Menu
quarta, 28 de fevereiro de 2024
Vetorial - fevereiro 2024
Vetorial - fevereiro 2024
Geral

Redução de jornada de trabalho para quem tem filho com necessidades especiais

09 abril 2018 - 09h44Câmara de Corumbá

A redução de jornada de trabalho para servidor público municipal que possui filho (natural ou adotivo), portador de necessidades especiais. O pedido está sendo feito pelo vereador Gabriel Alves de Oliveira, e dirigido ao prefeito Marcelo Iunes.

Gabriel lembra que a medida está prevista no artigo 11 da Lei Complementar nº 42, de 2000 (Estatuto do Servidor). “O Executivo Municipal já possui as prerrogativas necessárias para o pleno regulamento da medida que visa beneficiar o servidor”, lembra, mas que é preciso regulamentar por meio de Decreto, “conforme a necessidade e/ou programa de tratamento pertinente, podendo ser diminuição de horário de forma consecutiva, intercalada, alternada ou escalonada”.

Pelo Estatuto do Servidor, em seu centésimo artigo, será concedido horário especial ao servidor que tenha o cônjuge ou filho dependente portador de necessidades especiais, comprovado pela assistência social e a perícia médica municipal, com redução de carga horária de até cinquenta por cento da carga horária do cargo, esta for de oito horas diária.

Mas, as concessões previstas neste artigo terão que ter regulamento específico. “Por isso estamos fazendo esse pedido ao prefeito, no sentido de que seja elaborado o regulamento com as regras na concessão deste benefício, para garantir a redução da carga horária semanal aos servidores responsáveis por pessoas Portadoras de Necessidades Especiais”, justificou.

“Não se trata somente de oferecer benefício, mais sim condições para que os pais possam dar aos filhos, o mínimo de condições de efetuar um tratamento que se torne eficaz, pois são necessárias sessões de fisioterapias, fonoaudiologia e outros tratamentos indispensáveis para a melhoria da qualidade de vida destas pessoas”, continuou, explicando que estudos comprovam que o tratamento médico, psicológico e fisioterápico em portadores de necessidades especiais tem resultados bem melhores se forem acompanhados de perto por seus familiares.

“Muitas vezes os pais não possuem recursos financeiros para a contratação de profissionais ou tratamentos diferenciados, mas com a redução de carga horária, podem dar mais atenção aos filhos com necessidades especiais e o setor público não sofrerá prejuízo, pois são poucos os servidores que necessitam desta redução”, completou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ensino
Curso "Me salve!" está com matrícula grátis e 1ª mensalidade para 10 de março
Saúde Pública
UTI Neonatal em Corumbá é tema de audiência pública hoje, na Câmara
Justiça Eleitoral
Toffoli anula provas que embasam ação contra Delcídio no TRE
Reconhecimento
Policiais são homenageados por resgate de família que vivia em cárcere privado no Pantanal
Serviço Público
Santa Casa anuncia fechamento do setor psiquiátrico em Corumbá
Atração confirmada
2º Festival de Cerveja de Bonito terá show de Raimundos
Consenso
Deputados aprovam proibição da pesca do Dourado por mais um ano em MS
Valorização
Adicional de fronteira a policiais e integrantes do Corpo de Bombeiros é solicitado na Câmara
Eleições 2024
TSE determina revalidação de biometria feita há mais de 10 anos
Campanha
Corumbá abre três postos para multivacinação neste sábado, 02 de março

Mais Lidas

Designada
Presídio feminino de Corumbá tem nova diretora
24 horas
Três vítimas são transportadas para o Pronto Socorro no último plantão
No acostamento
Traficantes abandonam caminhão com 360 kg de drogas na fronteira de Corumbá
Grátis até 2032
Mais de 14 mil novas identidades já foram emitidas em MS