Menu
domingo, 17 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Evo Morales recebe não nas urnas; Bolivianos moradores de Corumbá participaram do ato

22 fevereiro 2016 - 13h40Gesiane Medeiros
A tarde deste domingo (21) foi de decisão para os 6,5 milhões de cidadãos bolivianos convocados a participarem do referendo que decidiria pelo direito de Evo Morales se candidatar pela terceira vez a presidência do país. Em Corumbá, os 181 bolivianos residentes, também fizeram questão de irem as urnas para decidir o futuro político de sua terra natal, mesmo que para eles, o ato não fosse obrigatório. O resultado parcial, porém decisivo, foi divulgado pelo  Órgão Eleitoral Plurinacional (OEP) já nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira (22), após 96,06% dos votos serem apurados, sem chance de virada, a decisão popular foi de que Evo Morales não terá direito a se candidatar novamente, 63,44% do povo boliviano é contra e 36,56% a favor. Desde as primeiras pesquisas, divulgadas pela TV Privada ATB, Evo já sairia perdedor, elas apontavam que 52,3% dos bolivianos votaram contra a proposta de uma nova reeleição do presidente, contra os 47,7% que se mostravam a favor. O governo boliviano, esperava vencer com 70% da aprovação popular e considerava o apontamento da pesquisa um empate técnico. Desde que Evo Morales assumiu a presidência do país em 2006, está foi a primeira e mais séria derrota política do presidente em consultas populares. Assim como no Brasil o voto é obrigatório na Bolívia, quem não cumpriu com seu dever, pagará multa, será impedido de realizar transações bancárias e não poderá viajar por um prazo de três meses. Para os maiores de 18 anos que moram em outro país, o ato é facultativo, mas a sala de votação de Corumbá ficou cheia durante todo o período de votação, os residentes na cidade fizeram questão de participar desse momento decisivo para a sua nação.         Informações do site G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tragédia
Médico do interior de SP é um dos sobreviventes de barco que naufragou; quatro parentes morreram
Atualizações
Dois dos corpos encontrados no rio Paraguai são identificados
Inédito
Tempestade de areia: Energisa recebeu 4 mil chamados em Campo Grande
Dia Mundial da Alimentação
Em MS, 69% da população está com excesso de peso e 36% com obesidade
Ensino Superior
UEMS investe mais de R$ 13 milhões em bolsas e auxílios para estudantes
Transporte
Expresso Queiroz tem autorização suspensa por incapacidade de atender passageiro
Defesa Civil
Tempestade de poeira e vendaval causaram estragos em pelo menos sete nos municípios
Cidade em alerta
Ventos de 64 km/h destelharam 20 casas em Corumbá
Previsão Meteorológica
Tempo continua fechado com chance de mais chuva para grande parte do Estado
Tragédia
Naufrágio no rio Paraguai deixou sete pessoas desaparecidas

Mais Lidas

Tragédia
Médico do interior de SP é um dos sobreviventes de barco que naufragou; quatro parentes morreram
Tragédia
Naufrágio no rio Paraguai deixou sete pessoas desaparecidas
Atualizações
Dois dos corpos encontrados no rio Paraguai são identificados
Cidade em alerta
Ventos de 64 km/h destelharam 20 casas em Corumbá