Menu
domingo, 24 de janeiro de 2021
Senar MS
Andorinha Janeiro/Fevereiro Mobile
Geral

Vereador pede solução para problemas de sinal de internet em Corumbá

21 fevereiro 2018 - 09h45Assessoria de imprensa

As constantes oscilações e quedas de sinal de internet estão causando transtornos em Corumbá, com prejuízos direto para a população local, como também aos turistas que visitam a região. A situação tem preocupado a Câmara Municipal e isto levou o vereador Chicão Vianna a cobrar uma posição das empresas de telefonia para buscar uma solução para os problemas que vem ocorrendo já há algum tempo.

Durante sessão ordinária da Câmara, o vereador solicitou por meio de requerimento, a elaboração de um estudo detalhado do sistema atual, no que se refere a suporte técnico, suporte de sinal e pessoal da Empresa de Telefonia OI em Corumbá, apresentando nesse estudo as possíveis soluções para o frequente problema de sinal na região.

O vereador lembrou que o estudo foi solicitado à Oi, pelo fato dela ser a principal fornecedora e prestadora do serviço de internet da cidade, e que deve prestar “um serviço com qualidade que se espera”.

“A oscilação e queda constante do sinal, além de prejudicar os usuários comuns de telefonia fixa, móvel, internet e tv, também prejudica todo comércio, indústria e as repartições públicas da região, causando prejuízos de larga escala. É necessário um posicionamento por parte dessa empresa, no sentido de apresentar um plano de melhoria na prestação de seus serviços”, continuou.

Chicão cita que o sinal fraco da internet móvel e a ausência dele, independente da operadora de telefonia, tem gerado dor de cabeça para os usuários. “Recentemente, durante o carnaval, os turistas também tiveram o mesmo problema e é preciso uma solução definitiva”, cobrou.

Como se sabe, em Corumbá, a operadora Oi é a responsável por toda a fibra óptica que fornece a internet que oscilado de forma constante. Chicão já adiantou que, devido à insatisfação geral dos usuários, vai procurar o Procon para solicitar uma audiência com a Oi e, se necessário, fazer uma CPI junto com o Procon e o Ministério Público Estadual (MPE). “A gente paga por esse sinal e devemos recebê-lo. Com a oscilação da internet, a população fica a Deus dará, inclusive os turistas que chegam a nossa cidade”.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLICIAL
Grupo é preso por tráfico de droga no Popular Nova
ECONOMIA
Apostador de Fortaleza acerta os seis números sorteados na Mega-Sena
SAÚDE
Saúde começa segunda fase de distribuição de vacinas contra a Covid-19
TEMPO
Neste domingo Corumbá tem temperatura mínima de 23°C e máxima de 31°C
EDUCAÇÃO
O que é preciso saber para o segundo dia do Enem
GERAL
Correios celebra Dia do Carteiro e 358 anos de serviço postal
COVID-19
Boletim Covid-19 deste sábado registra óbitos em 12 municípios
GERAL
Startup de design investe em site para vender produtos sul-mato-grossenses
GERAL
Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio de R$ 22 milhões
TEMPO
Sala de Situação do Imasul alerta para risco de transbordamento dos rios Miranda e Aquidauana

Mais Lidas

COVID-19
Boletim Covid-19 deste sábado registra óbitos em 12 municípios
TEMPO
Sala de Situação do Imasul alerta para risco de transbordamento dos rios Miranda e Aquidauana
EDUCAÇÃO
O que é preciso saber para o segundo dia do Enem
GERAL
Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio de R$ 22 milhões