Menu
segunda, 08 de março de 2021
Andorinha Fevereiro
Andorinha Fevereiro
Geral

Taxistas se revoltam com transporte clandestino realizado por bolivianos em Corumbá

17 maio 2016 - 13h03Gesiane Medeiros
Mais uma vez o transporte clandestino de passageiros realizado por bolivianos em Corumbá entra em evidência. No final da manhã desta terça-feira (17) um taxista, com mais de dez anos de trabalho na cidade, flagrou um boliviano deixando passageiros na região central da cidade. A Agência Municipal de Trânsito (Agetrat), compareceu ao local e levou o taxista e o boliviano para Delegacia de Polícia, alegando que ambas as partes infligiram a Lei. O taxista Adelson Mineiro, trabalhador em Corumbá há mais de 10 anos, foi quem flagrou o ocorrido, "estava passando pela esquina das Ruas Joaquim Murtinho e Antônio Maria quando avistei o boliviano descarregando as malas do passageiro, eu simplesmente perguntei se ele se estava fazendo trasporte clandestino e ele disse que não, mas vi que estava mentindo e por isso chamei a Agetrat, que pelo visto está dando razão a ele. Todos os dias somos vítima da nossa própria legislação, porque ele será liberado e continuará trabalhando na irregularidade, enquanto nós, trabalhadores legalizados saímos no prejuízao".Segundo o Agente de Trânsito, Miguel, “o taxista não tem o direito de abordar o motorista boliviano, mesmo que clandestino, da forma como fez, ele fechou o carro do boliviano para questionar o fato, já o boliviano realizava sim transporte irregular e por isso teve o carro apreendido e foi encaminhado para a DP da cidade”, explica o Agente. O Agente de trânsito explica ainda que o taxista cometeu o exercício ilegal da profissão, já que realizou o trabalho de fiscalização e abordagem que é de responsabilidade da Agetrat e demais forças de segurança atuantes no município, já o boliviano foi enquadrado por realizar transporte clandestino de passageiros, “nós quanto agentes de trânsito constatamos a infração e por isso ele foi trazido para delegacia, o passageiro confirmou que pagou ao motorista irregular para vir da fronteira até o centro da cidade”, ressalta o Agente.Para o presidente Sindicato dos Taxistas de Corumbá, Seo Amaral,  a Agetrat deveria dar mais ênfase a fiscalização, “observamos os bolivianos fazendo transporte clandestino diariamente na cidade, e nunca dá em nada, nós ficamos aqui parados, sem faturar, dando depoimentos, mas sabemos que isso não irá dar resultado algum.O boliviano será liberado e dias depois já estará nas ruas novamente trabalhando na irregularidade, enquanto nós somos prejudicados e corremos o risco de perder os veículos com o baixo faturamento, por conta da concorrência desleal”.    

Deixe seu Comentário

Leia Também

BOLETIM COVID
SES registra mais 25 mortes por covid e MS chega a 3.469 óbitos
ESPORTE
Estadual de Futebol 2021: Jogos do grupo B terminam empatados em 1 a 1 neste domingo
MULHERES
Reinaldo Azambuja assina decretos que fortalecem políticas públicas para as mulheres
EDUCAÇÃO
Inep publica resultado das análises de recursos do Revalida
PROCESSO SELETIVO
Funsau abre processo seletivo para contratação de agente de farmácia, farmacêutico e médico
CRIME DE RECEPTAÇÃO
Homem vai para a delegacia por conduzir na BR 262 veículo roubado
POLICIAL
Homem é preso por receptação e apreende moto furtada no bairro Vila Mamona
DIA INTERNACIONAL DA MULHER
Na linha de frente, mulheres fazem gestão de excelência no combate da pandemia da Covid-19
POLICIAL
PM prende homem com mandado de prisão durante rondas no bairro Vila Guarani
POLICIAL
PM de Corumbá recupera motocicleta roubada minutos após o crime no bairro Popular Nova

Mais Lidas

GERAL
Ônibus clandestino com 34 bolivianos é apreendido no Brás em São Paulo