Menu
quarta, 24 de abril de 2024
Governo - Fazer Bem Feito - Abril 24
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

"Top 10" das igrejas devedoras da União em MS soma R$ 763,4 mil

15 setembro 2020 - 10h03Adriano Fernandes, Campo Grande News

As dez igrejas mais inadimplentes com a União em Mato Grosso do Sul devem exatos R$ 763.440,89 mil aos cofres públicos. Dos 114 centros religiosos com débitos no Estado a maior devedora é a IECG (Igreja Evangélica Comunidade Global) que tem sede na Rua 14 de Julho, no Centro da Capital e está com R$ 219.375,93 mil negativos junto a União.

Apenas dois centros religiosos do "Top 10" são do interior de Mato Grosso do Sul. O centro espírita de Convivência Amparo ao Idoso Professora Nilceia Aparecida Siqueira Bueno, em Maracaju, é o segundo maior devedor com R$ 148.337,7 mil em dívidas. Já a 1ª Igreja Batista em Sete Quedas deve R$ 33.072,47 mil.

A lista das entidades mais devedoras no Estado é composta por setes igrejas evangélicas, dois centros espíritas e uma associação católica. A lista pode ser consultada no site da PGFN (Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional), que é ligada ao Ministério da Economia.

No País - Os dez maiores inadimplentes com a União em todo o país devem R$ 382,3 milhões. A maior parte dos débitos devidos pelas organizações religiosas estão ligadas a contribuição previdenciária, tributo da qual passam a ser isentas com o aval do presidente Jair Bolsonaro através de lei publicada no Diário Oficial da União, nesta segunda-feira (14).

A maior devedora entre as entidades religiosas do país é a Associação das Famílias para Unificação e Paz Mundial Brasil, ligada à Igreja da Unificação do reverendo sul-coreano Sun Myung-Moon, morto em 2012. Conforme o portal Congresso em Foco a associação cristã deve R$ 99,2 milhões à União, em débitos não especificados.

A segunda da lista é a Igreja Mundial do Poder de Deus, fundada pelo apóstolo Valdomiro Santiago e que deve R$ 91,4 milhões em débitos tributários, sendo que R$ 55,5 milhões deste total é relativo a pendências à contribuição previdenciária.

O top 10 de desfalque aos cofres públicos conta também com a Igreja Internacional da Graça de Deus (R$ 37,8 milhões), Associação Vitória em Cristo (R$ 35,9 milhões), Igreja Renascer em Cristo (R$ 33,4 milhões), Centro Islâmico Brasileiro (R$32,7 milhões), Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e de São Benedito dos Homens Pretos (R$ 18 milhões), Mosteiro de São Bento da Bahia (R$ 13,4 milhões) e Igreja da Lagoinha (R$ 10,1 milhões). O Centro Islâmico é o único devedor na lista dos 100 maiores devedores a não pertencer à matriz cristã.

A soma de toda a dívida de atividades religiosas com a Fazenda Nacional é de R$ 1,5 bilhão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Causa Animal
Projeto de Lei cria o Dia Municipal de Adoção Animal em Corumbá
Assembleia Geral
Professores da UFMS decidem por paralisação a partir de 1º de maio
Cidade Limpa
Vereador cobra instalação de lixeiras na cidade com intensa campanha educativa
Boletim
Com mais 1 morte confirmada, MS já tem 15 vítimas da dengue
Por 30 dias
Morte de cão extraviado faz Gol suspender transporte de animais
Saúde
Anvisa publica resolução que proíbe cigarro eletrônico no Brasil
Economia Nacional
Beneficiários do INSS começam a receber o 13º a partir desta quarta-feira (24)
Administração
Lajotas retiradas da rua Ladário serão reaproveitadas em alamedas e vias de menor movimento
Saúde Pública
Vereador pede agilidade nas cirurgias ginecológicas para reduzir fila de espera em Corumbá
Administração
Convênio com o Estado garante R$ 34,5 milhões para infraestrutura urbana e rural em Corumbá

Mais Lidas

Eleições 2024
PL apresenta pré-candidatos a vereadores em Ladário
Oficial
Prefeitura divulga gabaritos do concurso público; prazo para recursos abre dia 24
Travessia Reestabelecida
Embarcação brasileira apreendida ilegalmente na Bolívia é devolvida após quatro dias
Profissão
Voucher Transportador já atendeu 990 motoristas e pode ganhar novas vagas