Menu
segunda, 17 de junho de 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Técnicos recebem capacitação para reforçar cadeia produtiva do mel no Estado

Pelo programa Pró Pantanal, curso em dois módulos acontece até quarta-feira (31) com 40 técnicos e tem parceria de Agraer, Embrapa e UFMS

30 agosto 2022 - 08h16Agência Sebrae de Notícias

O fortalecimento da cadeia da apicultura em Mato Grosso do Sul envolve o trabalho de aumentar a ramificação de atendimento técnico a criadores de abelhas. Para isso, 40 técnicos estão recebendo capacitação entre esta segunda-feira (29) e a quarta-feira (31), das 13h30 às 17h, em Campo Grande, por meio do Pró Pantanal, iniciativa do Sebrae, e também com envolvimento da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer/MS), Embrapa Pantanal e Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). 

O Curso Formação/Capacitação em Apicultura para Técnicos vai aprimorar o nível técnico e produtivo da apicultura no Estado e está sendo realizado em dois módulos. O primeiro é neste mês de agosto, enquanto o segundo, de nível avançado, vai ser em outubro. Esse treinamento está ocorrendo na sede do Sebrae/MS, em Campo Grande (avenida Mato Grosso, 1661). 

Para o primeiro módulo, o conteúdo está direcionado na formação básica desses técnicos, com aulas teóricas e práticas, e o responsável por ministrar o treinamento é o pesquisador da Embrapa Pantanal Vanderlei dos Reis e o professor da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da UFMS (FAMEZ) Dr. Rodrigo Zaluski. O segundo módulo vai ocorrer entre os dias 5 a 7 de outubro e as aulas serão ministradas por Pedro Acioli. 

Os técnicos formados nesse curso vão oferecer suporte para os criadores de abelhas no Estado. “Essa capacitação é feita em parceria com a Agraer para podermos alcançar um número maior de técnicos, a fim de dar o suporte para os pequenos apicultores. Há uma turma nova, de técnicos que estão chegando, e essa preparação envolve permitir que seja feito o acompanhamento de grupos”, explicou a analista técnica do Sebrae/MS, Kátia Muller. 

Esses novos técnicos em formação integram o trabalho desenvolvido por meio das ATeGs, que são os programas de Assistência Técnica e Gerencial. Dados da Secretaria de Produção, Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Agricultura Familiar (Semagro), de 2021, indicam o total de 1.097 produtores de abelhas no Estado. Esse quantitativo cresceu de 2020 para o ano passado na ordem de 8%. A Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) tinha 1.016 produtores cadastrados em 2020. 

Mato Grosso do Sul já alcançou a marca de ser o maior produtor de mel do Centro-Oeste, somando 984 mil quilos em 2020. As estratégias para consolidar essas estatísticas envolvem esse trabalho de ampliação do atendimento a pequenos criadores. Ainda com dados da Iagro, em 2020 havia 20.109 colmeias cadastradas, sendo que esse número subiu em 2021 para 27.145 colmeias. 

Esse produto também tem espaço para os criadores adequarem-se para obter o Selo Arte, que é concedido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A regulamentação foi feita por meio da portaria nº 289, de 13 de setembro de 2021. Essa legislação regulamentou a produção artesanal dos produtos de origem animal na apicultura a partir de 1 de outubro do ano passado. Os produtos artesanais de abelhas Apis mellifera e de abelhas nativas sem ferrão se encaixam no regulamento. 

Comunidades e apicultores 

Por meio do Pró Pantanal, as comunidades do Salobra (Miranda) e no Passo do Lontra (Corumbá) estão recebendo capacitação para a criação de abelhas e se somarem no desenvolvimento de ações na cadeia produtiva do mel. No Salobra, um grupo já participou dos cursos iniciante e avançado e trabalha para realizar a primeira colheita no próximo ano. 

Moradores do Passo do Lontra participaram do treinamento iniciante em agosto para dar início à preparação e entender as demandas necessárias para ser conduzido esse tipo de atividade econômica. Nas duas localidades, esses cursos foram feitos com apoio das associações de moradores, do Senar/MS e a Agraer/MS vai prestar auxílio. 

O Sebrae/MS também tem atuação na cadeia produtiva do mel em outras regiões do Estado. Neste mês, em Três Lagoas, houve o curso de “Boas práticas no manuseio da apitoxina”. O objetivo com essa outra capacitação foi profissionalizar os participantes e prepará-los para aproveitarem os potenciais da apitoxina, uma toxina liberada pelo metabolismo das abelhas e que é matéria-prima farmacológica, com efeito anti-inflamatório, cicatrizante e analgésico. 

Pró Pantanal 

O Pró Pantanal – Programa de Apoio à Recuperação Econômica do Bioma Pantanal é uma iniciativa do Sebrae para fomentar atividades econômicas nos eixos do turismo, da economia criativa e do agronegócio existentes no Pantanal. O programa ainda tem apoio da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Federação das Associações Empresariais de Mato Grosso do Sul (FAEMS), Instituto do Meio Ambiente de MS (Imasul) e Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro). 

Para obter mais informações sobre o programa Pró Pantanal e suas ações, fale com o Sebrae, pelo pelo número 0800 570 0800. Visite o site oficial do programa clicando aqui

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sítio Pioval
Bombeiros resgatam família ribeirinha cercada pelo fogo
Provisório
Sanesul passa a atender na rua 15 de novembro a partir de segunda (17)
Geral
MEC aceita revogar portaria se professores de federais acabarem greve
Esporte
Atletas indígenas são destaque em Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul
Geral
Projeto de protocolo cardiológico de Mato Grosso do Sul é destaque no Conass
Geral
Diálogo avança e 122 servidores do Detran de MS são promovidos por antiguidade
Destaque
Boletim Epidemiológico: MS registra 11.550 casos confirmados de dengue
Geral
Com apoio do Governo, Expotrês apresenta novas tecnologias do agro e leva entretenimento ao público
Geral
No ar boletim Detran Mais Perto, Mais Eficiente da semana de 10 a 14 de junho
Clima
Corumbá amanhece com 25 graus
A máxima neste sábado pode chegar a 36 graus

Mais Lidas

Provisório
Sanesul passa a atender na rua 15 de novembro a partir de segunda (17)
Sítio Pioval
Bombeiros resgatam família ribeirinha cercada pelo fogo
Geral
Diálogo avança e 122 servidores do Detran de MS são promovidos por antiguidade
Esporte
Atletas indígenas são destaque em Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul