Menu
domingo, 24 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Recuperação econômica de MS é debatida por Sebrae, Faems e Semagro

24 julho 2020 - 10h23Redação

Representantes do Sebrae/MS, da Federação das Associações Empresariais de Mato Grosso do Sul (FAEMS) e da Secretaria de Estado da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) se reuniram nesta quinta-feira (23) em uma reunião on-line para debater propostas para a recuperação econômica de MS.

O encontro reuniu ainda mais de 50 presidentes de associações comerciais do Estado, visando construir propostas conjuntas para o enfrentamento à Covid-19. As lideranças discutiram temas como associativismo; ações no âmbito do Governo do Estado para os empresários; o trabalho do Sebrae para divulgar os protocolos de segurança para os pequenos negócios; acesso a crédito; parcerias para a criação de uma plataforma de e-commerce; entre outros.

Abrindo a discussão, o presidente da FAEMS, Alfredo Zamlutti Junior, abordou a importância da liderança associativa para a recuperação econômica de Mato Grosso do Sul. “Nós entramos numa outra fase, nada será como era antigamente, e devemos estar preparados para isso. Precisamos nos adaptar aos novos tempos que estão por vir, é preciso conscientização”, destacou.

O titular da Semagro, Jaime Verruck, apresentou os resultados do Programa de Saúde e Segurança da Economia (Prosseguir), ferramenta utilizada pelo Governo do Estado para manter as atividades socioeconômicas e sem riscos à saúde para a população, a partir de orientações da Organização Panamericana de Saúde (Opas). Além disso, ele discorreu sobre outras iniciativas que beneficiam os empresários.

“O Prosseguir traz um alinhamento entre saúde e economia, porque sabemos o quanto muitas associações e empresários têm sofrido. Acompanhamos o impacto econômico em MS, que foi menor do que nos demais. Mas, quando olhamos setorialmente, a arrecadação do comércio e serviços fica mais complicado. O Governo do Estado não vai publicar nenhum decreto de lockdown, entendemos que isso é uma responsabilidade dos municípios. Somos governo, mas quem roda a economia são os empresários”, disse o secretário.

Na linha das ações de enfrentamento à pandemia, o diretor-superintendente do Sebrae/MS, Claudio Mendonça, destacou o trabalho da instituição. “O Sebrae tem feito um trabalho de orientação desde o início, estamos com 47 protocolos de segurança no site do Sebrae para vários segmentos. Agora também estamos indo nos bairros de Campo Grande, e discutindo com esse empresário como ele implementa a biossegurança, em parceria com o Sesi e o Senac. Também temos orientações para vendas na internet, finanças, crédito”.

Por fim, o conselheiro suplente da FAEMS e presidente da Associação Comercial e Empresarial de Dourados (ACED), Nilson Aparecido dos Santos sugeriu novas parcerias para os presentes, como o desenvolvimento de uma plataforma de e-commerce (loja eletrônica) para fortalecer o comércio local. “Estamos em parceria com Sebrae, Faems, Fiems, Governo do Estado, o que poderia ser feito de enfrentamento à pandemia nós fizemos. E começamos a desenvolver aqui na ACED uma plataforma de e-commerce”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Flagrante
Dois turistas são multados em R$ 1,8 mil por pesca predatória no rio Miranda
Alerta
Últimos dias para inscrições em editais da Funarte
Imunização
Quem pode se vacinar contra Covid neste fim de semana
1 hora a menos
Agepan defende o retorno do horário de verão para economia de energia em MS
74 vagas
Concurso público da Sanesul recebe inscrições até 11 de novembro
Boletim Epidemiológico
MS volta a registrar mortes por Covid-19
Orientação
O que fazer para prevenir problemas durante e após temporais
CNH MS Social
Programa de habilitação gratuita já tramita na Assembleia Legislativa
Tempo
Chuva ganha força a partir deste sábado e pode trazer nova tempestade para MS
Precaução
Tradicional Procissão Fluvial é cancelada devido previsão de mal tempo

Mais Lidas

Causa não definida
Motorista de ônibus fretado com 42 passageiros perde o controle e colide na mureta da ponte
Dom Bosco
Homem baleado pede socorro em escola, mas não resiste e morre
Desdobramento
Embarcação que naufragou e fez sete vítimas no rio Paraguai não era de transporte turístico
Boletim Epidemiológico
MS volta a registrar mortes por Covid-19