Menu
segunda, 12 de abril de 2021
Ambiental MS Pantanal - Aegea
MOBILE - Ambiental MS Pantanal - Aegea
Geral

Sintaxi responde denúncia de usuários sobre cobrança ilegal de taxistas

17 junho 2016 - 09h27Sylma Lima
Em resposta à matéria publicada pelo Capital do Pantanal, no último dia 14, acerca de denúncias recebidas por usuários, sobre a cobrança de corridas sem o uso do taxímetro, o presidente do Sindicato da categoria em Corumbá (Sintaxi), Amaral, afirma que se trata de casos isolados, segundo o presidente, mais de 90% dos profissionais seguem a legislação, que exige o uso do equipamento em cidades com população acima de 50 mil habitantes (Lei n° 12.468/2011). Amaral declara que atualmente, em Corumbá, 98 taxistas são credenciados para atuarem na cidade e região, e que a maioria absoluta trabalha dentro da lei, visando prestar um serviço de boa qualidade e acima de tudo, cobrando o preço justo aos usuários. Na oportunidade, Amaral admite que a denúncia coloca a categoria em alerta para que tal fato não ocorra novamente. No caso relatado, o fato ocorreu em uma corrida da rodoviária a uma localidade na Rua Major Gama, a qual foi cobrada, sem o uso do taxímetro, o valor de vinte reais, sendo que no máximo essa corrida custaria à metade do valor pago.Sobre a situação, o Presidente do Sintaxi afirmou que esta buscando melhorias, entre elas um ponto de apoio fixo na rodoviária da cidade, “estamos estudando a possibilidade de solicitar à Prefeitura Municipal, por meio da Fundação de Turismo, a disponibilidade de um espaço no terminal rodoviário. Para que os passageiros que chegam à nossa cidade possam se dirigir a esse ponto de apoio, comunicar o destino, e conforme tabela saber o real valor da corrida. Seria emitido um voucher, que após o recolhimento da taxa da corrida, seria entregue ao motorista do taxi da vez”, explica o presidente. Amaral aproveitou a oportunidade para apresentar algumas ações, visando garantir melhores condições de trabalho e segurança aos taxistas, bem como apresentou documentos enviados ao Ministério Público Federal e Estadual, que relatam a situação da concorrência desleal que enfrentam com os “taxistas” bolivianos, que atuam clandestinamente transportando turistas e moradores da região. “Há tempos os taxistas da cidade fazem queixas a respeito da circulação dos clandestinos. Toda a categoria se sente lesada por uma concorrência que, além de ser um serviço prestado a um custo muito menor, não tem registro nos órgãos competentes, não têm licença de circulação, nem pagam impostos. A segurança dos usuários de transportes clandestinos fica comprometida, pois esses veículos não são vistoriados ou fiscalizados”, relata o presidente. Em tom de desabafo, afirmou que a categoria, apesar da luta para obter apoio dos órgãos de fiscalização, não tem recebido o apoio esperado, “enquanto os clandestinos fazem cinco corridas, nós fazemos uma, isso é revoltante”, afirmou Édson, Secretário do Sindicato dos Taxistas de Corumbá. O sindicato alerta os usuários sobre a importância de exigirem o uso do taxímetro ao entrar no veiculo, bem como denunciem ao Sintaxi, pelo telefone (67) 3231-1644, os locais onde os taxistas bolivianos frequentemente abordam os passageiros, para que tais informações sejam enviadas aos órgãos de fiscalização. Amaral acredita que somente com denúncia e abordagem frequente, tal prática ilegal e criminosa vai acabar, e os taxistas que seguem a lei poderão trabalhar com segurança e justiça.  

Relembre o caso: Taxistas são denunciados por cobrança abusiva

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLICIAL
Homem é preso por violência doméstica no bairro Maria Leite
GERAL
Sindicato Rural de Corumbá contesta o relatório dos incêndios no Pantanal do MP
SAÚDE
Corumbá inicia a primeira etapa e vacinação contra Influenza
GERAL
Alterações no Código Brasileiro de Trânsito começam a valer
FECHAMENTO DA FRONTEIRA
Comerciantes amanhecem com protesto na Fronteira Brasil-Bolívia
GERAL
Receita adia o prazo de entrega da Declaração de Imposto de Renda
MUDANÇAS NO CTB
Agora, crianças com até dez anos dependem de altura para uso de cadeirinha
GERAL
Carro sai da pista na BR 262 e passageiro fica ferido
GERAL
Acidente deixa condutor de moto ferido no Popular Velha
Geral
Entenda o que é gamificação e como ela pode ajudar o seu negócio

Mais Lidas

POLICIAL
Marido ameaça mulher, quebra objetos da casa e põe culpa em macumba
POLICIAL
Casal vai para a delegacia após briga no Popular Nova
SAÚDE
Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza terá início na próxima segunda
POLICIAL
PM captura foragido e aborda motociclista sem CNH no Guaicurus