Menu
sexta, 21 de junho de 2024
Câmara - Queimadas 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

TJMS instala mandado eletrônico em todas as comarcas do Estado

19 outubro 2022 - 10h20Redação

O Tribunal de Justiça de MS concluiu o cronograma de instalação do Mandado Eletrônico e das Centrais Compartilhadas de Mandados em todas as comarcas do Estado. 

A medida foi proposta pela atual administração do TJMS como alternativa à necessidade de emissões de cartas precatórias no âmbito do Poder Judiciário Estadual, simplificando e agilizando as intimações dentro do território sul-mato-grossense. 

O sistema de encaminhamento de mandados eletrônicos entre as unidades jurisdicionais do Poder Judiciário de MS foi regulamentado pelo Provimento nº 571 do Conselho Superior da Magistratura, de 5 de abril de 2022, possibilitando o cumprimento de atos processuais em comarca diversa daquela do juízo de origem da ordem judicial. 

Para atender tal provimento, inicialmente foi habilitado no sistema SAJ PG5 o mandado no formato eletrônico, o qual passou a tramitar nas filas do fluxo de trabalho. Em seguida, foram ativadas as centrais de mandados compartilhadas entre as comarcas. 

Assim, o encaminhamento para o cartório de destino é realizado de forma automática, de acordo com o endereço do destinatário do mandado. Após o cumprimento, a respectiva Central devolve eletronicamente o mandado ao cartório de origem.

Desse modo, a carta precatória não será mais utilizada na grande maioria dos casos, sendo adotada somente nas ocorrências onde o ato determinado pelo juiz exija, por sua natureza, a atuação pessoal do magistrado de outra comarca, conforme disposto no art. 2º do Provimento nº 571. 

A implantação do mandado eletrônico teve início no mês de maio e junho nas comarcas de Fátima do Sul e Eldorado, finalizando com a implantação em Campo Grande, que ocorreu no final de setembro, e Dourados, concluída no início de outubro. 

O mandado eletrônico já está em funcionamento no judiciário paulista, o qual também adota o sistema SAJ para a tramitação processual. O modelo foi adaptado para realidade de MS nos últimos anos pela equipe do Departamento de Sistemas Jurisdicionais da Secretaria de Tecnologia da Informação (STI), juntamente com o Departamento de Padronização da 1ª Instância (Deppi) da Corregedoria-Geral de Justiça. 

A necessidade da implantação do mandado eletrônico das centrais compartilhadas, como alternativa as cartas precatórias, foi motivada pela criação das varas de competência estadual em funcionamento no Fórum de Campo Grande, objetivando o atendimento e a celeridade processual. 

 

 

* Informações do TJMS

Deixe seu Comentário

Leia Também

Começou em 3 abril
Servidores do IFMS aceitam propostas do Governo Federal para pôr fim à greve
O resultado da votação ainda não significa o fim da greve. A decisão será definida na plenária nacional do sindicato, nesta sexta-feira e sábado, 21 e 22 de junho
Urgente
Senador Nelsinho Trad mobiliza Senado Federal para ajudar o Pantanal contra incêndios
Em Dourados
Justiça do Trabalho de MS determina redução de jornada para trabalhador acompanhar filho com TEA
O caso é de Dourados e a redução da jornada de trabalho é de 50%, sem compensação de horas ou perda salarial para o trabalhador
Educação
IFMS prevê investimento de R$ 1 milhão em tecnologia da informação
Patrimônio Cultural
Prefeitura entrega certificação de agente cultural para 98 festeiros de São João
Cultura Pantaneira
Concurso de Andores e show de Thaeme e Thiago abre Banho de São João nesta sexta (21)
Destaque
Atleta, empresário e servidor público são homenageados pela Câmara de Corumbá
Evento
Corumbá recebe etapa Pantanal do Diálogo sobre Patrimônio Cultural e Ações Climáticas
Destaque
Corumbá debate o Paradesporto em Festival da Inclusão na Apae
No Pantanal
Vereador pede instalação de hidrante para combate a incêndios em Forte Coimbra

Mais Lidas

Queimadas
Fogo destrói ponte de madeira na Estrada Parque
Ladário
Incêndio atinge região próxima da Apa Baía Negra
Queimada
Fogo cresce na região do Bracinho e brigada da Apa Baía Negra fica sob alerta
Paredão de fogo
Equipes atuam em cinco frentes de combate ao fogo no Pantanal