Menu
terça, 28 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

"Top 10" das igrejas devedoras da União em MS soma R$ 763,4 mil

15 setembro 2020 - 10h03Adriano Fernandes, Campo Grande News

As dez igrejas mais inadimplentes com a União em Mato Grosso do Sul devem exatos R$ 763.440,89 mil aos cofres públicos. Dos 114 centros religiosos com débitos no Estado a maior devedora é a IECG (Igreja Evangélica Comunidade Global) que tem sede na Rua 14 de Julho, no Centro da Capital e está com R$ 219.375,93 mil negativos junto a União.

Apenas dois centros religiosos do "Top 10" são do interior de Mato Grosso do Sul. O centro espírita de Convivência Amparo ao Idoso Professora Nilceia Aparecida Siqueira Bueno, em Maracaju, é o segundo maior devedor com R$ 148.337,7 mil em dívidas. Já a 1ª Igreja Batista em Sete Quedas deve R$ 33.072,47 mil.

A lista das entidades mais devedoras no Estado é composta por setes igrejas evangélicas, dois centros espíritas e uma associação católica. A lista pode ser consultada no site da PGFN (Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional), que é ligada ao Ministério da Economia.

No País - Os dez maiores inadimplentes com a União em todo o país devem R$ 382,3 milhões. A maior parte dos débitos devidos pelas organizações religiosas estão ligadas a contribuição previdenciária, tributo da qual passam a ser isentas com o aval do presidente Jair Bolsonaro através de lei publicada no Diário Oficial da União, nesta segunda-feira (14).

A maior devedora entre as entidades religiosas do país é a Associação das Famílias para Unificação e Paz Mundial Brasil, ligada à Igreja da Unificação do reverendo sul-coreano Sun Myung-Moon, morto em 2012. Conforme o portal Congresso em Foco a associação cristã deve R$ 99,2 milhões à União, em débitos não especificados.

A segunda da lista é a Igreja Mundial do Poder de Deus, fundada pelo apóstolo Valdomiro Santiago e que deve R$ 91,4 milhões em débitos tributários, sendo que R$ 55,5 milhões deste total é relativo a pendências à contribuição previdenciária.

O top 10 de desfalque aos cofres públicos conta também com a Igreja Internacional da Graça de Deus (R$ 37,8 milhões), Associação Vitória em Cristo (R$ 35,9 milhões), Igreja Renascer em Cristo (R$ 33,4 milhões), Centro Islâmico Brasileiro (R$32,7 milhões), Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e de São Benedito dos Homens Pretos (R$ 18 milhões), Mosteiro de São Bento da Bahia (R$ 13,4 milhões) e Igreja da Lagoinha (R$ 10,1 milhões). O Centro Islâmico é o único devedor na lista dos 100 maiores devedores a não pertencer à matriz cristã.

A soma de toda a dívida de atividades religiosas com a Fazenda Nacional é de R$ 1,5 bilhão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tradição Popular
Entrega dos doces de Cosme e Damião é fé, devoção e caridade
Fronteira
Ex-vereador é morto por pistoleiros em Ponta Porã
Amambai
Ação conjunta apreende 260 Kg de maconha na rodovia MS 156
Costume Popular
Agetrat alerta motoristas sobre os cuidados no dia de São Cosme e Damião
Exemplo
Enfermeira de MS recebe prêmio nacional pelo trabalho na área de transplante de órgãos
Serviço
Últimos dias para licenciar veículos com placa final 9
Corumbá
Barraco de madeira é destruído pelo fogo na parte alta
Trânsito
Dois pedestres são atropelados durante conversão de via no Guatós
Ventania
Queda de mais de 10 árvores bloquearam a rodovia BR 262
Oportunidade
Fundação do Trabalho oferta 1.953 vagas de emprego em Mato Grosso do Sul

Mais Lidas

Queimadas
Vento forte faz fogo se espalhar e famílias ribeirinhas são resgatadas na madrugada
Fronteira
Ex-vereador é morto por pistoleiros em Ponta Porã
Trânsito
Dois pedestres são atropelados durante conversão de via no Guatós
Tradição Popular
Entrega dos doces de Cosme e Damião é fé, devoção e caridade