Governo - Doação de Órgãos

Feiras científicas do IFMS reuniram trabalhos de mais de 100 escolas do Estado

Por Gesiane Medeiros21 OUT 2017 - 09h43min

As feiras científicas do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), realizadas em dez municípios, reuniram projetos de pesquisa desenvolvidos por estudantes do ensino fundamental, médio e de cursos técnicos integrados de mais de 100 escolas públicas e particulares do Estado. As feiras fazem parte da programação da Semana de Ciência e Tecnologia da instituição, evento que encerra neste sábado, 21.

Em Corumbá a feira encerra hoje, sábado (21). Foto: Divulgação

Na última quinta-feira, 19, foi aberta a Feira de Ciência e Tecnologia de Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados e Naviraí. As cerimônia reuniuram a comunidade escolar do IFMS e de diversas instituições de ensino, além de representantes dos parceiros do evento, como secretarias de Estado e Municipal de Educação, Exército, marinha e universidades.

“A pesquisa auxilia na formação do estudante e contribui para a aprendizagem. Que os jovens tomem gosto pela ciência, assim teremos dias melhores. Vocês são nosso futuro para a solução de problemas. Hoje é comemorado o Dia Nacional da Inovação, é hora de refletirmos e termos ideias inovadoras, o nosso Estado e o Brasil precisam disso”, apontou o pró-reitor de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação, Marco Naka, que representou o reitor Luiz Simão Staszczak.

“A pesquisa auxilia na formação do estudante e contribui para a aprendizagem. Que os jovens tomem gosto pela ciência, assim teremos dias melhores. É hora de refletirmos e termos ideias inovadoras, o nosso Estado e o Brasil precisam disso”, apontou o pró-reitor de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação, Marco Naka.

Neste ano, o IFMS registrou número recorde de projetos inscritos: 673 nos dez campi. Os trabalhos são nas áreas de Ciências Biológicas e da Saúde, Ciências Exatas e da Terra, Ciências Humanas Sociais Aplicadas e Linguística, Ciências Agrárias e Engenharias e Multidisciplinar, para trabalhos com mais de uma área de conhecimento predominante.

Todos os autores receberão certificado de participação. Serão premiados os melhores trabalhos por nível (fundamental e médio) e área do conhecimento. Também será concedida premiação aos melhores pôster/banner, maquete/protótipo, apresentação oral e relatório.

Os dois trabalhos de nível médio melhores classificados em cada feira serão credenciados para participar da Feira de Tecnologias, Engenharias e Ciências de Mato Grosso do Sul (Fetec-MS), que ocorrerá de 8 a 11 de novembro, na Capital. Com informações da assessoria do IFMS.

 

 

Deixe seu comentário

Leia Também

Policial

Policiais sentem cheiro de maconha e acham 2,5 toneladas em caminhão

Policial

Preso foi morto dentro da cela depois de briga por causa do volume da TV

Policial

Adolescente de 15 anos é sequestrada, ameaçada de morte e depois abandonada em estrada

Meio ambiente

Instituto alerta para chuvas intensas com possibilidade de granizo em MS

Esportes

Sete atletas representam MS no Brasileiro de Futebol de Mesa

Geral

Canadá legaliza maconha para uso recreativo

Meio ambiente

Estudo mostra que agrotóxicos ameaçam vida no Cerrado de MS