Menu
sábado, 06 de março de 2021
Andorinha Fevereiro
Andorinha Fevereiro
Geral

Secretaria de Saúde do Estado divulga nota técnica sobre casos de gripe H1N1 em Corumbá

08 fevereiro 2016 - 17h24Redação
A Secretaria de Saúde do Estado de Mato Grosso do Sul encaminhou nota técnica a respeito dos casos notificados, suspeitos e óbitos suspeitos ou confirmado por Influenza (H1N1) no Município de Corumbá. A nota é assinada pelas enfermeiras Lívia Mello e Fabricia Carvalho, da Gerência Técnica de Doenças Endêmicas da SES. Vale a pena lembrar que Corumbá registrou 18 notificações, sendo um positivo, 15 já descartados (inclusive um óbito) e dois aguardando resultado de exame. A nota na integra é a seguinte: “Informo que a Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Corumbá está cumprindo com as orientações dadas pela SES, por meio da Gerência Técnica de Doenças Endêmicas. Vale lembrar que não é atípico em Corumbá, o isolamento do vírus Influenza A (H1N1) fora do período de Sazonalidade. O mesmo também foi isolado pela primeira vez no ano de 2014, também em janeiro. Vários fatores são discutidos como facilitadores desse evento, tais como fronteira aberta com outro país, característica geográfica e turística do município como apontado em investigação realizada pelo EPISUS, entre outros. Corumbá já tinha em estoque os antivirais Oseltamivir para tratamento de pacientes suspeitos/sintomáticos que procurassem a unidade de saúde ou hospitais para atendimento. A rede particular também conta com acesso a esses tratamentos para início oportuno e prevenção no agravamento dos casos. IMPORTANTE LEMBRAR QUE A PRINCIPAL AÇÃO É QUE A POPULAÇÃO ESTEJA ORIENTADA A PROCURAR RAPIDAMENTE OS SERVIÇOS DE SAÚDE, PARA QUE A COLETA DE AMOSTRA PARA CONFIRMAÇÃO LABORATORIAL SEJA POSSÍVEL E, PRINCIALMENTE, QUE O INICIO DO TRATAMENTO SEJA OPORTUNO - IMEDIATO. Iniciando o tratamento oportuno, promovemos uma remissão considerável dos sintomas em menos de 24hs (isso para pacientes que atendam o critério estabelecido pelo Ministério da Saúde e que consta no Protocolo de Tratamento de Influenza). Quanto as coletas de amostras, o LACEN MS continua a dispensar, como já é de rotina, os kits para coleta de swab combinado naso/orofaringe. Esses kits são confeccionados mensalmente pelo LACEN e todos os municípios devem retirar no início de cada mês, conforme orientação repassadas por notas técnicas e capacitações. Só neste ano de 2016 o município de Corumbá já retirou no LACEN 45 kits para coleta, e sempre que houver necessidade, podem retirar novamente. Todos os casos suspeitos vêm sendo acompanhados tanto pela vigilância epidemiológica municipal de Corumbá quanto pela vigilância epidemiológica estadual e LACEN. Estamos a disposição para qualquer apoio necessário na prevenção, investigação dos casos e intervenção.”  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol
OPORTUNIDADE
Receita Federal abre vagas de estágio em Corumbá
CULTURA
Eleitos os representantes não governamentais para o Conselho de Cultura do município
SEGURANÇA PÚBLICA
Em MS, Senad defende proposta de agilizar leilões de bens do crime organizado
POLICIAL
Bandidos armados usam carro oficial do Governo de MS para roubar casal na Afonso Pena
GERAL
Mãe é detida após espancar bebê de 9 meses com pedaço de madeira em cidade de MS
ESPORTE
Estadual de Futebol 2021 prossegue com mais quatro partidas neste fim de semana
SAÚDE
Redução de testa: Dermatologista de MS explica sobre melhores formas de tratamento
GERAL
Mulher tem bebê em casa e bombeiros prestam atendimentos
SAÚDE
Endometriose pode afetar 10% das mulheres brasileiras

Mais Lidas

POLICIAL
Homem é preso por roubo na forma tentada no bairro Maria Leite
POLICIAL
Em Corumbá três são presos com mandado de prisão em aberto
INCÊNDIO
Consultório Odontológico pega fogo no Maria Leite
POLICIAL
Polícia Militar de Corumbá prende homem por violência doméstica no Dom Bosco