Menu
quinta, 04 de março de 2021
Governo do Estado - Campanha de Março
Geral

Sala de Situação contribui para ações voltadas à saúde pública em Corumbá

01 fevereiro 2016 - 14h47Gesiane Medeiros
A Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria de Saúde, implantou no final de 2015, um instrumento importante que está permitindo disponibilizar informações para subsidiar a tomada de decisão em relação a questões ligadas à saúde pública. Trata-se da Sala de Situação em Saúde, serviço integrado ao Ministério da Saúde, que está sendo um referencial para projeções e inferências setoriais, além de contribuir para a transparência acerca das ações desenvolvidas na área. “A Sala de Situação em Saúde é um programa do Ministério da Saúde que está exigindo a sai implantação em todas as secretarias estaduais e municipais. Em Corumbá, nós fizemos a implantação em dezembro de 2015 e já está sendo importante para tomadas de decisões”, destacou a secretária da pasta, Dinaci Ranzi, durante uma reunião que abordou, entre outros assuntos, as ações de prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypiti. Conforme a secretária, a Sala de Situação é uma ferramenta que está contribuindo para planejar e tomar decisões eficientes. Ela explica que o Ministério da Saúde criou este sistema como parte de um processo contínuo de articulação de serviços de coleta, tabulação e processamento de dados, produzindo planilhas de indicadores e gráficos; análise e comparação de dados; avaliação de problemas, intervenções e tomada de decisões, e divulgação das informações para retroalimentar o sistema de saúde e permitir o controle social. Na última sexta-feira, 29, o serviço teve continuidade com um encontro entre técnicos da área de vigilância em saúde, quando trataram de assuntos ligados às endemias e os trabalhos que foram realizados durante a semana, viando definir novas estratégias que irão ser trabalhadas durante os próximos dias. O encontro tratou inclusive de um assunto abordado durante a capacitação dos leituristas e agentes de serviços da Sanesul. Os profissionais relataram dificuldades para realizar seus serviços quando precisam entrar nas residências. Muitos, inclusive, alegaram que já foram atacados por cães, um problema que está na pauta, visando solução. O encontro definiu ainda uma nova capacitação de agentes especiais de endemias que, desta vez, atenderá militares da Marinha do Brasil, que acontece nos dias 3 e 4 de fevereiro. Foi feita também uma avaliação das ações que estão sendo desenvolvidas após a realização do LIRAa, primeiro ciclo. O trabalho começou pelos bairros com maior incidência de infestação, Aeroporto, Centro América e Guató. No sábado foi iniciado no Maria Leite que abrange o bairro Padre Ernesto Sassida. Também estão sendo realizadas as supervisões nas unidades básicas de saúde, na UPA e no prédio da prefeitura, onde os agentes estão realizando um pente fino para levantar a incidência de infestação do mosquito Aedes aegypti. “Nós temos que dar o exemplo e não deixar a nossa casa suja. Não podemos cobrar dos outros se nós não estamos limpos”, observou.         Texto da assessoria de comunicação da Prefeitura Municipal de Corumbá 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
MS é o estado que mais aplicou as duas doses da vacina contra a Covid-19
GERAL
Ministério Público denuncia servidores de Ladário por corrupção passiva
GERAL
Bombeiros continuam buscas por homem desaparecido na região do Paiaguás
CONSUMIDOR
Vereador pede relatório ao Procon sobre processos, multas e empresas penalizadas em 2020
ESPORTE
Fluminense estreia no Carioca de olho na final da Copa do Brasil
ECONOMIA
Governo adia para dia 31 reinício de bloqueio e suspensão de benefício
OPORTUNIDADE
Máscara + Renda já beneficiou mais de 1.900 costureiras em todas as regiões do país
RECONHECIMENTO
Câmara vai prestar homenagem às corumbaenses pelo Dia Internacional da Mulher
ACIDENTE DE TRÂNSITO
Colisão de carro e moto deixa mulher ferida no Maria Leite
ADMINISTRAÇÃO
Vereador pede Plano de Cargos e Carreiras de engenheiros e arquitetos da Prefeitura

Mais Lidas

GERAL
PMA realiza trabalhos de orientação sobre minhocas em casas de iscas no MS
ABANDONO
Ladário sofre com descaso e abandono das autoridades municipais
INFRAÇÃO ADMINISTRATIVA
PMA autua morador de Corumbá por transporte ilegal de pescado
GERAL
Reinaldo Azambuja autoriza concurso público com 250 vagas para Polícia Civil