Menu
domingo, 24 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Ricardo Ayache  garante que hospital da Cassems em Corumbá  fica pronto em dois anos

25 fevereiro 2016 - 12h52Sylma Lima
O presidente da Cassems (Caixa dos Servidores Assistenciais de Mato Grosso do Sul) Ricardo Ayache esteve reunido na noite desta quinta-feira, 24, com titulares e conveniados do Cassems para tratar de assuntos referentes a sua reeleição junto ao órgão, cuja data para votação será em 4 de Março próximo. O médico que está frente a Cassems há cinco anos já entregou vários hospitais em Mato Grosso do Sul e agora, após um entrosamento com o prefeito Paulo Duarte, que doou o terreno, vai construir o tão sonhado hospital de Corumbá, orçado em R$ 8 milhões e que deve estar funcionando em 2018, “ não é fácil mas, vamos enfrentar mais este desafio. A obra começa em Abril e será nossa prioridade devido ao grave problema que a cidade enfrenta na área da saúde pública” , disse com exclusividade ao Capital do Pantanal, “ porque não basta a estrutura é preciso equipar com modernos aparelhos para dar um atendimento de qualidade a população” . Ele explicou que mensalmente envia médicos especialistas que não tem na cidade para atender aos associados, evitando que os mesmos tenham que ir até Campo Grande em busca de tratamento, “ o programa se chama médico itinerante e atende as seguintes especialidades: Hematologista, endocrinologista, geriatra, neurologista e psiquiatra. Mas, pretendemos conseguir viabilizar um psiquiatra infantil que é uma carência grande no Estado, e em Corumbá” , disse o médico que recebeu um pedido das mãos dos representantes do Sinpol (Sindicato da Policia Civil em Corumbá) para atuar de forma decisiva com as autoridades  políticos no sentido de criar a faculdade de medicina pela UFMS propondo o hospital da Cassems como hospital universitário,” não é uma coisa fácil , mas podemos tentar, porque a Cassems quer implantar uma faculdade de medicina há muito tempo. Esse é um antigo sonho que acalento” , disse Ayache.A reunião em Corumbá durou cerca de 40 minutos e o médico retornou para Campo Grande ontem mesmo, mas deixou o pedido de apoio a todos os associados para somarem esforços e irem as urnas dia 4 de Março, “temos que dar continuidade nos projetos que estamos fazendo” . A votação em Corumbá vai ser na sede da Cassems, a partir das 8h da manhã até as 18h. Podem participar: Titulares, efetivos e aposentados só Estados mediante apresentação do cartão e documento oficial com foto. A pedra fundamental do novo hospital será lançada dia 18 de Março e a obra começa em seguida, “ em Abril e a todo vapor. Corumbá precisa desse hospital e que já com as obras começa gerando emprego e rendas para a população” . O hospital será construído em uma área localizada na rua Monte Castelo próximo à XV de Novembro, no bairro Popular Velha, cujo terreno foi repassado oficialmente à Cassems no ano passado. A área era da União e foi cedida ao Município. Conta com mais de 5,5 mil metros quadrados e o prédio ficará localizado em uma região de fácil acesso tanto para os moradores da parte alta, como da parte baixa. Ricardo Ayache esteve reunido com o prefeito Paulo Duarte onde foi tratado do uso e das finalidades da parceria. O   prédio vai ser construído em terreno doado pela Prefeitura e contará com Centro de Diagnóstico, Pronto Atendimento, Centro Odontológico e 20 leitos para internação. A unidade hospitalar vai acolher os 10 mil conveniados do plano e já estamos estudando um convênio para ampliar o atendimento também para pacientes do SUS.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Flagrante
Dois turistas são multados em R$ 1,8 mil por pesca predatória no rio Miranda
Alerta
Últimos dias para inscrições em editais da Funarte
Imunização
Quem pode se vacinar contra Covid neste fim de semana
1 hora a menos
Agepan defende o retorno do horário de verão para economia de energia em MS
74 vagas
Concurso público da Sanesul recebe inscrições até 11 de novembro
Boletim Epidemiológico
MS volta a registrar mortes por Covid-19
Orientação
O que fazer para prevenir problemas durante e após temporais
CNH MS Social
Programa de habilitação gratuita já tramita na Assembleia Legislativa
Tempo
Chuva ganha força a partir deste sábado e pode trazer nova tempestade para MS
Precaução
Tradicional Procissão Fluvial é cancelada devido previsão de mal tempo

Mais Lidas

Causa não definida
Motorista de ônibus fretado com 42 passageiros perde o controle e colide na mureta da ponte
Dom Bosco
Homem baleado pede socorro em escola, mas não resiste e morre
Desdobramento
Embarcação que naufragou e fez sete vítimas no rio Paraguai não era de transporte turístico
Boletim Epidemiológico
MS volta a registrar mortes por Covid-19