Menu
terça, 11 de maio de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

Trabalhadores de Corumbá são capacitados para assentar lajotas

06 fevereiro 2016 - 12h36Assessoria
O Senai de Corumbá, em parceria com a Prefeitura Municipal, iniciou o curso de calceteiro para a formação de trabalhadores especializados em técnicas de fabricação e assentamento de lajotas. As aulas teóricas estão sendo realizadas no auditório da Praça Céu e, ao todo, são 20 alunos. A capacitação faz parte do projeto “Se Essa Rua Fosse Minha”, criado para urbanizar os bairros da cidade, além da geração de renda e capacitação do trabalhador. O gerente do Senai de Corumbá, Marcelo Zinsly, explica que os alunos passam por capacitação teórica dada por técnicos, sendo ainda submetidos a três meses de estágio prático, recebendo uma bolsa auxílio durante esse período. “O curso é realizado no período matutino e vespertino, com duração de um mês, abordando segurança do trabalho, meio ambiente e técnicas de fabricação e assentamento de lajotas”, ressaltou Marcelo Zinsly. O prefeito de Corumbá, Paulo Duarte, reforçou que o ano se inicia com mais benefícios para a população corumbaense. “Um deles é justamente este programa de pavimentação em lajotas sextavadas que, além de urbanizar as alamedas da cidade, está também qualificando pessoas”, disse. “Somente este grupo que inicia o curso ministrado pelo Senai, vai atuar diretamente em duas alamedas da Popular Nova e em uma localizada no centro da cidade”, continuou Paulo Duarte.A camareira Terezinha Esquer e Souza, 55 anos, é uma das responsáveis pela pavimentação das alamedas e espera com o curso quero aprender mais e trabalhar em equipe. “Acho importante aprender a questão da segurança do trabalho que vale para qualquer profissão, assim como após o curso ter mais uma oportunidade de emprego”, comentou. Elizete Bibiano, 34 anos, moradora no Conjunto Jardinzinho, na Popular Nova, é uma das alunas e o fato de aprender uma profissão que vai trabalhar com material pesado não a intimida. “É uma oportunidade de aprender e a gente precisa de renda. Não tem essa de que lugar de mulher é em casa. Mulher tem que aprender tudo, direitos iguais. E não é um trabalho pesado, só para homem. Além do mais, tenho filhos para criar e esta é uma oportunidade”, disse.            

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLICIAL
PRF apreende mais de 7 toneladas de maconha em MS
POLICIAL
PF realiza prisão por tráfico interestadual de drogas e apreende 200 kg de maconha
EDUCAÇÃO
IFMS investe no aprimoramento de atividades não presenciais
MEIO AMBIENTE
Parque Municipal de Piraputangas recebe observação de aves
HOMENAGEM
Câmara homenageia OAB de Corumbá pelo seu 63º aniversário de fundação
CIDADANIA
Abertas as inscrições para a 2ª edição do programa Juventude Empreendedora
GERAL
Após recomendação da Anvisa, Estados e prefeituras mudam vacinação de grávidas
GERAL
CPI da Covid questiona presidente da Anvisa sobre vacinas nesta terça
ECONOMIA
Produtividade cai 2,5% no primeiro trimestre de 2021, aponta pesquisa da CNI
GERAL
Maio da Diversidade LGBT+ terá mais de 100 ações do Governo MS

Mais Lidas

POLICIAL
PM encerra festa clandestina em casa abandonada e prende foragido da justiça
POLICIAL
Homem é preso por infração de medida sanitária e desobediência
POLICIAL
Casal é preso após briga no bairro Dom Bosco
POLICIAL
PRF recupera veículo e liberta homem que estava mantido em cárcere privado