Andorinha 70 anos

Feiras científicas do IFMS reuniram trabalhos de mais de 100 escolas do Estado

Por Gesiane Medeiros21 OUT 2017 - 09h43min

As feiras científicas do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), realizadas em dez municípios, reuniram projetos de pesquisa desenvolvidos por estudantes do ensino fundamental, médio e de cursos técnicos integrados de mais de 100 escolas públicas e particulares do Estado. As feiras fazem parte da programação da Semana de Ciência e Tecnologia da instituição, evento que encerra neste sábado, 21.

Em Corumbá a feira encerra hoje, sábado (21). Foto: Divulgação

Na última quinta-feira, 19, foi aberta a Feira de Ciência e Tecnologia de Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados e Naviraí. As cerimônia reuniuram a comunidade escolar do IFMS e de diversas instituições de ensino, além de representantes dos parceiros do evento, como secretarias de Estado e Municipal de Educação, Exército, marinha e universidades.

“A pesquisa auxilia na formação do estudante e contribui para a aprendizagem. Que os jovens tomem gosto pela ciência, assim teremos dias melhores. Vocês são nosso futuro para a solução de problemas. Hoje é comemorado o Dia Nacional da Inovação, é hora de refletirmos e termos ideias inovadoras, o nosso Estado e o Brasil precisam disso”, apontou o pró-reitor de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação, Marco Naka, que representou o reitor Luiz Simão Staszczak.

“A pesquisa auxilia na formação do estudante e contribui para a aprendizagem. Que os jovens tomem gosto pela ciência, assim teremos dias melhores. É hora de refletirmos e termos ideias inovadoras, o nosso Estado e o Brasil precisam disso”, apontou o pró-reitor de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação, Marco Naka.

Neste ano, o IFMS registrou número recorde de projetos inscritos: 673 nos dez campi. Os trabalhos são nas áreas de Ciências Biológicas e da Saúde, Ciências Exatas e da Terra, Ciências Humanas Sociais Aplicadas e Linguística, Ciências Agrárias e Engenharias e Multidisciplinar, para trabalhos com mais de uma área de conhecimento predominante.

Todos os autores receberão certificado de participação. Serão premiados os melhores trabalhos por nível (fundamental e médio) e área do conhecimento. Também será concedida premiação aos melhores pôster/banner, maquete/protótipo, apresentação oral e relatório.

Os dois trabalhos de nível médio melhores classificados em cada feira serão credenciados para participar da Feira de Tecnologias, Engenharias e Ciências de Mato Grosso do Sul (Fetec-MS), que ocorrerá de 8 a 11 de novembro, na Capital. Com informações da assessoria do IFMS.

 

 

Deixe seu comentário

Leia Também

Imigrantes

Comissão dos refugiados haitianos vê situação periclitante em MS

Fronteira

Corumbá é a mais nova rota para haitianos

Economia

Preço da soja teve leve alta no mercado de MS em julho

Cidade

Prefeitura prorroga pagamento do IPTU; 1° vencimento será em 08 de agosto

Policial

Mulher acusa irmão e marido de estupro coletivo dentro de casa

Economia

Governo publica decreto que antecipa parcela do 13º para aposentados

Educação

Sesc Corumbá terá Café Literário e oficina de escrita criativa