Menu
sexta, 21 de junho de 2024
Governo - Detran MS
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Turma intermediária do Moinho Cultural se apresenta no maior festival de dança do mundo

10 agosto 2022 - 13h14Assessoria Moinho Cultural

A turma intermediária de dança do Instituto Moinho Cultural Sul-Americano participou do Festival de Dança de Joinville (SC), no fim de julho. O evento é considerado o maior festival de dança do mundo. 

Para muitos participantes do Moinho Cultural, foi a primeira viagem sem os pais ou para uma cidade maior.   

“Foi uma experiência bem diferente, porque foi uma viagem sem meus pais, apenas com meus amigos. Foi bem divertido. Joinville é uma cidade grande e é incrível. Queria agradecer ao Wellington (da Cia de Dança do Pantanal) por ter dado a oportunidade pra gente. Parece que as pessoas gostaram da dança que a gente fez”, afirma  Maria Gabriely da Silva Ortiz.   

Para Fabíola Andreia Campos da Conceição, a experiência foi “incrível”. “Amei a experiência de estar em Joinville. Foi muito divertido. Antes de ir, estava um pouco nervosa de viajar sem meus pais. Nunca tinha ficado tanto tempo longe do meu pai e da minha mãe. Serviu meio que de ensino. Espero, realmente, ano que vem ir para poder competir”, garante a adolescente.   

“Foram muitas horas de viagem, mas valeu cada segundo. Conhecemos muita gente nova. Conhecemos a maior bailarina do Brasil, vimos os espetáculos e a energia que cada um passa. Conhecemos lugares novos e vimos a reação do público. Tudo foi muito incrível e espero que aconteça de novo”, resume Anthonia Faria Regenold.   

A diretora executiva do Moinho Cultural, Márcia Rolon, destaca que a participação do intermediário é um incentivo a mais não só para a turma, mas para todos os participantes da instituição, que há 18 anos tem apostado na arte como motor de transformação social.   

“Para a turma, foi um momento de descobertas, de sentir tudo com muita intensidade. Para o Moinho Cultural como um todo, esta participação veio recheada de emoção e gratidão. Com certeza, todos os nossos participantes que estiveram lá voltaram diferentes, com mais sede de dança, de arte, de cultura. E eles contagiam todos aqueles que ficaram por aqui”, lembra Márcia Rolon.   

 Valorização dos artistas   

Os bailarinos do Instituto Moinho Cultural Sul-Americano, Maria Eduarda, Luiz Coelho e Wellington Júlio, que também é coreógrafo da instituição, também estiveram no festival. Eles receberam bolsas de estudos para participar do evento.   

Junto com o coreógrafo Chico Neller, eles se reuniram com a diretora do Festival de Dança de Joinville para agradecer pelo apoio e também apresentar o trabalho desenvolvido pelo Moinho Cultural e pela Cia. de Dança do Pantanal. 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Começou em 3 abril
Servidores do IFMS aceitam propostas do Governo Federal para pôr fim à greve
O resultado da votação ainda não significa o fim da greve. A decisão será definida na plenária nacional do sindicato, nesta sexta-feira e sábado, 21 e 22 de junho
Urgente
Senador Nelsinho Trad mobiliza Senado Federal para ajudar o Pantanal contra incêndios
Em Dourados
Justiça do Trabalho de MS determina redução de jornada para trabalhador acompanhar filho com TEA
O caso é de Dourados e a redução da jornada de trabalho é de 50%, sem compensação de horas ou perda salarial para o trabalhador
Educação
IFMS prevê investimento de R$ 1 milhão em tecnologia da informação
Patrimônio Cultural
Prefeitura entrega certificação de agente cultural para 98 festeiros de São João
Cultura Pantaneira
Concurso de Andores e show de Thaeme e Thiago abre Banho de São João nesta sexta (21)
Destaque
Atleta, empresário e servidor público são homenageados pela Câmara de Corumbá
Evento
Corumbá recebe etapa Pantanal do Diálogo sobre Patrimônio Cultural e Ações Climáticas
Destaque
Corumbá debate o Paradesporto em Festival da Inclusão na Apae
No Pantanal
Vereador pede instalação de hidrante para combate a incêndios em Forte Coimbra

Mais Lidas

Queimadas
Fogo destrói ponte de madeira na Estrada Parque
Ladário
Incêndio atinge região próxima da Apa Baía Negra
Queimada
Fogo cresce na região do Bracinho e brigada da Apa Baía Negra fica sob alerta
Paredão de fogo
Equipes atuam em cinco frentes de combate ao fogo no Pantanal