Menu
domingo, 24 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Reinaldo terá que trocar Secretário de Segurança, decide Supremo

09 março 2016 - 22h55Sylma Lima
O Supremo Tribunal Federal decidiu hoje, 09, que promotores de justiça não poderão exercer outras funçôes fora do Ministério Público. O caso foi decidido por conta da nomeação pela presidente Dilma Rousseff do procurador de justiça Wellington César Lima e Silva da Bahia como Ministro da Justiça, mas foi questionada a nomeação e o STF entendeu que a Constituição proíbe membros do Ministério Público de exercerem outra função pública, salvo a de professor. A decisão do Supremo terá repercussão no Mato Grosso do Sul,  já que o atual Secretário de Segurança Pública, senhor Silvio Maluf, é procurador de justiça da ativa, bem como o adjunto. A decisão tem efeito vinculante e obriga o governador Reinaldo Azambuja exonerar o Silvio Maluf que deverá retornar as funções no Ministério Público Estadual. Para continuar exercendo o cargo de Secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Maluf teria que se aposentar.    

Deixe seu Comentário

Leia Também

Flagrante
Dois turistas são multados em R$ 1,8 mil por pesca predatória no rio Miranda
Alerta
Últimos dias para inscrições em editais da Funarte
Imunização
Quem pode se vacinar contra Covid neste fim de semana
1 hora a menos
Agepan defende o retorno do horário de verão para economia de energia em MS
74 vagas
Concurso público da Sanesul recebe inscrições até 11 de novembro
Boletim Epidemiológico
MS volta a registrar mortes por Covid-19
Orientação
O que fazer para prevenir problemas durante e após temporais
CNH MS Social
Programa de habilitação gratuita já tramita na Assembleia Legislativa
Tempo
Chuva ganha força a partir deste sábado e pode trazer nova tempestade para MS
Precaução
Tradicional Procissão Fluvial é cancelada devido previsão de mal tempo

Mais Lidas

Causa não definida
Motorista de ônibus fretado com 42 passageiros perde o controle e colide na mureta da ponte
Dom Bosco
Homem baleado pede socorro em escola, mas não resiste e morre
Desdobramento
Embarcação que naufragou e fez sete vítimas no rio Paraguai não era de transporte turístico
Boletim Epidemiológico
MS volta a registrar mortes por Covid-19