Menu
sábado, 16 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Vacinação contra sarampo para adultos entre 20 e 49 anos é prorrogada até 31 de outubro

28 agosto 2020 - 15h02Airton Raes da Saúde MS

A Secretaria de Estado de Saúde prorrogou até 31 de outubro a Campanha de Vacinação contra sarampo para adultos entre 20 e 49 anos. As pessoas que fazem parte do público alvo devem ser revacinadas mesmo se já tomaram a dose da vacina contra sarampo anteriormente.

Este ano Mato Grosso do Sul registrou sete casos positivos de sarampo. Todos foram notificados em Campo Grande e tinham idade entre 20 e 53 anos, sendo que um paciente retornou da França para Campo Grande em janeiro de 2020, outro retornou do Rio de Janeiro no período de incubação, e os quatro restantes estavam em Campo Grande sem história de viajem, evidenciando a circulação do vírus no município. A Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande realizou todas as medidas de vacinação seletiva e orientação de isolamento para os pacientes.

A vacinação indiscriminada contra o sarampo para pessoas de 20 a 49 anos de idade em Mato Grosso do Sul (gestantes não podem tomar vacina contra o sarampo) visa fortalecer as ações contra o sarampo, interromper a circulação desde vírus no Brasil e eliminar novamente a doença do País. A faixa etária entre 20 e 49 anos foi selecionada, pois é a responsável por manter a circulação viral no país.

Além da campanha, o Calendário Vacinal do SUS continua, na qual deverá seguir os seguintes critérios: Aplicação de dose zero para crianças de seis meses a 11 meses e 29 dias; Intensificação da vacinação de rotina, conforme Calendário Nacional de Vacinação (duas doses a partir de 12 meses a 29 anos de idade e uma dose para a população de 30 a 49 anos de idade); Bloqueio vacinal seletivo em até 72 horas em todos os contatos do caso suspeito. Durante as ações de bloqueio, recomenda-se vacinação seletiva, ou seja, se houver comprovação vacinal, não deve haver revacinação.

Pessoas com mais de 50 anos deverão ser vacinadas somente em caso de desbloqueio (contato com caso suspeito) caso as mesmas não tenham comprovação vacinal de, ao menos, 1 dose de vacina. Não há falta de doses para a vacinação de rotina ou bloqueio.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Atualizações
Dois dos corpos encontrados no rio Paraguai são identificados
Inédito
Tempestade de areia: Energisa recebeu 4 mil chamados em Campo Grande
Dia Mundial da Alimentação
Em MS, 69% da população está com excesso de peso e 36% com obesidade
Ensino Superior
UEMS investe mais de R$ 13 milhões em bolsas e auxílios para estudantes
Transporte
Expresso Queiroz tem autorização suspensa por incapacidade de atender passageiro
Defesa Civil
Tempestade de poeira e vendaval causaram estragos em pelo menos sete nos municípios
Cidade em alerta
Ventos de 64 km/h destelharam 20 casas em Corumbá
Previsão Meteorológica
Tempo continua fechado com chance de mais chuva para grande parte do Estado
Tragédia
Naufrágio no Rio Paraguai fez sete vítimas; cinco corpos foram encontrados até o momento
Dia do Professor
Façanha destaca papel do professor no período pós-pandemia

Mais Lidas

Monitoramento
Defesa Civil alerta para chance de novos temporais
Estudo em andamento
Plano de transporte intermunicipal de MS vai passar por mudanças em 2022
Corumbá
Dupla é presa com 20 quilos de maconha
Reforço
Saúde de Corumbá e Ladário recebem mais de 500 equipamentos doados pela Vale