Menu
segunda, 08 de março de 2021
Andorinha Fevereiro
Andorinha Fevereiro
Geral

Seguradora paga tratamento de mulher atropelada por ônibus da Cattani

28 dezembro 2015 - 11h45
Pouco mais de um mês após o acidente ocorrido no dia 31 de outubro, com Ana Maria de Arruda Lobo, que transitava de bicicleta pela principal Rua do Conjunto Padre Ernesto Sassida, a seguradora efetuou os pagamentos pendentes com o Hospital de Corumbá, o médico cirurgião, fisioterapeuta e demais profissionais envolvidos na recuperação da vítima, que teve antebraço esquerdo esmagado em atropelamento por ônibus da empresa Cattani Transporte e Turismo, terceirizada da Mineradora Vale para transporte de funcionários. Os pagamentos foram iniciados no dia nove de dezembro e agora Ana Maria se dedica exclusivamente a sua recuperação nas sessões de fisioterapia. O caso foi colocado à público após apuração feita pelo Capital do Pantanal, em matéria publicada no dia 1° de dezembro, após diversos contatos com a seguradora, realizados pela própria vítima e pelo médico cirurgião Thiago Bueno, envio de documentos, comprovantes e receitas médicas, o justo venceu a batalha. A seguradora reuniu a documentação necessária e após o prazo imposto pela burocracia os profissionais tiveram seus pagamentos efetuados. Funcionário da Siaze Seguradora, Patrick Azevedo, enviou e-mail para o Capital do Pantanal no dia 24 de dezembro, informando os depósitos e datas no qual foram efetuados. O Hospital de Corumbá e o médico cirurgião que já acreditavam ter levado o “calote” enfim puderam receber o que lhes eram de direito. Veja abaixo imagem do e-mail recebido pelo Capital do Pantanal. e-mail patrick Em entrevista com Ana Maria, que agora se recupera da cirurgia de retirada dos pinos, no dia 17 de dezembro, ela agradece pelo trabalho de acompanhamento desenvolvido pelo funcionário da Catanni, Patrick Azevedo, que conduziu a situação desde a denúncia realizada pelo site Capital do Pantanal. "Sou muito grata a todos que estão ajudando de alguma forma na minha recuperação. Agradeço a Siaze Seguradora que constatou o certo e não deixou na mão aqueles que me salvaram de uma possível deficiência”, afirma Ana Maria. A luta de Ana Maria agora segue com o INSS, a data de sua perícia está marcada apenas para fevereiro de 2016, já que os médicos do órgão estão em greve.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Ônibus clandestino com 34 bolivianos é apreendido no Brás em São Paulo
Geral
Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol
OPORTUNIDADE
Receita Federal abre vagas de estágio em Corumbá
CULTURA
Eleitos os representantes não governamentais para o Conselho de Cultura do município
SEGURANÇA PÚBLICA
Em MS, Senad defende proposta de agilizar leilões de bens do crime organizado
POLICIAL
Bandidos armados usam carro oficial do Governo de MS para roubar casal na Afonso Pena
GERAL
Mãe é detida após espancar bebê de 9 meses com pedaço de madeira em cidade de MS
ESPORTE
Estadual de Futebol 2021 prossegue com mais quatro partidas neste fim de semana
SAÚDE
Redução de testa: Dermatologista de MS explica sobre melhores formas de tratamento
GERAL
Mulher tem bebê em casa e bombeiros prestam atendimentos

Mais Lidas

GERAL
Ônibus clandestino com 34 bolivianos é apreendido no Brás em São Paulo