Menu
quarta, 29 de maio de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Setor de telefonia lidera reclamações no Procon de Corumbá

06 abril 2016 - 12h20Gesiane Medeiros
O Procon de Corumbá registrou um total de 2.381 atendimentos em 2015, destas, 369 foram reclamações fundamentadas, quando o órgão verifica que realmente há embasamento na reivindicação do consumidor. Entre as instituições que mais receberam notificações por parte do órgão está a Oi S.A, empresa de telefonia e internet, com 60 registros fundamentados, destas 58 obtiveram resposta por parte da empresa, e duas não. Em seguida vem a Anhanguera Educacional com 24 reclamações, onde 15 tiveram atendimento e nove não.O documento divulgado pelo órgão em fevereiro deste ano, é uma importante ferramenta para o consumidor saber quais empresas realizam um trabalho de respeito ao cliente. Ainda no setor de telefonia, a Claro Fixo e Móvel teve 20 reclamações e atendeu a 14 delas. A Telefônica Brasil teve 12 e atendeu a 10. Segundo Juliana Gusmão, assessora jurídica e executiva do Procon de Corumbá, as prestadoras de serviço de telefonia, seja móvel ou fixa, sempre recebem grande número de reclamações, porém também são as que mais atendem, “há que se observar que estas empresas deixam o problema chegar ao Procon para que a solução seja efetiva. Em sua maioria o consumidor reclama de cobrança indevida, abusiva ou ainda do não cumprimento do contrato”, comenta a advogada, indicando que as empresas podem e devem solucionar os problemas identificados antes de serem acionadas pelo órgão, mas dificilmente isso acontece. Quando se tem uma soma considerável de reclamações sobre o mesmo assunto a determinada empresa, o Procon pode abrir processo administrativo ou até mesmo jurídico contra a instituição. Juliana Gusmão afirma que dois processos administrativos já foram abertos para apurar melhor a quantidade de reclamações registradas no Procon, quais sejam, a Sky e a Anhanguera, “elas já contam com processo administrativo instaurado, mas ainda não se manifestaram nos autos, temos que aguardar os tramites do processo para concluir pela existência de práticas infrativas e, se cabível, às penalidades administrativas”. Diz a advogada. O Procon alerta que o consumidor não deixe de reclamar quando perceber algo de errado, indica ainda que não deixe de conferir todas as cláusulas de qualquer contrato que for assinar e não deixe de conferir as contas todos os meses antes de efetuar o pagamento, segundo Juliana, “muitos serviços que não foram solicitados pelo consumidor são cobrados na fatura, e aquele que não conferir vai pagar por algo que não contratou”. Clique aqui para conferir a lista completa das reclamações de 2015    Serviço: o Procon de Corumbá fica na rua 7 de Setembro, n° 222.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Embrapa
Campanha Anual de Promoção do Alimento Orgânico chega a sua 20ª edição no Pantanal
Atrativo Turístico
Vereador pede revitalização do Eco Parque Cacimba da Saúde
Bolsistas
IFMS prorroga inscrições para bolsas do Mulheres Mil
Serviço Necessário
Vereador pede atenção especial para recuperar sistema de energia no Taquaral
Solidariedade
Sistema Fiems envia carretas de eletrotécnica e marcenaria para atender desabrigados no RS
Vagas para MS
Divulgado gabarito preliminar do concurso da Caixa
Operação Cartão Vermelho
Cezário pede licença do cargo de presidente da federação
Pavimentação
Obras de infraestrutura avançam em ruas do bairro Jardim dos Estados
Recurso Federal
Luciano Costa busca emenda para atender programas sociais do Moinho Cultural
Obrigatório
Prazo para implantação de QR Code para identificação de táxis termina dia 21 de junho

Mais Lidas

Educação
Inscrições no IFMS para qualificação profissional a distância vão até domingo, 2 de junho
Esporte
Primeira etapa do Circuito Funec de Corrida Rua reúne mais de 400 participantes
+ de 7 quilos
Bolivianas são presas transportando pasta base para São Paulo
Na Câmara
Aprovado Projeto que institui 30 horas de jornada a profissionais de enfermagem em Corumbá