Menu
sábado, 08 de agosto de 2020
Andorinha - Medidas Preventivas Coronavírus
Andorinha - medidas preventivas
Geral

Sede do CRAM funciona em novo endereço na área central da cidade

12 julho 2019 - 10h41Prefeitura de Corumbá

O Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência (CRAM), que é vinculado à Secretaria Especial de Cidadania e Direitos Humanos, está funcionando em novo endereço. A nova sede do CRAM está localizado na rua 15 de Novembro, 659-A, no Centro da cidade, e funciona de segunda a sexta-feira das 07h30 às 11h30 e das 13h às 17 horas. Os telefones são (67) 3907-5479 e 3907-5640.

 O CRAM tem como objetivo essencial prestar acolhida, acompanhamento psicossocial e orientação jurídica às mulheres em situação de violência, bem como atuar no enfrentamento à violência de gênero, visando à promoção da autonomia das mulheres, conforme diretrizes propostas pela Gerência de Políticas Públicas para a Mulher.

 São atribuições prioritárias do CRAM: acolher e prestar atendimento especializado às mulheres vítimas de violência de gênero, incluindo-se atendimento psicológico continuado e orientação jurídica; orientar e encaminhar as mulheres aos serviços necessários, articulando os entes estaduais e municipais da Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher, conforme o caso; encaminhar as mulheres em risco de morte para a Casa Abrigo Estadual, enviando relatório multidisciplinar pormenorizado, a fim de não provocar revitimização; realizar palestras, instituir grupos de orientação e vivência com as mulheres atendidas, mulheres  da  comunidade  e  profissionais  habilitados,  visando  à reintegração na vida social e econômica, à defesa de seus direitos, à prevenção e à identificação da violência; pactuar parceria com organismos governamentais e não governamentais, com objetivo de promover o empoderamento e autonomia social e econômica das mulheres com a realização de oficinas, seminários, cursos de qualificação e capacitação, campanhas educativas e orientação sobre direitos; encaminhamento ao mercado de trabalho, a emissão de documentos; exercer outras atividades correlatas e registrar  dados  e  consolidar  estatísticas  anuais  sobre  a  violência  contra mulheres.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Corumbá
CAC abre até 11h30 neste sábado para plantão IPTU 2020
Contra a Covid
Corumbá recebe milhares de produtos médico-hospitalares doados pela Receita
Programa Promuse
PM vai fiscalizar cumprimento das medidas protetivas para mulheres vítimas de violência
56 óbitos
Estado confirma mais três mortes por Covid em Corumbá
Levantamento
Mais de 40% das vítimas de feminicídio em MS não tinham procurado amparo na Lei Maria da Penha
Miranda
Onça Pintada de 70 quilos é atropelada na rodovia MS 332
Oportunidade
IFMS abre curso de Formação Pedagógica para ensino a distância
Contra a Dengue
Bairros Maria Leite e Universitário recebem mutirão de limpeza
Prevenção
Barreira Sanitária é instalada na divisa de Corumbá e Ladário
Corumbá
Sindicato protesta terceirização e acusa Energisa de demitir funcionário positivo para Covid

Mais Lidas

Controle Sanitário de MS
Corumbá terá blitz semanal para inibir aglomerações
Próximo a Campo Grande
Ex-delegado de Corumbá sofre acidente e prende motorista embriagado
Violência Doméstica
Marido espanca mulher à madeiradas e alega ciúmes
Saúde
Bia Cavassa comemora chegada de respiradores na Santa Casa