Menu
sábado, 20 de abril de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Secretário promete ‘medidas mais duras’ para conter avanço do coronavírus em MS

11 julho 2020 - 12h23Humberto Marques do MídiaMax

Com uma curva de contágio em ascendência em Mato Grosso do Sul, a Secretaria de Estado de Saúde promete, na próxima semana, anunciar medidas mais duras no enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19). O anúncio foi feito na manhã deste sábado (11) pelo titular da pasta, Geraldo Resende, ao afirmar que já há dados técnicos que exigem medidas mais restritivas para conter aglomerações e a disseminação do micro-organismo.

Os dados da SES apontam que, desde a 11ª semana epidemiológica –quando surgiram os dois primeiros casos de coronavírus no Estado (dois pacientes em Campo Grande que foram relatados em 14 de março)–, a doença segue em crescimento no Estado. Previsões da SES de que, a partir da 21ª semana, haveria aumento exponencial dos casos se confirmaram, com avanço mais acelerado desde a semana passada (a 27º).

“Nós devemos apontar, a partir do Programa Prosseguir, medidas que devemos adotar em todos os municípios de Mato Grosso do Sul, mas principalmente nas microrregiões onde há o crescimento exponencial. A decisão será tomada na próxima semana”, anunciou o secretário.

O Prosseguir inclui uma série de critérios de avaliação que dividem os municípios em 5 campos de medidas a serem tomadas, sinalizados como “bandeiras” que indicam o grau de gravidade da pandemia do coronavírus – baixo (verde), tolerável (amarelo), médio (laranja), alto (vermelho) e extremo (preto).

Conforme o grau, são decretadas medidas como a restrição de atividades comerciais até mesmo o lockdown (com autorização para funcionamento apenas de serviços essenciais por determinado período).

Geraldo reiterou, porém, que a equipe técnica da secretaria já aponta que “precisamos de fato de medidas mais restritivas, já que há parte substancial da população que não tem colaborado com medidas de isolamento social, do uso de máscara e de regras de higiene”.

A adoção dessas ações se devem ao fato de que Mato Grosso do Sul, hoje estaria no grupo de 8 Estado que nos quais o coronavírus mais avança e entre os 9 com avanço nos óbitos.

As taxas de isolamento social de Mato Grosso do Sul vêm se mantendo entre as 9 mais baixas do Brasil. A situação é mais grave em Campo Grande, que nos últimos dias se manteve como a segunda capital com mais baixo isolamento social do país ao mesmo tempo em que lidera no volume de infectados no Estado (com 4.352 casos positivos).

“Não vamos abdicar da vida das pessoas. Na próxima semana, vamos anunciar medidas duras que, certamente, tenho absoluta certeza que mostram recado de que queremos preservar vidas no nosso querido Mato Grosso do Sul”, complementou o secretário.

O boletim divulgado pela SES na manhã deste sábado apontou que Mato Grosso do Sul somou mais 708 casos de coronavírus, com 7 novos óbitos. Assim, o total de infectado se aproxima de 13 mil, com 153 mortes causadas pela doença.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

2ª edição
Conferência Municipal discute propostas para consolidação do Sistema Único de Saúde
Operação Esculápio
Prefeitura diz que não foi informada sobre ação da PF
Corumbá
Seis animais foram resgatados e um homem foi conduzido por maus-tratos na Operação Abril Laranja
Incentivo
Ônibus será gratuito no dia de Concurso Público
Entrevista
Sonia Guajajara defende maior participação indígena nas políticas públicas
"Leão, amigo das crianças"
Moinho Cultural lança campanha para doação via Imposto de Renda
Artigo
Mulheres indígenas e suas lutas para mudar a história
Mudanças
Rodovias federais terão pontos de descanso para motoristas
Economia
Rendimento domiciliar do brasileiro chegou a R$ 1.848 em 2023
Turismo
Bonito Convention realiza sua primeira assembleia presencial após pandemia

Mais Lidas

4ª convocação
Atleta corumbaense disputa Pan-Americano de Basquete Máster no México
Em ônibus
Cão farejador identifica mala abandonada com 25,5 Kg de pasta base de cocaína
Plantão
Moradores do Centro América acionam os Bombeiros para conter Pitbull agressivo
Destaque
Plano de Combate a incêndios prevê instalação de 13 bases avançadas no Pantanal