feira, 12, e recebeu voto favorável de todos os vereadores presentes, por entenderem a importância da matéria que vai beneficiar o contribuinte corumbaense, bastante afetado pelo atual momento econômico em virtude da doença que afeta a população mundial.

A sessão contou com a participação de 14 vereadores: Roberto Façanha, Yussef Salla, Elinho Verde Fruti, Samyr Qualhada, Raquel Bryk, Gaúcho da Pró-Art, Genilson José, Allex Dellas, Chicão Vianna; Daniel Brambilla; Ubiratan Canhete de Campos Filho (Bira), Alexandre Vasconcellos, Luciano Costa e Nelsinho Dib.

O REFIS foi uma das propostas apresentadas pelo prefeito Marcelo Iunes para amenizar a crise atual, flexibilizando as exigências da Fazenda Pública para recebimento de créditos tributários por parte daquelas pessoas que desejam quitar seus débitos com o fisco municipal, não o fazendo em decorrência de inúmeros fatores, como é o caso da pandemia.

Ao encaminhar o Projeto de Lei ao Poder Legislativo corumbaense, o prefeito comentou ser “importante que o Poder Público ofereça, dentro da legalidade, oportunidades para que o cidadão possa quitar suas obrigações e também contribuir para o desenvolvimento do município”.

“As medidas são importantes tanto para o contribuinte, ao passo que é facilitada a quitação de débitos, alcançando inclusive os inscritos em dívida ativa e os em execução fiscal, como também ao Município de Corumbá, possibilitando assim a manutenção do ritmo de trabalho ora imprimido pela atual Administração, face a expectativa de aumento da arrecadação”, justificou.

O atual momento também foi destacado pelo prefeito. Lembrou que a pandemia “trouxe várias consequência negativas como o forte impacto na atividade econômica”, e que o REFIS “busca equalizar os interesses do contribuinte em ter sua regularidade fiscal com o incremento da arrecadação municipal”.

O REFIS

O REFIS é destinado a promover a regularização de créditos municipais relativos aos tributos municipais vencidos até o dia 31 de dezembro de 2020, bem como outros débitos de natureza tributária e não tributária, constituídos ou não, inscritos ou não em dívida ativa, ajuizados ou não, parcelados ou não, com exigibilidade suspensa ou não, inclusive aqueles de responsabilidade ou substituição tributárias previstas nos artigos 140, 141 e 142 da Lei Complementar Municipal nº 100, de 22 de dezembro de 2006.

Poderão ser incluídos no REFIS/2021 eventuais saldos dos parcelamentos judiciais ou extrajudiciais. A adesão será por opção do contribuinte, que fará jus ao regime especial de consolidação dos débitos incluídos no programa, em até 30 dias após a entrada em vigor da presente Lei Complementar, condicionada à assinatura de termo de acordo com o Município de Corumbá, na modalidade de adesão em parcelamento.

Os débitos poderão ser quitados a vista ou em parcelas mensais e sucessivas, da seguinte forma: em parcela única ou até três parcelas   com remissão de 100% dos valores referentes aos juros, multa de mora e atualização monetária; em até 12 parcelas, com remissão de 100% dos valores referentes aos juros, multa de mora; em até 24 parcelas, com remissão de 90% dos valores referentes aos juros, multa de mora, e em até 36 parcelas, com remissão de 80% dos valores referentes aos juros, multa de mora. Nenhuma parcela poderá ser inferior a R$ 150,00 para pessoa física e R$ 250,00 para pessoa jurídica.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Casa Rosa: atendimento integrado contra o câncer de mama inaugura em novembro
Ainda sem data
Problemas na aeronave do Exército suspende vacinação contra Covid no Taquari
R$ 9,3 milhões
Cinco bairros são beneficiados por obras no saneamento em Ladário
Parceria
Projetos do IFMS irão transferir tecnologia a escolas públicas
Investimento em Educação
MS recebe mais de R$ 4 milhões do governo federal para expandir Ensino Médio em tempo integral
Oportunidade
Liberado leilão de maquinários da SAD com cadastro prévio para interessados
Destaque
Artesãos de MS participam do 14º Salão do Artesanato em Brasília
Oportunidade
Governo divulga edital de abertura do Concurso da Polícia Civil com 236 vagas
Tempo
Chuva volta de forma isolada nesta terça; tempo firme e calor predominam
Denúncia
Sem resposta, passageira recorre a rede social para reclamar da Buser

Mais Lidas

Denúncia
Sem resposta, passageira recorre a rede social para reclamar da Buser
Acidente
Rapaz sofre fraturas após ser atropelado na saída da quermesse em Ladário
Mundo Novo
Jovem é preso por disparos e porte ilegal de arma de grosso calibre
Procurados
Membros do PCC presos na fronteira com MS são entregues à polícia brasileira