Menu
domingo, 17 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Transferência de torturadora gera princípio de rebelião no Presídio de Corumbá

25 fevereiro 2016 - 13h30Sylma Lima
Transferida para o presídio feminino de  Corumbá, na noite desta quarta-feira (24), Conceição Vargas da Cruz, 31 anos, acusada de torturar com rituais de magia negra o sobrinho menor de 4 anos de idade, causou um princípio de rebelião no sistema carcerário feminino da cidade desde as primeiras horas da manhã de hoje, quinta-feira (25), quando as internas descobriram que era a “ torturadora” que havia chego de “bonde” .Ela saiu ontem do Instituto Penal Irma Zorzi da Capital onde teria sofrido resistência e ameaça das presas do local, que chegaram a quebrar cadeados. A Agepen decidiu transferir a criminosa para Corumbá, pela instituição oferecer a melhor estrutura para isolamento, mas a decisão são agradou as demais detentas, que querem se vingar do crime. A direção do Presídio confirmou a rebelião, mas não quis se pronunciar sobre o caso. Segundo informações da PM, a presença de militares no interior do presídio, conseguiu acalmar a revolta das detentas, e por enquanto a situação está sob controle. O Corpo de Bombeiros que também entrou no presídio, precisou remover três detentas, uma delas de maca, para o Pronto Socorro Municipal. Enquanto isso a mulher está no isolamento aguardando decisão da justiça, ou uma possível transferência para outra unidade penal. Entenda o caso O Conselho Tutelar de Campo Grande interviu na guarda de uma criança de quatro anos, na noite desta terça (24), após constatar que o menor sofria torturas em rituais de magia negra por parte dos tios. O casal, de 31 e 46 anos, tinham a guarda legal do sobrinho desde maio do ano passado. Atualmente, o menino está sob cuidados médicos na Santa Casa desde às 18h de ontem. Cassandra Szuberski, conselheira tutelar, declarou ao site Midiamax: “Nunca vi uma situação desta. A criança está muito machucada e de agressões que já vem de tempos”. O menor sofreu uma fratura no braço (antiga), queimaduras nas costas e pescoço, teve uma unha do dedão do pé esquerdo arrancada, já levou água quente na cabeça e ainda corre o risco de perder a visão. Os tios, que tem duas filhas de 9 e 12 anos, caíram em contradição em explicações dadas a polícia, em um primeiro momento, afirmaram que o sobrinho havia se machucado em uma queda, depois afirmaram que a criança havia se queimado enquanto se alimentava. Segundo o site da capital, as filhas do casal afirmaram que constantemente eram deixadas sozinhas pelos pais. A avó materna das meninas, mora em Aquidauana, e deve chegar em breve para buscar as netas. Informações policiais apontam que na residência, localizada na região central de Campo Grande, foram encontrados objetos típicos de rituais espiritas, como guias, patuás, charutos, bonecos e estátuas. Investigações apontam que mais uma pessoa participava das sessões de tortura, que depois de     muito negarem, os tios acabaram confessando a autoria. O tio Arnaldo Pavão ,46 anos, pedreiro, e a doméstica de 31 anos Conceição Vargas da Cruz foram presos e estão provocando polemica e confusão por onde passam. Arnaldo foi para o Instituto Penal de Campo Grande, e o sobrinho de 18 anos envolvido na tortura foi preso na quarta-feira em Aquidauana onde deve cumprir a pena.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tragédia
Médico do interior de SP é um dos sobreviventes de barco que naufragou; quatro parentes morreram
Atualizações
Dois dos corpos encontrados no rio Paraguai são identificados
Inédito
Tempestade de areia: Energisa recebeu 4 mil chamados em Campo Grande
Dia Mundial da Alimentação
Em MS, 69% da população está com excesso de peso e 36% com obesidade
Ensino Superior
UEMS investe mais de R$ 13 milhões em bolsas e auxílios para estudantes
Transporte
Expresso Queiroz tem autorização suspensa por incapacidade de atender passageiro
Defesa Civil
Tempestade de poeira e vendaval causaram estragos em pelo menos sete nos municípios
Cidade em alerta
Ventos de 64 km/h destelharam 20 casas em Corumbá
Previsão Meteorológica
Tempo continua fechado com chance de mais chuva para grande parte do Estado
Tragédia
Naufrágio no rio Paraguai deixou sete pessoas desaparecidas

Mais Lidas

Tragédia
Médico do interior de SP é um dos sobreviventes de barco que naufragou; quatro parentes morreram
Tragédia
Naufrágio no rio Paraguai deixou sete pessoas desaparecidas
Atualizações
Dois dos corpos encontrados no rio Paraguai são identificados
Cidade em alerta
Ventos de 64 km/h destelharam 20 casas em Corumbá