Menu
sexta, 21 de junho de 2024
Governo - Detran MS
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Sistema Fiems envia carretas de eletrotécnica e marcenaria para atender desabrigados no RS

28 maio 2024 - 12h51Assessoria

Mais do que arrecadações, é importante oferecer esperança de recomeço às famílias que perderam tudo nas enchentes do Rio Grande do Sul. Neste sentido, o Sistema Fiems, por meio do Senai, está enviando duas unidades móveis para serem enviadas às cidades atingidas pelo desastre climático com serviços de eletrotécnica e marcenaria.

O presidente da Fiems, Sérgio Longe, destacou os esforços de apoio ao Estado gaúcho. “Estamos encaminhando unidades móveis para dar suporte às Secretarias Municipais de Saúde para conserto de equipamentos estragados pela chuva e também nas residências da população, para verificar os eletrodomésticos e fazer os reparos necessários. É uma ação para que o Rio Grande do Sul possa retomar suas atividades”, afirmou.

De acordo com o diretor-regional do Senai, Rodolpho Caesar Mangialardo, as carretas, geralmente utilizadas para oferecer os cursos de qualificação profissional, foram adaptadas para as equipes realizarem consertos de eletrodomésticos e equipamentos médicos, além de fabricarem móveis como camas, berços e baús.

“Além de toda estrutura para arrecadar doações de roupas, alimentos e água, conseguimos dar um pouco mais de conforto também com essa ajuda ao povo do Rio Grande do Sul”, explicou. Também será possível a fabricação de rodos e pás para auxiliar na limpeza das cidades atingidas.

As unidades estão acompanhadas de uma equipe de 16 pessoas, entre engenheiros, professores e técnicos.

A unidade de marcenaria será instalada em Passo Fundo e a expectativa é fabricar 260 camas de solteiro, 130 berços, 130 baús, além de 1 mil rodos e 1 mil pás. Já a carreta destinada aos serviços de eletrotécnica e solda ficará na cidade de Canoas.

Para Rodolpho Mangialardo, acontecimentos com este impacto obrigam o Senai a agir para além do atendimento à indústria. “Dentro desse propósito, estamos nos reinventando, ou seja, o Rio Grande do Sul passou por um desastre terrível, se temos condição de ajudar, vamos fazer, afinal, se trata da comunidade que vai voltar a trabalhar na indústria”.

O diretor-regional relembrou ainda a atuação da instituição durante a pandemia. “Ali aprendemos a trabalhar com esse tipo de projeto. Não tínhamos experiência em fazer manutenção de respiradores e, para nós, foi muito importante. Mais de 140 equipamentos hospitalares foram consertados pelo Senai”, relembrou.

Receba as notícias no seu Whatsapp. Clique aqui para seguir o Canal do Capital do Pantanal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Orientação
Fumaça provocada pelas queimadas no Pantanal exige cuidados extras com a saúde
Flagrante
Dupla é presa com quase 4 kg de maconha em ônibus que seguia para Capital
IBGE
Empresas formadas apenas por sócios e proprietários eram maioria e pagavam menores salários em 2022
Reunião
Brigada Voluntária define plano de ação em caso de incêndio na Apa Baía Negra
Tradição
Banho de São João começa hoje com Concurso de Andores e show de Thaeme e Thiago
Frota
Saúde de Corumbá ganha reforço com nova ambulância UTI Móvel
Oportunidade
Senai e Governo de MS lançam edital de R$ 10 milhões para iniciativas de bioeconomia na indústria
Utilidade Pública
Paço Municipal terá atendimento ao público em horário diferenciado na segunda-feira, dia 24
Cidadania
Programa Povo das Águas atende ribeirinhos do Taquari a partir deste domingo
Operação
Grupo Técnico inicia trabalho de resgate à animais atingidos pelo fogo no Pantanal

Mais Lidas

Cultura Pantaneira
Concurso de Andores e show de Thaeme e Thiago abre Banho de São João nesta sexta (21)
Paredão de fogo
Equipes atuam em cinco frentes de combate ao fogo no Pantanal
Em Dourados
Justiça do Trabalho de MS determina redução de jornada para trabalhador acompanhar filho com TEA
O caso é de Dourados e a redução da jornada de trabalho é de 50%, sem compensação de horas ou perda salarial para o trabalhador
Assistência
Abertas as inscrições para Casamento Civil Comunitário 2024 em Corumbá