Menu
segunda, 12 de abril de 2021
Ambiental MS Pantanal - Aegea
MOBILE - Ambiental MS Pantanal - Aegea
Geral

Setor de telefonia lidera reclamações no Procon de Corumbá

06 abril 2016 - 12h20Gesiane Medeiros
O Procon de Corumbá registrou um total de 2.381 atendimentos em 2015, destas, 369 foram reclamações fundamentadas, quando o órgão verifica que realmente há embasamento na reivindicação do consumidor. Entre as instituições que mais receberam notificações por parte do órgão está a Oi S.A, empresa de telefonia e internet, com 60 registros fundamentados, destas 58 obtiveram resposta por parte da empresa, e duas não. Em seguida vem a Anhanguera Educacional com 24 reclamações, onde 15 tiveram atendimento e nove não.O documento divulgado pelo órgão em fevereiro deste ano, é uma importante ferramenta para o consumidor saber quais empresas realizam um trabalho de respeito ao cliente. Ainda no setor de telefonia, a Claro Fixo e Móvel teve 20 reclamações e atendeu a 14 delas. A Telefônica Brasil teve 12 e atendeu a 10. Segundo Juliana Gusmão, assessora jurídica e executiva do Procon de Corumbá, as prestadoras de serviço de telefonia, seja móvel ou fixa, sempre recebem grande número de reclamações, porém também são as que mais atendem, “há que se observar que estas empresas deixam o problema chegar ao Procon para que a solução seja efetiva. Em sua maioria o consumidor reclama de cobrança indevida, abusiva ou ainda do não cumprimento do contrato”, comenta a advogada, indicando que as empresas podem e devem solucionar os problemas identificados antes de serem acionadas pelo órgão, mas dificilmente isso acontece. Quando se tem uma soma considerável de reclamações sobre o mesmo assunto a determinada empresa, o Procon pode abrir processo administrativo ou até mesmo jurídico contra a instituição. Juliana Gusmão afirma que dois processos administrativos já foram abertos para apurar melhor a quantidade de reclamações registradas no Procon, quais sejam, a Sky e a Anhanguera, “elas já contam com processo administrativo instaurado, mas ainda não se manifestaram nos autos, temos que aguardar os tramites do processo para concluir pela existência de práticas infrativas e, se cabível, às penalidades administrativas”. Diz a advogada. O Procon alerta que o consumidor não deixe de reclamar quando perceber algo de errado, indica ainda que não deixe de conferir todas as cláusulas de qualquer contrato que for assinar e não deixe de conferir as contas todos os meses antes de efetuar o pagamento, segundo Juliana, “muitos serviços que não foram solicitados pelo consumidor são cobrados na fatura, e aquele que não conferir vai pagar por algo que não contratou”. Clique aqui para conferir a lista completa das reclamações de 2015    Serviço: o Procon de Corumbá fica na rua 7 de Setembro, n° 222.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
Novas variantes P1 e P2 em circulação no MS tem maiores índices de contaminação
POLICIAL
Homem é preso por violência doméstica no bairro Maria Leite
GERAL
Sindicato Rural de Corumbá contesta o relatório dos incêndios no Pantanal do MP
SAÚDE
Corumbá inicia a primeira etapa e vacinação contra Influenza
GERAL
Alterações no Código Brasileiro de Trânsito começam a valer
FECHAMENTO DA FRONTEIRA
Comerciantes amanhecem com protesto na Fronteira Brasil-Bolívia
GERAL
Receita adia o prazo de entrega da Declaração de Imposto de Renda
MUDANÇAS NO CTB
Agora, crianças com até dez anos dependem de altura para uso de cadeirinha
GERAL
Carro sai da pista na BR 262 e passageiro fica ferido
GERAL
Acidente deixa condutor de moto ferido no Popular Velha

Mais Lidas

POLICIAL
Marido ameaça mulher, quebra objetos da casa e põe culpa em macumba
POLICIAL
Casal vai para a delegacia após briga no Popular Nova
SAÚDE
Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza terá início na próxima segunda
POLICIAL
PM captura foragido e aborda motociclista sem CNH no Guaicurus