Menu
segunda, 14 de junho de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

Travessia clandestina de bolivianos põe em risco saúde pública de Corumbá

20 junho 2020 - 15h16Gesiane Sousa

As estradas e trilhas clandestinas que ligam a Bolívia à cidade de Corumbá, não é novidade nem surpresa para quem mora na região de fronteira entre os dois países, muito menos para as autoridades que fiscalizam a divisa territorial. Segundo o Exército, empenhado em ações de combate a clandestinidade migratória desde o dia 20 de março, as operações na faixa de fronteira são constantes. 

A cidade boliviana, vizinha a Corumbá, Puerto Quijarro, apresenta altíssimo índice de contaminação. Vice-presidente do Conselho Municipal já pediu a decretação da calamidade sanitária da cidade, que deve ser aprovada em lei municipal, já nesta segunda (22). Porém enquanto isso, apesar da fronteira está fechada em ambos os lados, desde o mês de março, bolivianos continuam chegando à Corumbá por vias clandestinas sem dificuldades, pelas chamadas estradas "Cabriteiras".

Os bolivianos chegam à Corumbá pelos assentamentos do Taquaral, área rural da cidade, que faz ligação com Mutum, na Bolívia. As estradas de barro, muito utilizadas pelo tráfico de drogas e outros contrabandos, agora são rota dos bolivianos que se aventuram na travessia ilegal, sem temer por fiscalizações, e sem pensar na saúde coletiva, não apenas dos brasileiros, como do seu próprio povo. O site Capital do Pantanal recebeu denúncias e imagens de postagens feitas pelos atravessadores, com máxima tranquilidade, como se estivissem em um esporte de aventura.

Uma vala foi aberta em triha clandestina no final de março para impedir a travessia. Foto: Divulgação

No dia 24 de março, agentes da Força Nacional e da Polícia Federal, que na época integravam ações da Operação Hórus, em combate ao tráfico de drogas e outros ilícitos no Estado, identificaram trilha clandestina e cavaram uma vala com retroescavadeira para impedir a travessia de veículos. Até o momento, nenhuma outra ação foi divulgada. Há necessidade de fiscalização intensa e inteligente com continuidade. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FESTA CLANDESTINA
Postura encerra festa clandestina com militares da Marinha
POLICIAL
Ação Policial entre as Polícias Civis de SP e do MS resultam na apreensão de 107 quilos de droga
TEMPO
Tempo contribui para clima agradável com sol e friozinho no dia dos namorados
TEMPO
Tempo contribui para clima agradável com sol e friozinho no dia dos namorados
CORONAVÍRUS
Detran-MS suspende atendimento presencial em 43 cidades com bandeira cinza
POLICIAL
Homem é preso por violência doméstica no Ceac
POLICIAL
PM prende homem por invasão de domicílio no Popular Nova
GERAL
Presidente da Cassems faz alerta sobre o crescente número de casos de Covid-19 em MS
POLICIAL
Menina de 11 anos com DST diz ter sido estuprada pelo avô
GERAL
Com nova deliberação do Prosseguir, Governo restringe atendimento presencial em alguns setores

Mais Lidas

FESTA CLANDESTINA
Postura encerra festa clandestina com militares da Marinha