Menu
segunda, 17 de junho de 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Rose Modesto quer fixar percentagem da receita estadual para orçamento da Uems

09 setembro 2022 - 10h21Assessoria

Fortalecimento da pesquisa, ampliação estrutural e abertura de mais vagas e cursos. Essas são necessidades latentes e sempre reivindicadas na Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) que a candidata a governadora Rose Modesto (União Brasil) já se propôs a solucionar com ações efetivas e firmes, diferente do cenário atual.

No campo da pesquisa, o programa Ciência na Prática deve focar no fomento de mais pesquisas dentro dos campi da Uems. Já a expansão das unidades da instituição ganha destaque por pretender implementar novas tecnologias na educação superior, facilitando o acesso a esse grau de instrução no Estado, chegando onde nunca alcançou antes.

Contudo, tudo isso depende de investimento, o qual Rose já se comprometeu a fazer como governadora. A universidade deve ganhar mais autonomia em sua gestão com a vinculação do orçamento da instituição ao que for arrecadado pelos cofres estaduais.

É fácil entender: um período de discussão será aberto no início da gestão para que, ali, se defina em conjunto com professores, alunos e integrantes do governo o percentual anual a ser repassado para a Uems em regime de obrigatoriedade.

“Já existe a previsão de aumento da arrecadação, mas o retorno em investimentos não acompanha. Precisamos corrigir isso, e um dos instrumentos é definir esse percentual. Quanto mais arrecadar, maior ficará o orçamento da Uems, pois ele sempre corresponderá a esse percentual”, explica Rose Modesto, que é professora formada em História.

Hoje, o orçamento da Uems está na casa dos R$ 264 milhões, um valor bastante inferior ao do investimento feito pela União na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) - ali se aplica quase R$ 1 bilhão anualmente, segundo dados da Transparência.

A quantia destinada à Uems é, por exemplo, semelhante a de uma licitação aberta em abril pelo Governo do Estado para a aquisição temporária de equipamentos de som, tela de LCD, estrutura em geral para palcos, entre outros, para a realização de eventos públicos. O pregão fechou em R$ 220 mil, aproximadamente, após ser lançado na faixa dos R$ 278 milhões.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sítio Pioval
Bombeiros resgatam família ribeirinha cercada pelo fogo
Provisório
Sanesul passa a atender na rua 15 de novembro a partir de segunda (17)
Geral
MEC aceita revogar portaria se professores de federais acabarem greve
Esporte
Atletas indígenas são destaque em Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul
Geral
Projeto de protocolo cardiológico de Mato Grosso do Sul é destaque no Conass
Geral
Diálogo avança e 122 servidores do Detran de MS são promovidos por antiguidade
Destaque
Boletim Epidemiológico: MS registra 11.550 casos confirmados de dengue
Geral
Com apoio do Governo, Expotrês apresenta novas tecnologias do agro e leva entretenimento ao público
Geral
No ar boletim Detran Mais Perto, Mais Eficiente da semana de 10 a 14 de junho
Clima
Corumbá amanhece com 25 graus
A máxima neste sábado pode chegar a 36 graus

Mais Lidas

Provisório
Sanesul passa a atender na rua 15 de novembro a partir de segunda (17)
Sítio Pioval
Bombeiros resgatam família ribeirinha cercada pelo fogo
Geral
Diálogo avança e 122 servidores do Detran de MS são promovidos por antiguidade
Esporte
Atletas indígenas são destaque em Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul