Menu
quinta, 23 de maio de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Prouni recebe inscrições para seleção do 2º semestre de 2016

07 junho 2016 - 10h09G1
Quem não foi convocado para uma vaga do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), cujo resultado foi divulgado nesta segunda (6), tem opção de concorrer a um bolsa de estudo de uma instituição particular pelo Programa Universidade para Todos (Prouni). As inscrições para a seleção do segundo semestre de 2016 começam nesta terça-feira (7). Não há horário previsto em edital em que o sistema vai começar a funcionar. O prazo termina às 23h59 desta sexta-feira (10). O Prouni é o programa do governo federal que oferece bolsas de estudo totais e parciais de instituições particulares. A seleção é feita a partir do desempenho no Enem, mas leva em conta os critérios socioeconômicos da família do estudante. A segunda edição do ano terá 125.442 bolsas para 22.967 cursos em 901 instituições de ensino superior. Segundo o MEC, no ano passado a edição de inverno teve 115.101 bolsas. Entre as bolsas que serão ofertadas, 57.092 são integrais e 68.350 parciais. Lista de pré-selecionados  A primeira lista dos estudantes pré-selecionados será divulgada no dia 13 de junho. A segunda chamada sai no dia 27 do mesmo mês. Entre os dias 8 e 11 de julho, os estudantes que não foram convocados nas duas chamadas poderão manifestar interesse em entrar na lista de espera. A lista de espera estará disponível para as instituições no dia 14 de julho. Nesta fase, a convocação dos estudantes é feita diretamente pelas instituições, caso haja vagas. Poderá disputar as bolsas de estudo do Prouni o estudante brasileiro que tenha feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2015 e que atenda pelo menos uma das condições a seguir: - tenha cursado o ensino médio completo em escola da rede pública; - tenha cursado o ensino médio completo em instituição privada, na condição de bolsista integral da respectiva instituição; - tenha cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em instituição privada, na condição de bolsista integral da respectiva instituição; - seja pessoa com deficiência; - seja professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrando o quadro de pessoal permanente da instituição pública. O programa concede bolsas integrais apenas para candidatos com renda familiar bruta mensal per capita de até 1,5 salário mínimo. Já as parciais são dadas no caso em que a renda familiar bruta mensal per capita não exceda o valor de 3 salários mínimos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Disque-Denúncia
Gaeco disponibiliza telefone para receber denúncias da operação "Cartão Vermelho"
Ônibus para Capital
Menor é apreendida transportando pacotes de Skunk presos ao corpo
Boletim Epidemiológico
MS registra 9.155 casos confirmados de dengue
Reconhecimento
Investigadora da Civil de Corumbá é homenageada pelo combate à crueldade contra animais
Vigilância Sanitária
Governo cria "MS Vacina Pet" e destina R$ 1,9 milhão contra a raiva
Em Dourados
PF mira em quadrilha de MS que transportava drogas em tanques de combustível
Sob Alerta
Inmet divulga alerta de perigo para o sul do país
Nova Data
Concurso Unificado será em 18 de agosto, confirma Ministério da Gestão
Variedades
Tipos de apostas no futebol
Saúde
Corumbá abre duas unidades de saúde para multivacinação no sábado, 25 de maio

Mais Lidas

Agenda Cultural
Evento de som automotivo arrecada doações para RS e Instituto Novo Olhar
Tráfico de Drogas
Mochila abandonada em ônibus é apreendida com 8,7 kg de Skunk
Oportunidade
IHP abre vagas para jovens aprendizes com idades entre 16 e 20 anos
Na madrugada
Homem é preso vendendo droga em beco do bairro Borrowski