Menu
domingo, 28 de fevereiro de 2021
Andorinha Fevereiro
Andorinha Fevereiro
Geral

Jardim da Independência é entregue à população em noite de gala

30 junho 2016 - 07h50Sandro Asseff

Em uma noite de céu limpo e estrelado, foi entregue pelo prefeito Paulo Duarte e pela Diretora – Presidente da Fundação do Patrimônio Histórico (Fuphan), a obra de requalificação do Jardim da Independência. Esse espaço, localizado na área central de Corumbá, começou ser objeto de obras em 16 de junho do ano passado, com um orçamento de aproximadamente R$ 1,9 milhão e integra o PAC Cidades Históricas, com recursos provenientes do Governo Federal.

O projeto de requalificação e recuperação  foi desenvolvido pela equipe de arquitetos da Fundação de Desenvolvimento Urbano e Patrimônio Histórico, tendo como premissa preservar a praça como patrimônio histórico e cultural da cidade, buscando melhorar a infraestrutura sem romper com os elementos históricos e originais. Para que a obra pudesse ser iniciada foi necessário que o IPHAN/Ministério da Cultura aprovasse na integra as intervenções, na iluminação, nos lagos, pontes e no coreto.

A solenidade contou com a presença de autoridades dos três poderes constituídos, bem como militares e principalmente a presença maciça da população que esperava com grande ansiedade a reabertura desse lugar que se tornou ao longo da história um ponto de encontro da população e de grandes manifestações artísticas e culturais.

Um dos ícones da praça, o coreto, ganhou além da reforma, uma nova iluminação. Foto: Sandro Assef

O Jardim da Independência

A  construção do Jardim da Independência começou em 1915, com a função inicial de abrigar o zoológico da cidade. Foi inaugurada em 1917.

A praça é toda murada em mármore com portões de ferro, possuindo um coreto em forma octogonal que foi importado da Alemanha, de onde também veio o mosaico do calçamento da parte externa.

Quatro esculturas se destacam representando as estações do ano, esculpidas em Pisa (Itália), em pedra de mármore de Carrara e doadas por um conde italiano que veio caçar no Pantanal.

As plantas nativas da região como o carandá, a bocaiuva e o ipê-roxo integram a diversificada arborização. Os corumbaenses reverenciam, na praça, os heróis da Guerra do Paraguai e da 2ª Guerra Mundial. Abriga ainda memórias, parque de brinquedos e um interessante veículo denominado "Massa-Terra", como é chamado pelos moradores, cuja função era realizar a manutenção das ruas de terra compactando e nivelando-as com seu peso.

Seus jardins são destacados pela presença de arvores centenárias, ornamentados com três lagos rasos. O coreto encanta com suas linhas moldadas em ferro e ainda cumpre seu papel musical abrigando bandas do exército em solenidades e servindo de palco para inúmeros eventos artísticos, culturais e folclóricos da cidade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PGE
Vídeo sobre planejamento financeiro está disponível no canal da PGE/MS
SAÚDE
Fiocruz espera ter 'protagonismo' na vacinação em abril com 30 milhões de doses
NOTA MS PREMIADA
Chance de ganhar no Nota MS Premiada é 28 vezes maior do que na Mega-Sena
TRÂNSITO
Capotamento na BR-163 mata adolescente e deixa motorista em estado grave
EDUCAÇÃO
IFMS oferece vagas para portadores de diploma e transferências no Campus Corumbá
SAÚDE
Brasil tem recorde de mortes por covid-19 pelo terceiro dia seguido
ECONOMIA
Acumulada, Mega-Sena sorteia hoje R$ 50 milhões
ECONOMIA
Banco do Brasil ajuda estados e municípios a cobrar impostos via Pix
TURISMO
Fornatur e ABEAR se reúnem para alinhar acordos com empresas aéreas durante pandemia
GERAL
Agesul conclui manutenção de muitas estradas após período de chuvas

Mais Lidas

EDUCAÇÃO
IFMS oferece vagas para portadores de diploma e transferências no Campus Corumbá
TRÂNSITO
Capotamento na BR-163 mata adolescente e deixa motorista em estado grave
GERAL
Complexo hospitalar de Corumbá está com 85% de sua estrutura pronta
PESCA
PMA lança e disponibiliza Cartilha do Pescador 2021 com todas regras de pesca