Menu
segunda, 22 de abril de 2024
Governo - Fazer Bem Feito - Abril 24
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Youtuber leva empregada para ser atendida em hospital caro e cobra a conta

03 julho 2020 - 14h00Midia Max

Um drama envolvendo uma patroa e sua empregada doméstica, na última terça-feira (30), acabou causando certa polêmica nas redes sociais. Regiane Roza, a empregada doméstica, além de prestar serviços, morava na casa dos patrões. Dias atrás ela passou mal e a patroa, a youtuber Sunaika Bruna, levou a funcionária para receber atendimento no hospital mais caro de São Paulo, o Albet Einstein.

Regiane chegou lá, recebeu tratamento e teve alta. Ao chegar na casa da patroa, foi informada de que a conta do hospital seria descontada de seu salário. Ela não aceitou, o que, segundo Regiane, acabou por provocar sua demissão.

“Eu estava morando na casa da Bruna por conta da pandemia, certo? Eu passei mal e ela me levou para o hospital mais caro de São Paulo, o Albert Einstein. Eu estava desmaiada, acordei do desmaio e ela me levou para lá. Esse hospital gerou uma conta e essa conta ela queria eu passasse para o meu nome. Eu falei que não iria passar e meu advogado me orientou a não passar porque eu estava morando lá. Ela poderia ter me levado em um hospital público e ela me levou em um hospital particular”, explicou.De acordo com o Catraca Livre, a confusão começou quando a youtuber gravou um vídeo explicando a ausência de Regiane. “Aconteceu uma cacetada de coisas que não deu certo mais ela trabalhar aqui em casa. Eu não vou falar quais coisas foram essas, mas eu me segurei muito tempo para vir tocar nesse assunto. Eu não ia tocar, mas estou recebendo muita cobrança no Instagram e muita gente que está vindo me julgar sem saber o que aconteceu”, disse. Após a repercussão, Regiane resolveu gravar um vídeo também, para explicar sua versão. Ela afirmou ter recebido todos os direitos após ser demitida, mas quis esclarecer o assunto, já que Bruna revelou publicamente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Em táxi
Brasileiro é preso com 16 kg de maconha na fronteira
Expedição
"Juizados em Ação" suspende em navio da Marinha para atender comunidades indígenas
Obrigatório
Aposentados e pensionistas por invalidez têm até julho para perícia médica bianual
Segurança Pública
4ª Fase da Operação Mute avança com telamento de presídios em MS
Trânsito
Motorista atropela casal em moto e foge sem prestar socorro
Ministério Público
Empresa alega que "poeira de minério" tem causado morte de animais na zona rural de Corumbá
MPMS instaurou inquérito para apurar a denúncia apresentada por empresa proprietária de Fazenda na região de Maria Coelho
Campeonato
Torneio Centro-Oeste de Natação atrai 470 atletas para Campo Grande
Calendário
Caixa paga Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 4
Em Jardim
Ação conjunta apreende 12 toneladas de maconha; a maior do ano
Plantão
Acidentes de trânsito fazem quatro vítimas nas últimas 24 horas

Mais Lidas

Hoje
Visitante tenta entrar no presídio de Corumbá com cocaína escondida no chinelo
Expedição
"Juizados em Ação" suspende em navio da Marinha para atender comunidades indígenas
Obrigatório
Aposentados e pensionistas por invalidez têm até julho para perícia médica bianual
Segurança Pública
4ª Fase da Operação Mute avança com telamento de presídios em MS